Projeto Jovem Empreendedor Rural beneficia jovens rurais de São Gonçalo do Amarante

O projeto Jovem Empreendedor Rural desenvolvido desde 2014, como uma reaplicação do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) da Adel, beneficiou jovens do município de São Gonçalo do Amarante, com o patrocínio da Petrobras.

A iniciativa do projeto, que busca assim como o programa contribuir para inclusão socioprodutiva dos jovens rurais nas cadeias de valor da região, beneficiou diretamente 92 jovens de comunidades rurais e semi-rurais de São Gonçalo do Amarante, entre 18 e 29 anos de idade. Os jovens estavam cursando ou já haviam concluído o Ensino Médio e participaram do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios.

Organizado em em três etapas: mapeamento e diagnóstico da economia da região, formação de jovens empreendedores rurais e apoio técnico e gerencial aos jovens na implantação de negócios rurais, o projeto identificou oportunidades e desafios para os jovens empreendedores, ao mesmo tempo que trabalhou com a juventude as oportunidades do município de São Gonçalo do Amarante, que vivencia um período de intensas transformações sociais e econômicas.

Turma 2 – 2015.1

Na primeira etapa do projeto, a Adel conduziu um processo de mobilização e articulação de atores chaves no município para reflexão e avaliação das oportunidades e desafios para o empreendedorismo com jovens rurais. Em seguida, realizou a mobilização, seleção e formação dos jovens através do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios.

Durante o curso os jovens desenvolveram suas capacidades e habilidades para criar, desenvolver e gerir empreendimentos rurais. No total, 78 jovens elaboraram seus planos de negócios e 43 deles já receberam o apoio da Adel com o microcrédito para implantarem seus empreendimentos nas comunidades.

Na terceira e última etapa do projeto, a Adel presta assessoria aos jovens empreendedores mensalmente, presencial e a distância. Os técnicos visitam os jovens e fornecem as orientações necessárias para uma boa prática gerencial. Segundo Aurigele Alves, Diretora de Programas, a continuidade desta etapa do projeto é essencial.

Turma 4 – 2016.1

“Continuaremos, mesmo com o fim do projeto assessorando os jovens com negócios em funcionamento e nosso interesse é possibilitar que os jovens consigam evoluir nos seus negócios e contribuir efetivamente com o desenvolvimento socioeconômico das suas comunidades”, ressalta.

A realização do projeto Jovem Empreendedor Rural em São Gonçalo do Amarante, efetivou a estratégia de expansão do Programa Jovem Empreendedor Rural da Adel para região metropolitana e a realização de novas ações no território. A iniciativa contou com a parceria e o patrocínio da Petrobras, da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante, Fundação Interamericana (IAF), Instituto Oi Futuro, Manos Unidas, Universidade Federal do Ceará e Novos Rurais.

O Programa Jovem Empreendedor Rural, mesmo após a conclusão do projeto segue em São Gonçalo do Amarante. Atualmente, a Adel está realizando mais um Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios com 30 jovens dos municípios de São Gonçalo do Amarante, Paracuru, Umirim, Caucaia e Apuiarés. A previsão é realizar no segundo semestre mais uma turma com o apoio do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal e a Fundação Carrefour.

Jovens participam do quarto módulo do curso empreendedorismo e gestão de negócios

Entre os dias 16 e 20/05, a Adel realizou o quarto módulo do Curso Empreendedorismo e Gestão de Negócios do Programa Jovem Empreendedor Rural no Centro de Formação do Jovem Empreendedor Rural, em Sororoca, São Gonçalo do Amarante.

Vinte e nove jovens de seis municípios cearenses – São Gonçalo do Amarante, Caucaia, Umirim, Paracuru e Apuiarés, participaram da formação. Além de estudarem sobre os eixos temáticos: Matemática Financeira, Contabilidade e Gestão de Custos, os jovens participaram na quinta-feira (19/05), da oficina sobre criação e inovação.

A oficina foi ministrada pela empreendedora e Designer de Produtos Luly Viana, da Saissu, empresa que trabalha com o conceito de consumo consciente e Thiago Cavalli, da ONG Casa do Rio, com sede no município de Careiro, Amazonas.

Luly e Thiago vieram ao Ceará junto com os jovens Tupigá – Arlesson e Florian, público beneficiado da Casa do Rio. O grupo veio conhecer o trabalho da Adel e na oportunidade compartilharam seus conhecimentos e experiências com os jovens do Programa Jovem Empreendedor Rural.

Oficina sobre criação e inovação
Durante a oficina com os jovens empreendedores rurais, Luly Vianna, dona da marca Saissu, empresa que produz produtos totalmente artesanais, contou aos jovens o que lhe motivou a empreender e discutiu como é possível inovar a partir das oportunidades do próprio lugar.
Luly relatou sua trajetória na Saissu e Thiago Cavalli falou dos projetos com a ONG Casa do Rio. As motivações da Luly vieram de uma inspiração cotidiana. “Vi umas tiras de borracha na rua (pneu), e posteriormente, imaginei um homem andando com uma bolsa feita daquele material”.

A partir desta inspiração, Luly começou a despertar o seu interesse por moda e pelas questões ambientais. A Saissu surgiu dessa ideia e ela começou a estudar sobre o descarte e a reciclagem de pneus. “Fiz inúmeras pesquisas para o beneficiamento do produto com o objetivo de reciclar as peças, testando inúmeras vezes, buscando alcançar o melhor produto”. 

Após compartilhar através de fotos os produtos da Saissu Designer e outras ideias de negócio criativas e inovadoras, os facilitadores da oficina – Luly Viana e Thiago Cavalli trabalharam com os jovens a ideia de negócio a partir dos seguintes elementos (cobra grande, ata, mandacaru, vaqueiro) que surgiram durante a apresentação dos jovens. A ideia foi discutir a importância de pensar ideias criativas e inovadoras, valorizando a cultura e tradições locais.

Na tentativa de agregar valor aos produtos e a marca, cada grupo buscou criar uma história para os negócios a partir dos seguintes pontos: 1 – Nome do empreendimento; 2 – Logomarca; 3 – Slogan. A atividade foi bastante dinâmica e criativa. Surgiram 4 ideias de negócios: Barbearia cobra grande, Ovilã, Panificadora Mandacaru e Natus Cosméticos.

Segundo o jovem Marcosuel Bastos, da comunidade de Jardim do Meio, Paracuru, que pretende investir em uma Barbearia, a oficina lhe motivou muito. “A participação do pessoal da Casa do Rio e a oficina foi de um aprendizado imenso, saber de histórias como a da Lully foi muito motivador, é sempre bom conhecer ideias de negócio inovadoras que surgem do nada, e ainda mais quando se preocupa com o meio ambiente, o designer de sua marca simples mais objetiva me fez perceber que o simples também pode ser impactante aos olhos de uma pessoa”.

Apresentação dos jovens

Após apresentação dos jovens, Luly e Thiago ressaltaram a importância de inovar e investir nos estudos. “Muitos desafios virão, mas depende muito da forma de como você os encara, foi longo o percurso até aqui, aprendi a inovar, negociar e principalmente a se reinventar. Fiquem atentos a tudo, toda informação bem interpretada é útil, não deixem passar nada despercebido, invistam nos estudos, aproveitem as tecnologias e fiquem por dentro da moda, é importante está sempre atualizado. Por fim empreendam, sejam donos de seus negócios, é muito bom”, ressaltou Luly.

Este ano, o Programa Jovem Empreendedor Rural da Adel conta com o apoio do Instituto Carrefour, Manos Unidas, Instituto Oi Futuro, Fundação Interamericana, Fundo Caixa Socioambiental e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante, e, com o patrocínio da Petrobras para realização do programa.

Adel realiza oficina com jovens empreendedores

Ontem (05/05), aconteceu a oficina sobre Cooperação e Protagonismo Social com vinte jovens no Centro de Pesquisas Ictiológicas, em Pentecoste. O objetivo foi debater com os jovens como a cooperação e o protagonismo podem colaborar com o desenvolvimento do território.

A oficina abordou a temática – Cooperação e Protagonismo Social e contou com a colaboração de Raquel Ferreira, colaboradora da Adel, e Adriano Batista, diretor executivo. Segundo Adriano, os jovens do semiárido são mais resilientes e capazes de empreender a partir das oportunidades existentes. “Acredito que é possível através da cooperação e do protagonismo colaborar ainda mais com o desenvolvimento das comunidades”, ressalta.

Benedito Barbosa, jovem beneficiado

Na perspectiva de fazer um trabalho proativo e participativo na Cooperativa de Jovens Empreendedores Rurais – Caroá, iniciativa de jovens participantes do Programa Jovem Empreendedor Rural, a oficina apresentou aos jovens conceitos e habilidades que eles podem desenvolver com os cooperados, parceiros e com as comunidades do território.

Para Rayssa Duarte, jovem empreendedora, ela conheceu na oficina o conceito de cooperação. “A oficina foi um momento muito bom de esclarecimentos, vivenciamos através das atividades em equipe e dinâmicas qual o real sentido da cooperação no nosso dia a dia e como podemos aplicar na construção da cooperativa”.

Cooperativa de jovens empreendedores rurais – Caroá

Após participar do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) da Adel e com o objetivo de formar e apoiar outros jovens do território no acesso a políticas públicas de comercialização e fortalecimento da agricultura familiar da região, jovens empreendedores rurais decidiram se unir e criar uma cooperativa que viabilizasse o processo de escoamentos de seus produtos.

Jovens participantes da oficina

Desde o início do ano, os jovens começaram a pensar na constituição da cooperativa e realizar encontros no território. A partir das reuniões, a iniciativa ganhou força com o apoio da Adel e de parceiros.

Atualmente, a Cooperativa de Jovens Empreendedores Rurais – Caroá conta com o apoio da Adel e da BrazilFoundation através do Prêmio de Inovação Comunitária, o qual ficaram entre as 24 melhores iniciativas comunitárias do Brasil.

“A iniciativa se fortalece a cada encontro. São muitas ideias e objetivos traçados, um deles é fortalecer a comercialização e consequentemente termos demandas para os pequenos empreendedores. Estamos organizando e nos preparando para criarmos a cooperativa e favorecer ainda mais o desenvolvimento local das nossas comunidades”, afirma Vitor Esteves, jovem empreendedor beneficiado.

Jovens participantes da oficina

Os jovens que participam da Caroá são beneficiados do Programa Jovem Empreendedor Rural da Adel, que conta este ano, com o apoio do Instituto Carrefour, Manos Unidas, Instituto Oi Futuro, Fundação Interamericana, Fundo Caixa Socioambiental e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante, e, com o patrocínio da Petrobras.

Curso de Marketing para jovens empreendedores rurais

A Adel iniciou o hoje (17/07), no Centro de Pesquisa do DNOCS, em Pentecoste/CE o 1º Curso de Marketing para jovens empreendedores rurais, com o objetivo de discutir estratégias de marketing que impulsionem os negócios rurais dos participantes.

O curso que segue até amanhã (18/07), trabalha os seguintes temas: planejamento de uma estratégia eficaz de marketing; definição de posicionamento e engajamento do público alvo. Temáticas consideradas essenciais para desenvolver um plano de marketing viável e capaz de elevar a produtividade e a renda dos empreendimentos.

Ministrado por Aurenir Luz, coordenadora de comunicação e marketing do Instituto Coração de Estudante, graduada em Gestão em Marketing e pós-graduanda em Gestão Empresarial, o curso aborda ferramentas essenciais para a construção de uma identidade institucional dos empreendimentos dos jovens.

Segundo Neto Ribeiro, jovem empreendedor e articulador da Rede de Jovens Empreendedores Rurais é muito importante o estudo do tema. “O marketing é essencial para manter-se no mercado nos dias de hoje, é preciso trabalhar constantemente, buscando superar as expectativas dos clientes”, relata.

Realizado pela Adel, o curso conta com o apoio da Rede de Jovens Empreendedores Rurais e do Criança Esperança. Na ocasião, uma equipe da TV Globo esteve presente, com o intuito de produzir uma matéria sobre as ações da Adel e do Programa Jovem Empreendedor Rural no Médio Curu.