Adel realiza oficina para Grupo LGBTI+ em Fortaleza

Aurigele Alves, nossa Diretora de Programas (ao centro) com os participantes da oficina

Cidadania e Direitos Humanos foi a temática da oficina realizada pela Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) com um Grupo LGBTI+ de Fortaleza, participantes da jornada empreendedora, denominada #PartiuEmpreender, promovida pela Incubadora Tecnológica do Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec).

Conduzida pela Diretora de Programas da Adel, Aurigele Alves, e, pela colaboradora Lelis Duarte, a oficina ocorreu na Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará (prédio do Cine São Luiz) no Centro de Fortaleza, no início deste mês.

A formação além de abordar o tema Cidadania e Direitos Humanos, discutiu a importância do empreendedorismo e do protagonismo como uma estratégia de resistência efetiva no atual cenário de vulnerabilidade e de violação dos direitos humanos. Numa perspectiva atual e contextualizada, a oficina apresentou a atuação de movimentos sociais e documentos que consolidaram uma doutrina dos direitos humanos em todo o mundo, como a Declaração Universal dos Direitos Humanos para dar embasamento ao debate dos participantes.

A comunidade LGBTI+ constitui um grupo vulnerável, alvo de discriminação e preconceitos em todo o país. Mesmo representando 10% da população brasileira (20 milhões de pessoas) são vários os relatos de preconceitos com esse público no mercado de trabalho. Os próprios participantes da oficina manifestaram as dificuldades que enfrentam no dia a dia para acessar esse mercado.

Uma das opções encontradas pela comunidade LGBTI+ para se desenvolver é empreender, ter seu próprio negócio. Infelizmente, ainda há receio de discutir esse assunto nos ambientes mais formais e compreender que a orientação sexual das pessoas não interfere em suas qualidades profissionais.

A temática Cidadania e Direitos Humanos é essencial para promoção do desenvolvimento, pois para alcançarmos um desenvolvimento pleno as diferenças devem ser respeitadas. “Fazer essa discussão nos renova, nos dá força para continuar fazendo a diferença nessa nossa sociedade. Contribuir com o acesso ao conhecimento para todas as pessoas e, em especial, os grupos minoritários é sem sombra de dúvidas algo que nos traz felicidade” destaca a Diretora de Programas da Adel, Aurigele Alves.

Sobre a oficina e a jornada empreendedora

A oficina Cidadania e Direitos Humanos busca trabalhar os conceitos sobre Direitos Humanos numa perspectiva atual e contextualizada para que os participantes tenham uma melhor compreensão e conhecimento sobre o tema. Será realizada em dezesseis cidades do Ceará. As próximas serão em Juazeiro do Norte e Crato no dia 3 de setembro e em Quixeramobim no dia 4 de setembro.

A jornada empreendedora é denominada #PartiuEmpreender e promovida pela Incubadora Tecnológica do Centec. O percurso formativo tem caráter educacional e busca criar um ambiente que ofereça condições às pessoas a desenvolverem seu potencial empreendedor, contribuindo principalmente com o desenvolvimento de uma cultura empreendedora e ao incentivo na criação de novos negócios.

 

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *