ADEL é homenageada com Prêmio do Governo Federal

O Ministério da Integração Nacional divulgou nesta quinta-feira, 24 de novembro, o resultado final da 1ª edição do Prêmio Nacional de Desenvolvimento Regional que homenageia a memória do economista Celso Furtado. O julgamento das 360 propostas apresentadas ocorreu no dia 27 de outubro, por uma comissão de especialistas.
A Agência de Desenvolvimento Econômico Local (ADEL), concorreu ao prêmio com a  prática “Tecnologia Social de Fortalecimento da Agricultura Familiar”, que ficou entre as cinco melhores na categoria Práticas Exitosas de Produção e Gestão Institucional inscritas ao prêmio. O objetivo do Prêmio Nacional de Desenvolvimento Regional, promovido pelo Ministério da Integração, é promover a reflexão sobre os aspectos teóricos e práticos do desenvolvimento regional no Brasil, envolvendo o poder público e a sociedade civil organizada.
Para Wagner Gomes, diretor executivo da ADEL e, recentemente, ganhador do Prêmio Empreendedor Social de Futuro da Folha de São Paulo e Fundação Schwab, o Prêmio Nacional de Desenvolvimento Regional é fruto da parceria com os agricultores familiares das comunidades rurais de Apuiarés, Pentecoste, Tejuçuoça, Umirim, General Sampaio, Baixo Acaraú e Itarema. Ele complementa “Esta experiência de desenvolvimento tem se tornado uma dinâmica muito referencial para o fortalecimento do semiárido cearense”.
A solenidade de outorga aos agraciados será no Palácio do Planalto no próximo dia 01 de dezembro, às 15h, com a presença do Presidente Lula e do Excelentíssimo Senhor Ministro da Integração Nacional, João Reis Santana Filho, dentre outras autoridades.
A 1ª edição do Prêmio Nacional de Desenvolvimento Regional é uma iniciativa do Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria de Políticas de Desenvolvimento Regional, em parceria com o Banco da Amazônia; Banco do Brasil; Banco do Nordeste; Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) com apoio da Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac) e da Ticket Serviços Ltda.
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *