Adel e Quadran Brasil iniciam projeto no litoral cearense

Flecheiras, Trairi/CE

A Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) e a Quadran Brasil iniciaram essa semana, as atividades do Projeto de Formação e Apoio a Jovens Empreendedores e Protagonistas Rurais. O projeto é executado pela área de Novos Negócios da Adel e beneficia trinta (30) jovens de dezesseis (16) comunidades localizadas no entorno do Complexo Eólico-Solar Serrote da Quadran Brasil no município de Trairi/CE.

A aula inaugural do Curso Empreendedorismo e Gestão de Negócios Rurais, primeira atividade do projeto com os jovens, contou com a presença de lideranças, parceiros, pesquisadores, colaboradores da Adel, como Wagner Gomes e Aurigele Alves, Diretor de Negócios e Diretora de Programas, respectivamente. Sulamita Holanda, Assessora Socioambiental da Quadran Brasil e Hanná Louretto, Assessora de Comunicação da Quadran Brasil.

Sulamita Holanda, Hanná Louretto, José Airton, liderança comunitária de Serrote e Wagner Gomes

Sulamita Holanda destacou a importância dos sonhos na sua fala aos jovens beneficiários. Atuante no território, ela disse que sempre percebia a desesperança na juventude local. O jovem ao concluir o Ensino Médio ou uma Faculdade acaba passando por um momento de muitos desafios e inseguranças. “Ter vocês aqui é para mim um compromisso com os sonhos, porque a gente só faz alguma coisa na vida se a gente sonhar, tendo ideias e ética a gente vai longe. Vocês são os primeiros e os representantes de outros jovens. Cada um de vocês voltando para as comunidades vão ter um outro olhar, com o apoio desse pessoal aqui da Adel que eu acompanho há anos, eu vi crescer. Aqui vocês têm o sonho e a realidade”, reforça a Assessora.

Wagner Gomes destacou a história da própria Adel como um exemplo de empreendedorismo que deu certo, uma organização criada por jovens também de comunidades rurais. Incentivou os jovens a aproveitarem ao máximo as atividades. “Esse tem sido um projeto desenhado por várias mãos. Desde o início pensamos, construímos e debatemos bem quais ações teriam impacto no território. É difícil empreender, é preciso resiliência e resistência, mas empreender é possível”, destaca. Para o Diretor de Negócios da Adel, o Projeto cria possibilidades para mobilidade social positiva e a garantia de liberdades fundamentais destes jovens que vivem no meio rural do município de Trairi.

Uma das ideias de negócios compartilhadas pelos jovens selecionados é com foco na marcenaria. Albis dos Santos, 29, reside na comunidade Canaã, em Trairi e sua ideia de negócio é voltada para o artesanato em madeira. Ele visa valorizar a história das praias da região e com entusiasmo relatou suas expectativas ao participar do projeto.

“Quero empreender com o artesanato, temos muitas praias e paisagens bonitas para mostrar através desse trabalho. O curso veio em uma boa hora, vou me esforçar ao máximo para adquirir conhecimentos e abrir minha mente a respeito de como montar um negócio e quem sabe ser selecionado para acessar uma linha de crédito e assim poder comprar as ferramentas necessárias”, enfatiza o jovem.

Maria Veni Braga

A jovem Maria Veni Braga, 28, que reside na comunidade Tamanduá/Trairi, sonha em montar um meliponário. Maria Veni afirma que além de ser um projeto sustentável, é algo que está em falta na sua comunidade e município. “Sou Presidente da Associação Comunitária de Tamanduá, faço parte do movimento religioso e participo do time de futebol feminino da minha comunidade. Sou bem engajada, quero montar um negócio na área da meliponicultura, é viável para minha região. Hoje iniciamos o Curso de empreendedorismo e espero adquirir novos conhecimentos sobre manejo e gestão de negócio, para construir um empreendimento com sustentabilidade financeira e ambiental”, ressalta.

Sobre o Projeto

Cerca de cem jovens das comunidades Canaã; Mundo Novo; Córrego dos Furtados; Caraúbas; Serrote; Tamanduá; Gurguri; Mucunã; Córrego da Ramada; Chão Duro; Matões; Goiti; Pau Furado; Oficina; Atola e Esperinha, se inscreveram para participar do Projeto. Destes, sessenta (60) jovens foram classificados para a segunda etapa.

Na primeira etapa do Projeto, os jovens participam do Curso Empreendedorismo e Gestão de Negócios Rurais, que aborda os primeiros passos para empreender. Espera-se fomentar o desenvolvimento de capacidades técnicas e de gestão com estes jovens, para que eles estejam aptos a compreender seus contextos e ambientes de atuação, identificar oportunidades e potencialidades para criar e iniciar projetos.

Esta semana os jovens participaram da etapa básica de formação do Curso. Por meio de encontros imersivos, eles trabalham conceitos e ferramentas para iniciarem a construção de seus Projetos de Negócios, seja para fins econômicos ou sociais. O Projeto de Negócio é imprescindível para o jovem ter acesso ao crédito, por meio do Fundo Veredas, iniciativa de crédito própria e particular criada e gerida pela Adel que contará com investimentos da Quadran Brasil.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *