Adel e BNB realizam Seminário com produtores de leite em Limoeiro do Norte

A Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) e o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) realizaram nesta terça, 21, o Seminário Bovinocultura de Leite e Sustentabilidade no Semiárido no Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Ceará (IFCE/Campus Limoeiro do Norte), em Limoeiro do Norte/CE.

O Seminário é parte das atividades do Projeto Estruturação da Cadeia Produtiva do Leite realizado pela Adel e BNB no Médio e Baixo Jaguaribe. O evento promoveu um debate sobre os principais desafios da Cadeia Produtiva da Bovinocultura de Leite no território e as possíveis estratégias de superação. Cerca de 100 pessoas participaram do evento.

O Seminário iniciou com a fala dos parceiros. Em seguida, a Gerente Executiva Estadual do BNB, Jeânia Rogério Gomes, apresentou o Programa de Desenvolvimento Territorial (PRODETER) desenvolvido pelo BNB. Adriano Batista, Diretor Executivo da Adel, fez uma breve apresentação do Projeto Estruturação da Cadeia Produtiva do Leite, iniciativa da Adel com apoio do PRODETER/BNB.

Jeânia Rogério Gomes, Gerente Executiva Estadual do BNB

Jeânia destacou que o principal objetivo do PRODETER é apoiar o desenvolvimento territorial da região Nordeste, por meio do fortalecimento das cadeias produtivas locais, da incorporação de inovações tecnológicas no meio rural e do financiamento integrado e orientado das atividades produtivas. Já Adriano, ressaltou a importância de agregar valor à cadeia produtiva de leite e, consequentemente, gerar desenvolvimento local no Médio e Baixo Jaguaribe por meio do Projeto.

Após as apresentações, aconteceu o Painel Desafios da Cadeia Produtiva da Bovinocultura de Leite no território do Médio e Baixo Jaguaribe e estratégias de superação. O Professor do IFCE/Campus Limoeiro do Norte, Dr. Rodrigo Gregório da Silva; e, o Prof. Dr. Magno José Duarte Cândido do departamento de Zootecnia da Universidade Federal do Ceará (UFC) e Coordenador do Núcleo de Ensino e Estudos em Forragicultura (NEEF/UFC), trouxeram contribuições valorosas sobre a cadeia produtiva do leite. O Painel foi mediado por Tiago de Medeiros Silva, Especialista em Bovinocultura de Leite e Zootecnista na empresa Betânia Lácteos.

Segundo Adriano Batista, o Seminário marca o início das atividades do Projeto Estruturação da Cadeia Produtiva do Leite no Médio e Baixo Jaguaribe que busca contribuir para o aumento da produtividade e da rentabilidade na atividade de bovinocultura de leite no território. “Foi um momento importante para os produtores entenderem melhor quais são os desafios da cadeia produtiva e também quais são as soluções. Estamos extremamente agradecidos por esse momento, por esse seminário e por essas parcerias na realização do projeto”, enfatizou o Diretor.

Participaram do Seminário produtores de leite de cinco municípios do Território do Médio e Baixo Jaguaribe – Alto Santo, Iracema, Limoeiro do Norte, Morada Nova e São João do Jaguaribe. Joeci Gomes é produtor de leite do Sítio Várzea do Cobra localizado em Limoeiro do Norte. Para ele, participar do evento foi uma grande oportunidade. “Gostaria de agradecer a direção da Adel por ter me convidado para esse encontro. Todo produtor de leite precisa desse apoio, pois todo apoio é importante. O produtor de leite assim como o produtor rural precisa da ajuda de vocês (Adel e BNB) e de organizações que acreditem no nosso potencial”, ressaltou Joeci.

Projeto Estruturação da Cadeia Produtiva do Leite

O Projeto Estruturação da Cadeia Produtiva do Leite no Médio e Baixo Jaguaribe busca contribuir para o aumento da produtividade e da rentabilidade na atividade de bovinocultura de leite no território. Objetiva ampliar as capacidades técnicas e de gestão das pequenas propriedades rurais; fortalecer as estruturas organizativas para aumentar a efetividade de estratégias de desenvolvimento da atividade econômica; e, difundir entre os produtores conhecimentos, soluções e tecnologias que gerem resultados efetivos em curto e longo prazo.

As atividades do Projeto são divididas em três eixos: capacitação, assessoria e difusão de tecnologias. O Projeto conta com o apoio do Núcleo de Ensino e Estudos em Forragicultura (NEEF/UFC). “Estamos muito empolgados com o início do projeto, a gente vai participar das capacitações junto aos produtores ao longo de todas as etapas nos diversos municípios. Entendemos que é fundamental essa parte da capacitação para que os produtores consigam se organizar e melhorar o nível tecnológico que é a capacidade produtiva repercutindo consequentemente na rentabilidade do sistema de produção deles”, ressaltou o Prof. Dr. Magno José Duarte Cândido, Coordenador do NEEF/UFC.

Prof. Dr. Magno José Duarte Cândido, Coordenador do NEEF/UFC

Além do NEEF/UFC, o Projeto possui os seguintes apoiadores: Associação de Fomento a Caprino-ovinocultura e a Bovinocultura do Sítio São Bento, FAEC/SENAR, Sindicatos dos Trabalhadores/as Rurais, Ematerce, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE/Campus Limoeiro do Norte) e das Secretarias de Agriculturas dos municípios atendidos.

Desenvolvido pela Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) em parceria com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) por meio do Programa de Desenvolvimento Territorial (PRODETER). Participam do Projeto cento e quarenta (140) pequenos produtores de leite de cinco municípios – Alto Santo, Iracema, Limoeiro do Norte, Morada Nova e São João do Jaguaribe.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *