Adel recebe visita da Ashoka e do Instituto Sertão Vivo

A Adel recebeu na última terça-feira (29/10), em sua sede em Pentecoste, Deise Hajpek, Venture e Fellowship da Ashoka e Carlos Simão, diretor-presidente do Instituto Sertão Vivo, fellow da Rede Ashoka e idealizador do Projeto Pingo D’Água no município de Quixeramobim, sertão do Ceará.

A Ashoka é uma organização mundial, pioneira no campo da inovação social, trabalho e apoio aos empreendedores sociais. É uma das instituições parceiras da Adel, que tem impulsionado o fortalecimento das ações desenvolvidas no semiárido cearense.

Durante a visita eles se reuniram com a equipe da Adel e com jovens empreendedores rurais para compreender melhor como funciona o Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), tecnologia social da instituição. Após a reunião, Deise Hajpek e Carlos Simão visitaram os empreendimentos dos jovens Giliard Gama e Everardo Alves que trabalham com a produção de coco e meliponicultura, respectivamente.

“Ficamos todos impressionados como os jovens empreendedores têm produzido numa realidade onde muitos não conseguem enxergar nada, eles conseguem empreender e mudar uma realidade”, comenta Carlos Simão.

Projeto da Adel é aprovado em edital do ISPN

O projeto “Sertão produtivo e agroecológico” foi uma das iniciativas aprovadas no 17º Edital do Programa de Pequenos Projetos Ecossociais do Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN).

Com esta iniciativa a Adel pretende fortalecer a produção agroecológica de mel de abelhas nativas e incentivar o desenvolvimento comunitário e a conservação da natureza em cinco comunidades rurais nos municípios de Apuiarés e Pentecoste, no Ceará.

Estas comunidades apresentam várias áreas de degradação ambiental e precisam de ações voltadas para o uso e manejo racional dos recursos naturais. A Adel através desta iniciativa e do projeto Convivência com o Semiárido que realiza desde abril, busca contribuir com a promoção da agricultura sustentável e melhorar os níveis de renda no meio rural.

No projeto “Sertão produtivo e agroecológico” os agricultores além de participarem de formações estarão organizando e articulando o processo de comercialização da cadeia produtiva do mel na região.

Confira a lista dos 36 projetos selecionados: http://migre.me/gdgOa

Jovens do Ceará participam do Novos Rurais

Cerca de sessenta jovens dos municípios do Médio Curu (Apuiarés, General Sampaio, Pentecoste e Tejuçuoca) participam desde maio das atividades do Novos Rurais, programa realizado pela Adel no Ceará, em parceria com o Instituto Souza Cruz.

O Novos Rurais tem como objetivo fomentar estratégias de diversificação produtiva e comercial entre os jovens que vivem no campo, e funciona em duas etapas. A primeira tem como foco a formação e a segunda etapa apoia a implantação dos empreendimentos dos jovens.

Jovens que concluíram a primeira etapa do Novos Rurais

Dos sessenta jovens que participam do programa, trinta concluíram a primeira etapa em julho, e os demais iniciaram em agosto o primeiro módulo da formação, que tem como tema “Novo Rural como ambiente – Agricultura Familiar como suporte para empreendimentos de jovens rurais”.

Jovens selecionados para a segunda etapa do Novos Rurais

Para a segunda etapa do programa foram selecionados neste semestre sete jovens que irão receber apoio financeiro para a implantação dos seus empreendimentos. Além dos recursos financeiros foram doados para cada jovem um netbook para auxiliar na gestão do seu negócio rural. Após a formação da nova turma, mais jovens serão selecionados para a segunda etapa.

Jovens que estão na primeira etapa do Novos Rurais 

Para Leandro Oliveira, um dos jovens que está participando da primeira etapa do programa, o Novos Rurais apresenta muitas aprendizagens e oportunidades. “Além de proporcionar o acesso ao conhecimento permite ter acesso a um financiamento inicial e ganhar um netbook para facilitar o inicio da nossa jornada, que é a execução do nosso plano de negócio. Estou com ótimas expectativas pelo o que ainda esta por vir”, afirma entusiasmado.