Adel realiza oficinas do Projeto Sertão Produtivo e Agroecológico

Nos dias 06 e 07 de junho, aconteceu na Fazenda Experimental Vale do Curu, em Pentecoste, oficinas do Projeto Sertão Produtivo e Agroecológico, que reúne meliponicultores das comunidades de Lagoa das Pedras, Vila Soares e Sítio do Meio.

A maioria dos participantes são criadores de abelhas nativas sem ferrão (jandaíra), e tem como objetivo planejar ações coletivas para elevar a produção e fortalecer a atividade na região.

Durante a oficina, os participantes elencaram pontos estratégicos para o desenvolvimento da cadeia produtiva de mel. Com o apoio do educador Edilson da Costa e do zootecnista Jânio Felix, discutiram quais os elementos necessários para criar um ambiente cooperativo e sustentável.

Jânio discutiu com os participantes como é realizada a criação de abelhas em suas propriedades e enfatizou a importância de cuidar da flora, abordando as possíveis maneiras de criar as abelhas sem causar danos ao ambiente.

Na ocasião, Wagner Gomes, economista e diretor executivo da Adel, falou sobre Fundos Rotativos Solidários e discutiu a criação de uma poupança comunitária para a implantação e fortalecimento da produção de mel de abelhas nativas. “Foi um momento de troca de conhecimentos que reuniu pela primeira vez meliponicultores da região do Médio Curu”, enfatiza Wagner.

O Projeto Sertão Produtivo e Agroecológico faz parte das ações da Adel de Convivência com o Semiárido. É realizado em parceria com o Programa de Pequenos Projetos Ecossociais do Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN).

Adel realiza oficina sobre Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação

No último sábado (27/04), aconteceu no Centro Integrado de Tecnologias (CIT) de Sítio do Meio a oficina “Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s) em prol do desenvolvimento local”.

Na oficina foi apresentada a evolução das tecnologias de informação e comunicação e sua importância para o desenvolvimento da sociedade. Nela, foi especificada a necessidade de adaptação das tecnologias a realidade local para que seja útil ao desenvolvimento das comunidades rurais.

Um dos temas trabalhados na oficina foi o modelo da plataforma Conectando Jovens Rurais, que será lançada em breve pela Adel para dá visibilidade aos empreendimentos dos jovens empreendedores rurais. O outro tema da oficina foi à formação de uma equipe local para tratar especificamente do plano de comunicação da comunidade.

Após a apresentação dos temas, os jovens da comunidade de Sítio do Meio, distante 14 km da sede de Pentecoste, elencaram algumas ações de comunicação que julgam necessárias serem realizadas inicialmente. Em seguida, eles discutiram o quanto tem sido importante o uso das ferramentas de informação e comunicação existentes no CIT para as suas vidas e a comunidade em geral.

Com o acesso a telefonia e internet na comunidade, fruto da parceria com a Adel, os jovens enfatizaram que hoje, muitas das atividades que precisavam ir fazer na sede do município podem resolver na comunidade.

Para o jovem Valdenir, o CIT tem sido importante não somente para a juventude local, mas para a comunidade em geral. “Hoje nós fazemos pesquisas aqui mesmo, os estudantes fazem seus trabalhos e alguns serviços como o cadastro na carteira popular para as pessoas da comunidade fazemos aqui”, enfatiza ele.

A oficina faz parte das atividades do projeto Rede de Jovens Empreendedores Rurais, desenvolvido pela Adel em parceria com o Instituto Oi Futuro, que tem o objetivo de possibilitar aos jovens empreendedores rurais o acesso às Tecnologias de Informações e Comunicação (TIC’s).