Adel é indicada para compor o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ceará

A Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) foi nomeada na última quarta-feira, 14, como membro do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ceará (CEDCA/CE) para Biênio 2019-2021. Uma das finalidades desse Conselho é acompanhar todos os programas e projetos voltados ao atendimento e garantia dos direitos das crianças e adolescentes.

A participação da Adel no Conselho é consequência das ações realizadas há onze anos no Ceará com adolescentes e jovens. A Adel busca fortalecer o protagonismo social desses atores por meio do acesso a conhecimento, crédito, redes e tecnologias sociais e ambientais. O respeito à diversidade, aos direitos humanos e a promoção de um ambiente de paz e sustentabilidade nas relações com o meio ambiente é de extrema importância para o desenvolvimento dos adolescentes e jovens.

Além do CEDCA/CE, a Adel atua também nos Conselhos Municipais dos territórios onde desenvolve seus programas. Recentemente, foi eleita como membro do Conselho Municipal da Criança e Adolescente (CMDCA) de São Gonçalo do Amarante, município situado na região metropolitana de Fortaleza, capital do Estado. A eleição para esse Conselho ocorreu no dia 18 de julho de 2019. Também participa ativamente do Conselho Municipal da Criança e Adolescente (CMDCA) de Pentecoste, município sede da organização.

Membros das onze entidades eleitas para compor o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ceará (CEDCA/CE)

Para Adriano Batista, Diretor Executivo da Adel, a participação nos Conselhos é uma oportunidade para estreitar ainda mais os laços de colaboração entre a Adel e os territórios onde atua e de contribuir nas decisões referentes às políticas públicas voltadas para as crianças e adolescentes. “Participar e trabalhar em parceria com os Conselhos é uma possibilidade de unir capacidades e recursos para atingirmos objetivos maiores na defesa dos direitos das crianças e adolescentes”, afirma.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *