Adel recebe 2ª Visita Técnica e Encontro Formativo do PIPS FIES

Hoje 27/08, a Adel recebeu a visita de Kleber Valadares, da equipe técnica do Programa de Investimento em Programas Sociais do Fundo Itaú Excelência Social (PIPS FIES) para realizar a 2ª Visita Técnica e Encontro Formativo.

Kleber Valadares, da equipe técnica do Programa de Investimento em Programas Sociais do Fundo Itaú Excelência Social (PIPS FIES 2012).

O objetivo da visita era avaliar as ações da Adel e as atividades do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) realizadas com o apoio do PIPS FIES.

Gilderson Junior, monitor educacional e Helano Luz, diretor financeiro da Adel.

A visita faz parte do acompanhamento técnico oferecido às organizações apoiadas pelo FIES, fundo que investe em ações de organizações sociais com apoio da Fundação Itaú Social e parceria técnica do FICAS.

O FICAS é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, fundada em 1997 que acredita que as organizações como a Adel tem um papel fundamental e estratégico nas mudanças e transformações sociais, por conta disso, investe continuamente no fortalecimento destas iniciativas por meio de programas e ações de formação e articulação.

Aurigele Alves, gerente de programas; Elionardo Oliveira, assistente de comunicação e Josy Carla, auxiliar administrativo da Adel. (Da esquerda para a direita).
Aurigele Alves, gerente de programas da Adel.

Segundo Aurigele Alves, gerente de programa da Adel, as atividades de acompanhamento do PIPS FIES tem colaborado bastante para o crescimento dos projetos apoiados. “Encontros como estes são muito importantes para o fortalecimento da organização e das atividades executadas por ela, discutir a importância da avaliação em todos os processos é fundamental para a elaboração de novas estratégias e planos de melhorias do que vem sendo feito”, enfatiza.

O PIPS FIES é uma iniciativa do banco Itaú, implementada com o apoio da Fundação Itaú e parceria técnica do FICAS, que destina 50% da taxa administrativa do fundo para o fortalecimento de organizações da sociedade civil.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *