Adel e Casa do Rio realizam segunda etapa formativa do PJER no Amazonas

A Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) e a Casa do Rio, realizam nos dias 1, 2 e 3 de outubro a segunda etapa formativa do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) no Amazonas. Vinte e seis (26) jovens amazonenses participam do Programa e iniciaram no último mês o Curso de Empreendedorismo e Protagonismo Social.

O primeiro módulo do Curso abordou temas básicos, tais como empreendedorismo e desenvolvimento local, que são avaliados pela Adel como essenciais a todos os jovens selecionados pelo PJER, independentemente de sua origem, condição atual ou interesse. Todos eles participam juntos das mesmas oficinas, interagindo entre si. Essa semana inicial permite que eles deem os primeiros passos na elaboração e amadurecimento de suas ideias de empreendimento, tendo em vista a realidade local, suas competências e vocações.

Já neste novo ciclo, os jovens vão recapitular os conhecimentos aprendidos e começam a trabalhar temas mais específicos de acordo com suas realidades. Dentre os conhecimentos adquiridos, eles passam a ter noção de como elaborar um planejamento estratégico e analisar o mercado onde desejam atuar. Focando sempre na elaboração de seus Projetos de Negócios, eles contam com o auxílio de tutorias e mentorias durante o processo.

Para Fábia Oliveira, Assistente de Projetos da Adel que esteve no Amazonas durante a primeira semana formativa, o momento foi rico em conhecimento e aprendizagem. A replicação do PJER no Amazonas tem sido uma oportunidade gratificante para aquela região. “Os jovens estão tendo acesso a uma tecnologia social inovadora, estão sendo incentivados e passam a enxergar novas oportunidades que o território deles possui e assim podem desenvolver suas comunidades, gerando renda e autonomia”, relata Fábia.

Durante os encontros os jovens trocam experiências entre si, o que contribui para o surgimento de novas ideias e parcerias. A turma formada por jovens amazonenses pretende atuar principalmente na oferta de serviços, nos seguimentos de ornamentação e decoração, hotelaria, turismo e beleza. Outros pretendem investir no ramo da alimentação, como, por exemplo, um café regional, um mercadinho e uma marmitaria. Há ainda os que pensam em investir na área agrícola, em canteiros agroflorestais, consultoria agrícola e horticultura.

O jovem Diego Santos acredita que o Programa vai ajudá-lo na implantação de seu projeto. “Minha expectativa é que o curso possa me orientar a como investir o meu capital e como continuar ajudando outros empreendedores. Sabemos que não é fácil ser empreendedor quando não temos experiências e o curso nos dará o fortalecimento, a experiência para montar nosso próprio negócio”, destaca Diego.

Sobre o Projeto

O PJER é uma tecnologia social criada em 2009 pela Adel que cria oportunidades para jovens empreenderem em suas próprias comunidades. O Programa já beneficiou no Ceará mais de 3.000 jovens e consolida seu processo de expansão este ano. Além do Amazonas, neste segundo semestre a Adel realiza a formação empreendedora do PJER no Ceará e no Rio Grande do Norte.

O Programa é composto por quatro (4) componentes: acesso a conhecimento, crédito orientado, a redes de apoio e proteção e a tecnologias. Sua reaplicação no Amazonas resulta da parceria firmada entre Adel e Casa do Rio ao final de 2018.

Adel e Casa do Rio realizam segunda etapa formativa do PJER no Amazonas

A Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) e a Casa do Rio, realizam nos dias 1, 2 e 3 de outubro a segunda etapa formativa do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) no Amazonas. Vinte e seis (26) jovens amazonenses participam do Programa e iniciaram no último mês o Curso de Empreendedorismo e Protagonismo Social.

O primeiro módulo do Curso abordou temas básicos, tais como empreendedorismo e desenvolvimento local, que são avaliados pela Adel como essenciais a todos os jovens selecionados pelo PJER, independentemente de sua origem, condição atual ou interesse. Todos eles participam juntos das mesmas oficinas, interagindo entre si. Essa semana inicial permite que eles deem os primeiros passos na elaboração e amadurecimento de suas ideias de empreendimento, tendo em vista a realidade local, suas competências e vocações.

Já neste novo ciclo, os jovens vão recapitular os conhecimentos aprendidos e começam a trabalhar temas mais específicos de acordo com suas realidades. Dentre os conhecimentos adquiridos, eles passam a ter noção de como elaborar um planejamento estratégico e analisar o mercado onde desejam atuar. Focando sempre na elaboração de seus Projetos de Negócios, eles contam com o auxílio de tutorias e mentorias durante o processo.

Para Fábia Oliveira, Assistente de Projetos da Adel que esteve no Amazonas durante a primeira semana formativa, o momento foi rico em conhecimento e aprendizagem. A replicação do PJER no Amazonas tem sido uma oportunidade gratificante para aquela região. “Os jovens estão tendo acesso a uma tecnologia social inovadora, estão sendo incentivados e passam a enxergar novas oportunidades que o território deles possui e assim podem desenvolver suas comunidades, gerando renda e autonomia”, relata Fábia.

Durante os encontros os jovens trocam experiências entre si, o que contribui para o surgimento de novas ideias e parcerias. A turma formada por jovens amazonenses pretende atuar principalmente na oferta de serviços, nos seguimentos de ornamentação e decoração, hotelaria, turismo e beleza. Outros pretendem investir no ramo da alimentação, como, por exemplo, um café regional, um mercadinho e uma marmitaria. Há ainda os que pensam em investir na área agrícola, em canteiros agroflorestais, consultoria agrícola e horticultura.

O jovem Diego Santos, fala sobre o que espera ao participar do Programa. Ele pretende atuar em um empreendimento familiar, implantar uma pousada e restaurante. “Minha expectativa é que o curso possa me orientar a como investir o meu capital, a como manter minha empresa e como continuar ajudando outros empreendedores. Pois sabemos que não é fácil ser empreendedor quando não temos experiências e o curso nos dará o fortalecimento, a experiência para montar seu próprio negócio”, destaca Diego.

Sobre o Projeto

O PJER é uma tecnologia social criada em 2009 pela Adel que cria oportunidades para jovens empreenderem em suas próprias comunidades. O Programa já beneficiou no Ceará mais de 3.000 jovens e consolida seu processo de expansão este ano. Além do Amazonas, neste segundo semestre a Adel realiza a formação empreendedora do PJER no Ceará e no Rio Grande do Norte.

O Programa é composto por quatro (4) componentes: acesso a conhecimento, crédito orientado, a redes de apoio e proteção e a tecnologias. Sua reaplicação no Amazonas resulta da parceria firmada entre Adel e Casa do Rio ao final de 2018.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *