Jovem inova e cria espaço de estética de unhas

Valéria Rodrigues, 19 anos, reside na comunidade Croatá, São Gonçalo do Amarante. Filha de Valmir Elias e Francisca Sandra, é a mais velha de dois irmãos. Muita dedicada, desde pequena buscou sua autonomia e independência financeira.

Seus pais sempre se empenharam na criação dos filhos. Ambos aprenderam o significado do trabalho muito cedo e de valorizar cada bem conquistado. Apesar da pouca escolaridade, o casal sempre incentivou os filhos a estudar e buscar conhecimento, afirmando que passaram muitas dificuldades por falta dele.

Apesar das dificuldades e da falta de oportunidades em sua comunidade, Valéria concluiu o Ensino Médio aos 17 anos. Ainda no mesmo ano, decidiu se casar e começou uma nova fase de sua vida. Mudou-se para Recife e depois de um ano, infelizmente, terminou o relacionamento e retornou para casa. Apesar de todo o desgaste emocional Valéria voltou mais forte e decidida a empreender em um negócio que aprendeu durante esta jornada, a ser designer de unhas. 

No período que esteve em Recife sentiu a necessidade de ajudar o marido e decidiu fazer uns cursos na área. A atividade era apenas um hobby, mas ela se especializou e começou a cobrar pelo serviço.

De volta à Croatá, Valéria passou a divulgar seu trabalho intitulado de “Vall Nails” e começou a conquistar clientes e fortalecer a vontade de investir no que almejava. Diante do número crescente de demandas observou que era preciso mais produtos e conhecimento em gerenciamento.

Após alguns meses, no primeiro semestre de 2015 soube do curso da Adel, enxergou imediatamente a oportunidade e se inscreveu. Ela foi selecionada e encarou todo o processo formativo. Após a formação, Valéria acessou a linha de crédito disponibilizada pela Adel e investiu em equipamentos e acessórios para desenvolver melhor seu trabalho.

Após dois meses do investimento, Valéria afirma que as clientes de “Vall Nails” estão mais satisfeitas. Antes ela não tinha conforto, nem disponibilizava produtos variados e de qualidade para as clientes. Valéria relata também que o número de clientes duplicou e que está muito feliz com o desenvolvimento do seu trabalho e a visibilidade que tem conquistado em sua comunidade.

“Agradeço muito a Adel pela formação, não só como empreendedora, mas como pessoa. Compreendi a importância de valores e principalmente, da família. Hoje tenho meu próprio negócio graças ao meu empenho e o conhecimento que adquiri no curso.” afirma Valéria.

Valéria Rodrigues é uma das jovens beneficiadas pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) desenvolvido pela Adel, patrocinado pela Petrobras, e apoiado pela Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Jovem cria mercearia e traz melhorias para sua comunidade

Ana Maria é a filha mais velha de nove irmãos, e desde muito cedo dividiu com os pais a responsabilidade de cuidar da família, da casa e da roça. Residente na comunidade de Livramento, localizada aproximadamente a 25 km de São Gonçalo do Amarante, os pais motivaram ela e os irmãos a estudarem mesmo com o pouco acesso à educação.

Entretanto, com apenas quatorze anos e cursando a sexta série Ana Maria mudou completamente seus projetos de vida. Logo que engravidou, parou os estudos e assumiu a responsabilidade de cuidar do filho e de sua casa. Ana conta que apesar das mudanças prematuras, ela e o esposo, Rubens, deram novos rumos as suas histórias.

Bruno (Primo de Ana), José Paulo (Irmão), Junior (Filho), Ana Maria e Rubens (Esposo). 

Com o nascimento dos dois filhos, ela passou a cuidar das crianças e das atividades do lar e Rubens trabalhava fora para adquirir o sustento da família. Após uma década, Ana viu a necessidade de retomar os estudos. Os filhos cresceram e traziam atividades para casa do colégio, mas ela não conseguia ajuda-los devido sua baixa escolaridade.

Assim, ela cursou durante cinco anos o Ensino Fundamental e Médio, e logo após, viu que além de ajudar seus filhos poderia fazer um curso profissionalizante e investir em alguma atividade produtiva. Daí surgiu a vontade de empreender, pois descobriu que agrupar prática, conhecimento e força de vontade poderia lhe trazer bons frutos.

Paralelo a busca de emprego, Ana soube através de uma amiga do curso do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) promovido pela Adel na região. Imediatamente, ela buscou informações, inscreveu-se e foi selecionada. No curso, Ana identificou várias oportunidades em sua comunidade, e optou por investir em um negócio que os moradores tinham mais necessidade. As famílias de Livramento enfrentavam muitas dificuldades para ter acesso aos estabelecimentos comerciais.

“Nasci e cresci nesta comunidade, desde pequena vi as dificuldades devido a acessibilidade, muitas vezes minha mãe se deslocava quatro a seis km a pé para comprar um quilo de açúcar e isso era muito desgastante. Apesar de tudo sempre tive coragem e otimismo por dias melhores, foi então que tive esta grande oportunidade de ajudar minha comunidade, abrir um negócio que além de trazer rentabilidade para minha família estaria facilitando a vida de pessoas que gosto”, enfatiza Ana.

Desse modo, Ana decidiu juntamente com seu esposo montar um mercearia em um dos cômodos de sua casa. Há mais de um mês a mercearia funciona e eles já tiveram mais de 80% de retorno de acordo com seus investimentos. Ana está muito feliz e pretende em breve comprar um frízer, mais prateleiras e ampliar o espaço. Ela afirma que otimizar o espaço e atender bem os clientes é uma estratégia de venda que aprendeu no curso e não esqueceu.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Jovens inspiram outros jovens no Vale do Curu

No dia 28 de maio, os jovens do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) receberam a visita de jovens empreendedores que após participarem do curso empreenderam na região.

Vitor Esteves e Amaury Gomes, empreendedores na área de avicultura; Rayssa Duarte, empreendedora em moda artesanal; e, Elielton Moraes, empreendedor na área de computação gráfica, compartilharam no Centro de Formação, em Sororoca, São Gonçalo do Amarante, suas histórias de vida para a turma de jovens em formação.

Durante o dia, eles contaram aos jovens os motivos que impulsionaram eles a empreender, as tentativas e as oportunidades que eles visualizaram para colocar em prática suas ideias. Vitor ressaltou as diversas tentativas que fez até iniciar seu empreendimentos. Após concluir o Ensino Médio e ingressar no primeiro emprego, se estabilizou por um tempo, mas logo sentiu a necessidade de investir no seu sonho.

Rayssa, Amaury e Elielton, assim como Vitor, encontraram no PJER motivações para colocar em prática suas ideias. Após o Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios eles começaram a trabalhar com ferramentas que ajudaram a colocar em prática os empreendimentos.

Para Rayssa, o curso do PJER foi fundamental na implantação do empreendimento. “Após minha conclusão do curso PJER tive acesso ao crédito do Fundo Veredas onde coloquei em prática meu plano de negócio, o curso foi essencial para que tomasse decisões corretas e me despertasse para algo rentável a minha independência financeira”, enfatiza.

A conversa com os quatro jovens empreendedores foi bastante animadora. Segundo Neto Ribeiro, assessor de formação da Adel, esta atividade motivou os jovens a buscar soluções criativas para seus empreendimentos. “Este é um momento único, pois os jovens se sentem contemplados, se identificam com a realidade destes casos de sucesso e se inspiram para dar continuidade aos seus sonhos que é empreender, ajudar suas comunidades e suas famílias”, afirma .

O Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios possibilita o desenvolvimento das capacidades empreendedoras dos jovens rurais de acordo com suas vocações e contribui com o desenvolvimento da produção familiar no campo.

Este curso é uma ação do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) desenvolvido pela Adel, com o patrocínio da Petrobras, e, apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Encontro de Casos de Sucesso do Programa Território Empreendedor

A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), realizou juntamente com a Adel no Auditório da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante o Encontro de Casos de Sucesso do Programa Território Empreendedor, desenvolvido pela Adel em parceria com a BrazilFoundation, Acreditar e o apoio da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante e Oi Futuro.

O encontro contou com a turma de jovens em formação do programa Território Empreendedor, pais, parceiros, colaboradores e com a equipe da Adel. Foi um momento de muita conversa, troca de experiências e conhecimento.

Os casos de sucesso, das turmas anteriores, Bruno Andrade, Joy Bruno e Jairo Oliveira estiveram presentes e colaboraram bastante, falando sobres suas trajetórias antes, durante e depois do programa, incentivando os jovens a persistirem, a correr atrás de seus objetivos e a serem empreendedores fortes e protagonistas em suas comunidades.

Segundo Joy Bruno, jovem atendido pela Adel, o encontro foi um ótimo momento para apresentarmos nossos sonhos concretizados como empreendedores. “Faço questão sempre de falar da importância e o impacto do curso em minha vida, foram muitas as dificuldades, mas nenhuma me desestimulou, e hoje estou como exemplo que o otimista vence, precisa só fazer o esforço de correr atrás de seus objetivos e estudar, estudar muito, o resto a gente conquista depois”, enfatiza.

O Programa Território Empreendedor é uma tecnologia social realizada pela Adel, em parceria com a BrazilFoundation, Oi Futuro, Acreditar e faz parte do Programa Interagir da Companhia Siderúrgica do Pecém/CSP que busca criar um ecossistema de empreendedorismo socioeconômico na região da CSP.