ADEL realiza dia de campo sobre Ensilagem em Tejuçuoca


Os produtores de caprinos e ovinos de Tejuçuoca, região Norte do Estado, realizaram no dia 11 de agosto um dia de campo sobre Ensilagem, na propriedade do Sr. Wanderley Braga na comunidade de Alegria – Tejuçuoca/CE.

O maquinário utilizado na realização deste trabalho está contribuindo para o fortalecimento dos produtores familiares. E foram adquiridos recentemente, pela ADEL em parceira com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Associação Comunitária dos Agricultores de Canafístula (ACAC), Prefeitura Municipal de Tejuçuoca e Associação dos Criadores de Tejuçuoca (ACRIA).

A aquisição das máquinas custou R$ 8,5 mil – recurso proveniente do FUNDECI/BNB – e já atendeu 13 agricultores com uma produção de 12,5 toneladas de alimentos. O kit está beneficiando diversos produtores das comunidades de Alegria e Malaquias, conforme agenda definida pela ADEL e Secretaria de Desenvolvimento Rural de Tejuçuoca.

O projeto de Ensilagem recebe o acompanhamento dos técnicos da ADEL e da Secretaria de Desenvolvimento Rural de Tejuçuoca. “A quantidade de ensilagem por produtor depende da demanda existente, ou seja, do tamanho do rebanho caprino ovino”, explica Helano Luz, coordenador técnico do projeto. Ele acrescenta que, além do kit, a ADEL comprou 1.600 m2 de lona, que foram doados aos produtores, que por sua vez, participam com a mão-de-obra no processo de ensilagem.

A iniciativa da ADEL é fazer com que o produtor tenha condições de armazenar forragem para o período de estiagem. A forragem é armazenada em silos cincho. Esta tecnologia permite que o produtor conserve pequenas quantidades de alimentos podendo usar o excedente ou os restos culturais de diversas forrageiras.

O processo de conservação dos alimentos para rebanhos caprinos e ovinos é antigo. No município, com cerca de 13 mil cabeças de caprinos e ovinos, o projeto de conservação de forragens garante o ganho de peso do rebanho e contribui para a melhoria da carne, além do estado sanitário dos animais no período de estiagem.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *