Adel realiza workshop em parceria com a consultoria Mais Diversidade e o Itaú

Na última terça-feira, 25, a Adel em parceria com a consultoria Mais Diversidade e o Itaú, realizou o workshop Gestão Financeira de Projetos, facilitado pela Diretora de Programas da organização, Aurigele Alves. O público-alvo era composto por lideranças de oito (8) projetos que foram selecionados no 2º edital LGBT+ Orgulho, uma ação do Itaú e da Mais Diversidade.

O edital LGBT+ Orgulho tem como premissa estimular o poder de transformação da comunidade LGBT+ no Brasil, ao incentivar o desenvolvimento de ações que auxiliem na construção de um ambiente onde segurança, visibilidade e respeito sejam conceitos presentes e garantidos no dia-a-dia.

O workshop conduzido por Aurigele Alves, marcou o início de uma trilha de formação com as lideranças dos projetos selecionados, buscando, sobretudo, ampliar as capacidades de gestão e monitoramento das ações desenvolvidas por eles no âmbito de seus projetos. O momento contou ainda com a participação de Thiago Roveri, Consultor da Mais Diversidade e Kary Visoto, representante da área de Relações Institucionais, Sustentabilidade e Negócios Inclusivos do Itaú.

Workshop Gestão Financeira de Projetos

A capacitação foi realizada através de plataforma online, no modelo de educação à distância (EAD). Ao abordar a temática de gestão financeira de projetos, a Diretora apresentou pontos como: conceito de gestão financeira; execução financeira de projetos; cronograma físico-financeiro; definição de custos fixos e variáveis; relatórios financeiros e prestação de contas. Além disso, foram apresentadas ferramentas aplicadas à gestão financeira de projetos, trazendo experiência prática aplicada durante a atividade.

Para Aurigele, gestão financeira é um tema extremamente importante para qualquer organização, empresa ou projeto, independente do seu tamanho ou foco de atuação. Através da boa gestão é possível fazer o uso e a administração efetiva dos recursos financeiros e prever com antecedência, riscos ou problemas que porventura possam afetar a organização e seus projetos. Somado a isso, a boa gestão dos recursos também viabiliza o crescimento e o fortalecimento da organização.

“Eu acredito que ampliar as interações e a cooperação entre lideranças de projetos voltados para ampliação de acesso e de direitos da população LGBTQI+ é sempre muito importante e estaremos sempre abertos para compartilhar das nossas vivências e experiências, seja em gestão, planejamento, estratégias de sustentabilidade ou em qualquer outro campo de expertise da Adel. A cooperação é o caminho para o fortalecimento das organizações que desenvolvem um importante trabalho no terceiro setor brasileiro”, reforça Aurigele.

Sobre o edital LGBT+ Orgulho

As duas edições do edital LGBT+ Orgulho apoiaram projetos com foco em capacitação profissional e empreendedorismo, educação, esportes, saúde, cultura e artes, que contemplam o respeito e a valorização da diversidade LGBT+ em todo o Brasil. A representatividade regional é fortemente estimulada.

O principal intuito é contar com uma gama diversificada de projetos que representem os diferentes perfis geográficos e culturais do país, assim como a atuação interseccional com outros pilares de diversidade (raça e etnia, gênero, pessoas com deficiência, idade e gerações, refugiados e outros grupos sociais), além de projetos que são conduzidos por pessoas LGBT+.

Nesse último ano, a Adel teve a renovação do fomento para seguir com as atividades do Projeto Diversidade e Empreendedorismo de Jovens Rurais. Vinte (20) jovens LGBTQ+ de cinco municípios do Ceará serão beneficiados. Em 2019, 25 jovens ingressaram no Projeto e já estão empreendendo em suas comunidades.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *