Seminário Internacional “Evidências e estratégias para prevenção de Crime & Violência no Ceará”

Reprodução Facebook Ceará Pacífico

 

Nos dias 21 e 22 de maio, o Diretor Executivo da Adel, Adriano Batista, esteve representando a instituição no Seminário Internacional “Evidências e estratégias para prevenção de Crime & Violência no Ceará”, no Gabinete da Vice-Governadoria do Ceará.

O Seminário é uma iniciativa do Pacto por um Ceará Pacífico em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Banco Mundial. Durante os dois dias, representantes do setor público e privado discutiram propostas de ações estratégicas de prevenção ao crime e a violência no Estado.

Reprodução Facebook Ceará Pacífico

 

O debate foi dividido em três eixos de atuação: prevenção primária (escolas, esporte etc), prevenção secundária (Inteligência Policial e ações para pessoas em situações de vulnerabilidade) e prevenção terciária (ação policial direta contra a criminalidade). No primeiro dia aconteceu palestras com especialistas sobre experiências exitosas de prevenção e segurança pública de vários países. No segundo dia, representantes do Governo do Ceará apresentaram as ações do Estado e ocorreram oficinas e workshops para debates, discussões e proposições de encaminhamentos. A Vice-Governadora do Estado, Izolda Cela, participou durante os dois dias do evento.

As ações da Adel com jovens através do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), com destaque para mais recente vertente do Programa, voltada para estudantes do Ensino Médio de escolas rurais – Projeto Jovens Empreendedores e Protagonistas Rurais nas Escolas, trabalha conceitos como direitos humanos e protagonismo, e, busca também a redução da vulnerabilidade de jovens expostos a situações de risco e de violência.

Infelizmente, a letalidade de adolescentes e jovens vem crescendo significativamente nas áreas rurais nos últimos anos. Isso afeta e impacta negativamente os jovens nas comunidades em que atuamos. Portanto, discutir a vulnerabilidade de jovens por exposição a situações de risco e violência é fundamental para promoção do desenvolvimento local.

Adriano Batista, Diretor Executivo Adel; Fabio Beneduce, Coordenador Geral ITEVA e Francisco Ibiapina, Secretário STDS, da esquerda para a direita

Para Adriano Batista, o evento foi um espaço extremamente proveitoso para levantar evidências e desenhar estratégias para a prevenção da letalidade dos adolescentes e jovens. “Foi uma grande oportunidade de conhecer os desafios relacionados ao tema e como a Adel pode impactar positivamente nesse cenário através de suas expertises”.

A Adel acredita que o empreendedorismo e o protagonismo são fundamentais para o desenvolvimento dos jovens rurais. Se desejamos que os jovens sejam agentes de desenvolvimento local, como empreendedores e inovadores em suas comunidades, é essencial que eles possam crescer e se desenvolver como pessoas de forma segura e menos vulneráveis a violência e riscos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *