Adel inaugura Centro Integrado de Tecnologias (Cit) no Médio Curu

A Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) inaugura hoje (29/01) o primeiro Centro Integrado de Tecnologias (Cit) no Médio Curu, na Comunidade de Sítio do Meio, Pentecoste. O Centro é uma ação do Projeto Rede de Jovens Empreendedores Rurais apoiado pelo Programa Oi Novos Brasis do Instituto Oi Futuro. Ao todo, serão cinco Centros implantados nas comunidades rurais.

O projeto “Rede de Jovens Empreendedores Rurais” tem como público jovens do meio rural com idade entre 16 e 29 anos, residentes nos municípios do Médio Curu (Pentecoste, Apuiarés, General Sampaio e Tejuçuoca), que desejam empreender ou empreendem na região. E possibilita aos jovens o acesso às Tecnologias de Informações e Comunicação (TIC’s), através da implantação de cinco Centros Integrados de Tecnologias (Cit’s).

As atividades do projeto incluem o acesso às TICs através dos Centros e a participação dos jovens na plataforma “Conectando Jovens Rurais”, uma rede virtual que será lançada internacionalmente com o apoio do Changemakers da Ashoka, instituição parceira da Adel. Na plataforma, os jovens vão ter seus próprios perfis e vão poder trocar ideias com jovens rurais de outros países e possíveis investidores dos seus empreendimentos.

O Centro Integrado de Tecnologias (Cit) da comunidade de Sítio do Meio, a 14 km da sede do município de Pentecoste, será o primeiro a ser inaugurado. 35 jovens da comunidade participam do projeto e até o momento não tinham acesso computadores, internet e telefonia. Alguns já participam de outros projetos desenvolvidos pela Adel e têm seus próprios empreendimentos. Mas a maioria tem apenas o sonho de seguir o exemplo do jovem Neto Ribeiro, 29 anos, que reside na comunidade e empreende na área de avicultura.

Com a mãe e seus dois irmãos mais novos, Neto migrou para Fortaleza em um ano de forte seca. Em 2010, voltou para a comunidade para participar do Programa Jovem Empreendedor Rural desenvolvido pela Adel e decidiu criar aves caipiras. O sucesso do seu empreendimento já lhe rendeu o retorno da mãe e os irmãos para a comunidade e o 2º prêmio Aliança de Empreendedorismo Comunitário em 2012.

Para Neto, fazer este caminho de volta à comunidade foi um dos melhores acontecimentos de sua vida. Ele havia passado boa parte da infância em Fortaleza e até 2008 trabalhava na área têxtil. “No meu último trabalho na indústria têxtil, a dona da empresa falou: ‘Meu filho, você precisa se encontrar’. Eu me encontrei aqui. Hoje, tenho minha renda e toda a minha família vive disso”, conta.

Histórias como a de Neto e de outros jovens da região serão sempre apresentadas para os jovens dos Centros Integrados de Tecnologias (CIT’s), a fim de motivá-los a acreditarem que é possível ter êxito em suas ideias. Os CIT’s serão um espaço de formação e troca de experiências tanto presenciais quanto virtuais.

“Queremos, através do acesso as Tecnologias de Informação e Comunicação, valorizar e divulgar as histórias de jovens empreendedores que, com o seu trabalho estão dando uma Nova Cara ao Sertão, ao mesmo tempo em que estaremos possibilitando aos jovens a interação e a criação de soluções criativas entre eles”, diz Wagner Gomes, um dos fundadores e Diretor Executivo da Adel, organização premiada várias vezes por suas ações na área de empreendedorismo e desenvolvimento local.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *