Aquisição de maquinário visa fortalecer a bovinocultura de leite no Ceará

A Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel), em parceria com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), adquiriu na última semana, dois tipos de equipamentos que visam facilitar e fortalecer o trabalho dos bovinocultores de leite beneficiados pelo Projeto Estruturação da Cadeia Produtiva do Leite, realizado por meio do Programa de Desenvolvimento Territorial (PRODETER) em dois territórios do Ceará (Médio e Baixo Jaguaribe e na região de Sobral).

Cada território recebeu a doação de uma máquina Picadeira de Forragem, capaz de picar entre 2 a 5 toneladas de forragem por hora, com um tamanho de corte entre 3 a 9 milímetros. O outro tipo de equipamento adquirido foi uma Ensacadora de Silagem, com capacidade de ensacamento entre 10 a 11 toneladas de silagem por hora.

Arlene Farias, Secretário de Agricultura de Santana do Acaraú e Vagner Gomes, produtor de leite do município, da esquerda para a direita.

Na região de Sobral, as máquinas ficarão na Unidade de Referência localizada no assentamento Tanques, em Santana do Acaraú e foram recebidas pelo Secretário de Agricultura do município, Arlene Farias. Para os produtores beneficiados na região do Baixo e Médio Jaguaribe, as máquinas ficarão disponíveis na Unidade de Referência localizada na Associação de Fomento a Caprino-ovinocultura e a Bovinocultura do Sítio São Bento no município São João do Jaguaribe. Foram recebidas pelo presidente da Associação, Holanir Cabral.

Holanir Cabral, Coordenador do Comitê Gestor Territorial e presidente da Associação em São João do Jaguaribe; e Océlio Freire, bovinocultor do município, da esquerda para a direita.

Ao todo, 265 produtores de 9 municípios serão beneficiados nos dois territórios. Segundo o Especialista de Projetos da Adel, o Zootecnista Alano Luna, a conservação e o armazenamento de forragem já são conhecidos pela importância na alimentação dos rebanhos de ruminantes, principalmente na época de estiagem e escassez desses alimentos no semiárido.

“Tecnologias são lançadas para facilitar e melhorar o passo a passo dos processos de conservação de forragem. Procedimentos como o corte da planta e a diminuição dessa planta em pequenas partículas é fundamental para uma boa compactação e assim uma boa conservação da forragem na forma de silagem”, destaca Alano. Segundo ele, as máquinas são complementares, já que uma permite o corte dessa forragem em pequenos pedaços e facilita a compactação e armazenamento da mesma em sacos. O que torna o processo de Ensilagem eficiente, resultando numa silagem de qualidade.

Em São João do Jaguaribe, os bovinocultores de leite integrantes do PRODETER já estão atuando coletivamente para usufruir de todos os benefícios do novo maquinário. Eles se organizaram e fizeram uma compra coletiva de mais de 1000 embalagens para o armazenamento da silagem que será produzida por eles.

Sobre o Projeto

O Projeto Estruturação da Cadeia Produtiva do Leite busca contribuir para o aumento da produtividade e da rentabilidade na atividade de bovinocultura de leite nos territórios onde atua. Objetiva ampliar as capacidades técnicas e de gestão das pequenas propriedades rurais; fortalecer as estruturas organizativas para aumentar a efetividade de estratégias de desenvolvimento da atividade econômica; e, difundir entre os produtores conhecimentos, soluções e tecnologias que gerem resultados efetivos em curto e longo prazo.

Um dos eixos do Projeto compreende a difusão de tecnologias e permitiu a implantação de Unidades de Referências em Bovinocultura de Leite nos dois territórios atendidos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *