Inscrições prorrogadas do Prêmio A Nova Cara do Sertão

As inscrições para o 1º Prêmio A Nova Cara do Sertão que dará visibilidade a jovens empreendedores rurais, que superaram os desafios e criaram soluções criativas para desenvolver seus projetos e negócios no meio rural, foram prorrogadas até o dia 09 de maio de 2014.

Durante este período, a equipe da Adel estará disponível para receber as inscrições e tirar possíveis dúvidas dos jovens. O processo de inscrição é gratuito, e ocorre mediante o envio da ficha de inscrição para o e-mail anovacaradosertao@adel.org.br, ou entregues impresso na sede da Adel à Rua Francisco Nunes, 318, Acampamento, Pentecoste.

Todas as informações e o regulamento estão disponíveis no link: http://migre.me/j0KUX.

Nesta edição serão premiados três (03) jovens, a partir dos seguintes critérios: criatividade; mobilização; aprendizado; resiliência; articulação com o desenvolvimento local; visão de futuro e sustentabilidade. Os vencedores vão receber recursos financeiros para investir na melhoria ou expansão do seu negócio, notebooks e tutoria (“mentoring”) em aceleração de comunicação estratégica e marketing.

A entrega dos prêmios acontecerá no dia 29 de maio de 2014, no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), em Fortaleza.

O Prêmio A Nova Cara do Sertão é promovido pela Adel, com o apoio do Instituto Souza Cruz, Oi Futuro, Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Rummos e Movimento Nós Podemos Ceará.

Adel lança o Prêmio A Nova Cara do Sertão

Ontem (07/04), a Adel lançou no Médio Curu, o 1º Prêmio A Nova Cara do Sertão com o objetivo de reconhecer jovens empreendedores rurais da região, que se destacam tanto pelo negócio que empreendem quanto por sua contribuição para o desenvolvimento econômico e social de sua comunidade.

O Prêmio é dirigido aos jovens empreendedores rurais dos municípios do Médio Curu (Apuiarés, General Sampaio, Pentecoste e Tejuçuoca), que possuem ou liderem empreendimentos individuais ou em grupos, formalizados ou não, e participam do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) da Adel.

Segundo Wagner Gomes, um dos sócio-fundadores e diretor executivo da Adel, a criação do prêmio é um desdobramento do trabalho bem sucedido realizado pelo Programa Jovem Empreendedor Rural nos últimos 05 anos no território do Médio Curu. “Queremos valorizar e premiar estes jovens empreendedores rurais, que hoje são exemplos de sucesso e inspiram outras pessoas a empreender no semiárido”, ressalta.

Nesta edição serão premiados três (03) jovens, a partir dos seguintes critérios: criatividade; mobilização; aprendizado; resiliência; articulação com o desenvolvimento local; visão de futuro e sustentabilidade. Os vencedores vão receber recursos financeiros para investir na melhoria ou expansão do seu negócio, notebooks e tutoria (“mentoring”) em aceleração de comunicação estratégica e marketing.

As inscrições para o Prêmio A Nova Cara do Sertão encerram dia 30 de abril de 2014 e se darão pelo envio da ficha de inscrição para o e-mail anovacaradosertao@adel.org.br ou entregues impresso na sede da organização à Rua Francisco Nunes, 318, Acampamento, Pentecoste. Os vencedores receberão seus prêmios no dia 29 de maio de 2014, em evento programado em conjunto com a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), em Fortaleza. 

O Prêmio A Nova Cara do Sertão é realizado pela Adel, com o apoio do Instituto Souza Cruz, Oi Futuro, Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Rummos e Movimento Nós Podemos Ceará. 

Todas as informações e o regulamento estão disponíveis no link: http://migre.me/iHfxy

I Encontro da Rede de Jovens Empreendedores Rurais

A Adel realizou no último sábado (14/09), em Pentecoste, o “I Encontro da Rede de Jovens Empreendedores Rurais”. O evento reuniu cerca de 80 jovens dos municípios de Apuiarés, Pentecoste, General Sampaio e Tejuçuoca, e discutiu a estruturação da Rede e a plataforma virtual.

A Rede de Jovens Empreendedores Rurais tem como propósito mobilizar e engajar jovens de comunidades rurais em uma experiência de compartilhamento, cooperação e aprendizagem sobre os desafios, soluções e boas ideias de empreendimentos e projetos que contribuem para transformar suas realidades.

Atualmente, os jovens que participam da Rede são dos municípios do Médio Curu e do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), mas a ideia é agregar jovens empreendedores rurais de diversos territórios.”Esperamos que não só os jovens que participam ou participaram dos projetos da Adel estejam neste espaço, mas todos os jovens que empreendam na região e deseja interagir entre jovens, empreendedores e possíveis parceiros-investidores dos seus projetos”, esclarece Wagner Gomes, Diretor Executivo da Adel.

Durante o evento os jovens discutiram a importância da Rede e apresentaram dúvidas e sugestões sobre as ferramentas que podem fazer parte do ambiente virtual. Eles enfatizaram o quanto é importante fazer parte da Rede e cooperar entre si.

Para o jovem Marcos Rocha, que reside no Assentamento Chaparral em Tejuçuoca, a Rede é um espaço de muitas aprendizagens. “Este momento de interação entre nós é muito show, e irá trazer muitas aprendizagens e visibilidades para os nossos projetos. Não tenho dúvida de que este espaço construído junto com a Adel vai proporcionar muito sucesso”, enfatiza.

A Rede de Jovens Empreendedores Rurais é uma iniciativa da Adel em parceria com o Instituto Oi Futuro e o Changemakers da Ashoka.

Participe da Rede de Jovens Empreendedores Rurais: http://www.changemakers.com/pt-br/comunidade/juventuderural

Adel seleciona jovens para participar do PJER

Será realizada amanhã (19/07), a partir das 8h, na EEEP Alan Pinho Tabosa, em Pentecoste, a seleção dos jovens que vão participar da Formação Empreendedora do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) no 2º semestre.

Cerca de 100 jovens dos municípios de Apuiarés, General Sampaio, Pentecoste e Tejuçuoca estarão participando da seleção. Destes, somente 30 serão selecionados para participar do Programa.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido desde 2009 pela Adel no semiárido cearense, e é composto por quatro eixos: conhecimento; crédito; redes e tecnologias de informação e comunicação.

O eixo conhecimento engloba a participação dos jovens na Formação Empreendedora que é responsável por possibilitar o desenvolvimento das capacidades empreendedoras dos jovens rurais, de acordo com suas vocações, a partir da formação presencial e da assessoria técnica continuada.

A Formação Empreendedora tem uma carga horária de 720 horas, a serem cumpridas ao longo de 06 meses. Utiliza a pedagogia da alternância que intercala uma semana no Centro de Formação e duas semanas com a família. Após a formação o jovem pode dá continuidade a sua participação no Programa participando das atividades dos demais eixos.

A Formação é realizada pela Adel em parceria com o Criança Esperança, o Programa Novos Rurais e o Fundo Itaú Excelência Social. Conta com o apoio das Prefeituras Municipais de General Sampaio e Tejuçuoca, através das Secretarias de Agricultura.

Médio Curu será foco de rotas de aprendizagem

O diretor executivo Wagner Gomes e a coordenadora do Programa Jovem Empreendedor Rural Aurigele Alves da Adel, estiveram na última segunda-feira (29/04), às 16h, reunidos com o gerente do Instituto Souza Cruz, Luiz André, para discutir a proposta de implantação e execução do projeto Rota de Aprendizagem no Território do Médio Curu, Sertão do Ceará, a fim de integrar ações da Adel com as do Programa Semear – Gestão do Conhecimento em zonas semiáridas do Nordeste brasileiro.

Durante a reunião foi apresentada a metodologia “Rotas de Aprendizagem” desenvolvida pela organização Procasur, parceira técnica do Programa Semear. E construída uma agenda em comum de gestão do conhecimento para identificação de potencialidades nos municípios de Apuiarés, General Sampaio, Pentecoste e Tejuçuoca.

A Adel e o Instituto Souza Cruz firmaram o compromisso de elaborar e enviar, até meados de maio, o mapeamento das experiências relevantes para a construção de Rotas de Aprendizagem do Médio Curu para a aprovação do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). A proposta é que a Rota de Aprendizagem aconteça em outubro deste ano, e contará com apoio do Instituo Souza Cruz.

Segundo Wagner, o propósito da metodologia é oportunizar um processo de fortalecimento das capacidades locais do território. “A nossa participação no programa Rotas de Aprendizagem é muito importante porque insere a Adel e o território do Médio Curu em uma rede de organizações internacionais que são referência no apoio a jovens rurais”, comenta.

SOBRE O PROGRAMA SEMEAR:

O Programa “Semear Conhecimento em zonas semiáridas do Nordeste do Brasil” atua em seis estados nordestinos (Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Sergipe), envolve instituições públicas e privadas, associações de pequenos agricultores, organizações não governamentais, núcleos acadêmicos e de pesquisa.

É executado pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), em parceria com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e apoio da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID).