Adel participa de oficina do ISPN em Brasília

Entre os dias 08 e 10 de julho, a Adel participa da Oficina de Planejamento e Capacitação do Programa de Pequenos Projetos Ecossociais (PPP-ECOS) em Brasília.

A oficina é realizada pelo Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN) com o objetivo de orientar as organizações parceiras sobre os procedimentos e as boas práticas de gestão dos projetos. Os membros das organizações aprendem na oficina a realizar as prestações de contas, sistematizar os indicadores e elaborar os relatórios de atividades e financeiros. Além disso, na oficina são aprimorados os planos de trabalho e o orçamento dos projetos.

Aurigele Alves, gerente de programas da Adel e Edilardo Sales, meliponicultor, participam do evento representando a Adel e o grupo de Meliponicultores da Rede Néctar do Sertão, uma iniciativa coletiva que busca fortalecer a cadeia produtiva do mel nas comunidades rurais do Vale do Curu.

Aurigele Alves – Adel, da direita para a esquerda.

Segundo Aurigele, o evento é uma oportunidade para apresentar os resultados que a Adel tem alcançado com o projeto Rede Néctar do Sertão de Meliponicultores, iniciativa apoiada pelo PPP-ECOS em 2014. O apoio do Programa possibilitou a articulação e organização de três grupos de meliponicultores em Pentecoste e Apuiarés.

“O evento é muito importante, aqui estão 68 representantes de 34 projetos de todo o país que foram contemplados no vigésimo segundo edital do PPP-ECOS. É uma ótima oportunidade para apresentar o trabalho da Adel a nível nacional, mostrando a inovação e os impactos positivos no meio ambiente que a organização tem promovido”, enfatiza Aurigele.

Edilardo Sales – Meliponicultor, da esquerda para a direita.

O Programa de Pequenos Projetos Ecossociais (PPP-ECOS) foi criado para apoiar projetos de organizações não-governamentais e de base comunitária que desenvolvam ações que geram impactos ambientais globais positivos, combinados com o uso sustentável da biodiversidade. A Adel é parceira do Programa e do Instituto desde 2014.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *