Projeto Jovem Empreendedor Rural beneficia jovens rurais de São Gonçalo do Amarante

O projeto Jovem Empreendedor Rural desenvolvido desde 2014, como uma reaplicação do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) da Adel, beneficiou jovens do município de São Gonçalo do Amarante, com o patrocínio da Petrobras.

A iniciativa do projeto, que busca assim como o programa contribuir para inclusão socioprodutiva dos jovens rurais nas cadeias de valor da região, beneficiou diretamente 92 jovens de comunidades rurais e semi-rurais de São Gonçalo do Amarante, entre 18 e 29 anos de idade. Os jovens estavam cursando ou já haviam concluído o Ensino Médio e participaram do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios.

Organizado em em três etapas: mapeamento e diagnóstico da economia da região, formação de jovens empreendedores rurais e apoio técnico e gerencial aos jovens na implantação de negócios rurais, o projeto identificou oportunidades e desafios para os jovens empreendedores, ao mesmo tempo que trabalhou com a juventude as oportunidades do município de São Gonçalo do Amarante, que vivencia um período de intensas transformações sociais e econômicas.

Turma 2 – 2015.1

Na primeira etapa do projeto, a Adel conduziu um processo de mobilização e articulação de atores chaves no município para reflexão e avaliação das oportunidades e desafios para o empreendedorismo com jovens rurais. Em seguida, realizou a mobilização, seleção e formação dos jovens através do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios.

Durante o curso os jovens desenvolveram suas capacidades e habilidades para criar, desenvolver e gerir empreendimentos rurais. No total, 78 jovens elaboraram seus planos de negócios e 43 deles já receberam o apoio da Adel com o microcrédito para implantarem seus empreendimentos nas comunidades.

Na terceira e última etapa do projeto, a Adel presta assessoria aos jovens empreendedores mensalmente, presencial e a distância. Os técnicos visitam os jovens e fornecem as orientações necessárias para uma boa prática gerencial. Segundo Aurigele Alves, Diretora de Programas, a continuidade desta etapa do projeto é essencial.

Turma 4 – 2016.1

“Continuaremos, mesmo com o fim do projeto assessorando os jovens com negócios em funcionamento e nosso interesse é possibilitar que os jovens consigam evoluir nos seus negócios e contribuir efetivamente com o desenvolvimento socioeconômico das suas comunidades”, ressalta.

A realização do projeto Jovem Empreendedor Rural em São Gonçalo do Amarante, efetivou a estratégia de expansão do Programa Jovem Empreendedor Rural da Adel para região metropolitana e a realização de novas ações no território. A iniciativa contou com a parceria e o patrocínio da Petrobras, da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante, Fundação Interamericana (IAF), Instituto Oi Futuro, Manos Unidas, Universidade Federal do Ceará e Novos Rurais.

O Programa Jovem Empreendedor Rural, mesmo após a conclusão do projeto segue em São Gonçalo do Amarante. Atualmente, a Adel está realizando mais um Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios com 30 jovens dos municípios de São Gonçalo do Amarante, Paracuru, Umirim, Caucaia e Apuiarés. A previsão é realizar no segundo semestre mais uma turma com o apoio do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal e a Fundação Carrefour.

Jovens participam do quarto módulo do curso empreendedorismo e gestão de negócios

Entre os dias 16 e 20/05, a Adel realizou o quarto módulo do Curso Empreendedorismo e Gestão de Negócios do Programa Jovem Empreendedor Rural no Centro de Formação do Jovem Empreendedor Rural, em Sororoca, São Gonçalo do Amarante.

Vinte e nove jovens de seis municípios cearenses – São Gonçalo do Amarante, Caucaia, Umirim, Paracuru e Apuiarés, participaram da formação. Além de estudarem sobre os eixos temáticos: Matemática Financeira, Contabilidade e Gestão de Custos, os jovens participaram na quinta-feira (19/05), da oficina sobre criação e inovação.

A oficina foi ministrada pela empreendedora e Designer de Produtos Luly Viana, da Saissu, empresa que trabalha com o conceito de consumo consciente e Thiago Cavalli, da ONG Casa do Rio, com sede no município de Careiro, Amazonas.

Luly e Thiago vieram ao Ceará junto com os jovens Tupigá – Arlesson e Florian, público beneficiado da Casa do Rio. O grupo veio conhecer o trabalho da Adel e na oportunidade compartilharam seus conhecimentos e experiências com os jovens do Programa Jovem Empreendedor Rural.

Oficina sobre criação e inovação
Durante a oficina com os jovens empreendedores rurais, Luly Vianna, dona da marca Saissu, empresa que produz produtos totalmente artesanais, contou aos jovens o que lhe motivou a empreender e discutiu como é possível inovar a partir das oportunidades do próprio lugar.
Luly relatou sua trajetória na Saissu e Thiago Cavalli falou dos projetos com a ONG Casa do Rio. As motivações da Luly vieram de uma inspiração cotidiana. “Vi umas tiras de borracha na rua (pneu), e posteriormente, imaginei um homem andando com uma bolsa feita daquele material”.

A partir desta inspiração, Luly começou a despertar o seu interesse por moda e pelas questões ambientais. A Saissu surgiu dessa ideia e ela começou a estudar sobre o descarte e a reciclagem de pneus. “Fiz inúmeras pesquisas para o beneficiamento do produto com o objetivo de reciclar as peças, testando inúmeras vezes, buscando alcançar o melhor produto”. 

Após compartilhar através de fotos os produtos da Saissu Designer e outras ideias de negócio criativas e inovadoras, os facilitadores da oficina – Luly Viana e Thiago Cavalli trabalharam com os jovens a ideia de negócio a partir dos seguintes elementos (cobra grande, ata, mandacaru, vaqueiro) que surgiram durante a apresentação dos jovens. A ideia foi discutir a importância de pensar ideias criativas e inovadoras, valorizando a cultura e tradições locais.

Na tentativa de agregar valor aos produtos e a marca, cada grupo buscou criar uma história para os negócios a partir dos seguintes pontos: 1 – Nome do empreendimento; 2 – Logomarca; 3 – Slogan. A atividade foi bastante dinâmica e criativa. Surgiram 4 ideias de negócios: Barbearia cobra grande, Ovilã, Panificadora Mandacaru e Natus Cosméticos.

Segundo o jovem Marcosuel Bastos, da comunidade de Jardim do Meio, Paracuru, que pretende investir em uma Barbearia, a oficina lhe motivou muito. “A participação do pessoal da Casa do Rio e a oficina foi de um aprendizado imenso, saber de histórias como a da Lully foi muito motivador, é sempre bom conhecer ideias de negócio inovadoras que surgem do nada, e ainda mais quando se preocupa com o meio ambiente, o designer de sua marca simples mais objetiva me fez perceber que o simples também pode ser impactante aos olhos de uma pessoa”.

Apresentação dos jovens

Após apresentação dos jovens, Luly e Thiago ressaltaram a importância de inovar e investir nos estudos. “Muitos desafios virão, mas depende muito da forma de como você os encara, foi longo o percurso até aqui, aprendi a inovar, negociar e principalmente a se reinventar. Fiquem atentos a tudo, toda informação bem interpretada é útil, não deixem passar nada despercebido, invistam nos estudos, aproveitem as tecnologias e fiquem por dentro da moda, é importante está sempre atualizado. Por fim empreendam, sejam donos de seus negócios, é muito bom”, ressaltou Luly.

Este ano, o Programa Jovem Empreendedor Rural da Adel conta com o apoio do Instituto Carrefour, Manos Unidas, Instituto Oi Futuro, Fundação Interamericana, Fundo Caixa Socioambiental e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante, e, com o patrocínio da Petrobras para realização do programa.

Jovem inova e cria espaço de estética de unhas

Valéria Rodrigues, 19 anos, reside na comunidade Croatá, São Gonçalo do Amarante. Filha de Valmir Elias e Francisca Sandra, é a mais velha de dois irmãos. Muita dedicada, desde pequena buscou sua autonomia e independência financeira.

Seus pais sempre se empenharam na criação dos filhos. Ambos aprenderam o significado do trabalho muito cedo e de valorizar cada bem conquistado. Apesar da pouca escolaridade, o casal sempre incentivou os filhos a estudar e buscar conhecimento, afirmando que passaram muitas dificuldades por falta dele.

Apesar das dificuldades e da falta de oportunidades em sua comunidade, Valéria concluiu o Ensino Médio aos 17 anos. Ainda no mesmo ano, decidiu se casar e começou uma nova fase de sua vida. Mudou-se para Recife e depois de um ano, infelizmente, terminou o relacionamento e retornou para casa. Apesar de todo o desgaste emocional Valéria voltou mais forte e decidida a empreender em um negócio que aprendeu durante esta jornada, a ser designer de unhas. 

No período que esteve em Recife sentiu a necessidade de ajudar o marido e decidiu fazer uns cursos na área. A atividade era apenas um hobby, mas ela se especializou e começou a cobrar pelo serviço.

De volta à Croatá, Valéria passou a divulgar seu trabalho intitulado de “Vall Nails” e começou a conquistar clientes e fortalecer a vontade de investir no que almejava. Diante do número crescente de demandas observou que era preciso mais produtos e conhecimento em gerenciamento.

Após alguns meses, no primeiro semestre de 2015 soube do curso da Adel, enxergou imediatamente a oportunidade e se inscreveu. Ela foi selecionada e encarou todo o processo formativo. Após a formação, Valéria acessou a linha de crédito disponibilizada pela Adel e investiu em equipamentos e acessórios para desenvolver melhor seu trabalho.

Após dois meses do investimento, Valéria afirma que as clientes de “Vall Nails” estão mais satisfeitas. Antes ela não tinha conforto, nem disponibilizava produtos variados e de qualidade para as clientes. Valéria relata também que o número de clientes duplicou e que está muito feliz com o desenvolvimento do seu trabalho e a visibilidade que tem conquistado em sua comunidade.

“Agradeço muito a Adel pela formação, não só como empreendedora, mas como pessoa. Compreendi a importância de valores e principalmente, da família. Hoje tenho meu próprio negócio graças ao meu empenho e o conhecimento que adquiri no curso.” afirma Valéria.

Valéria Rodrigues é uma das jovens beneficiadas pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) desenvolvido pela Adel, patrocinado pela Petrobras, e apoiado pela Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

PJER finaliza atividades de formação

No dia 04 de dezembro, a Adel encerrou as atividades do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios, desenvolvido pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), em São Gonçalo do Amarante, Ceará.

A cerimônia de encerramento e entrega de certificados aconteceu no Centro de Formação do Jovem Rural, em São Gonçalo do Amarante. Estiveram presentes os 26 jovens que participaram da formação, os pais e parceiros do Programa.

Durante a cerimônia, Tales Rilton, assessor de formação da Adel, Álvaro Neto, Seplatec – SGA, Adriano Batista, diretor executivo da Adel e a Sra. Patrícia, representando os pais, enfatizaram os desejos que todos possam implementar os seus projetos.

Jovens e participantes do evento

O curso desenvolvido pela Adel teve duração de quatro meses e abordou os temas associativismo, cooperativismo, protagonismo, liderança, empreendedorismo, administração rural, gestão, técnicas produtivas, comercialização, negócios rurais, microfinanças, agregação de valor, cadeias produtivas, sustentabilidade ambiental, governança, participação em redes, arranjos produtivos locais (APLs) e plano de negócio.

Após a conclusão do curso, os jovens recebem apoio técnico e gerencial em campo para implementarem seus planos de negócios e iniciarem seus empreendimentos. Espera-se que todos os empreendimentos tenham êxito e, em breve, aumente a rede de empreendedores do território.

No evento de encerramento do curso, os jovens prestaram seus agradecimentos a Adel e as entidades parceiras através de apresentações, depoimentos e música. Uma das jovens, Thais Oliveira, não conseguiu conter as lágrimas.

Segundo Thais o PJER foi uma grande oportunidade para a sua vida, um espaço de aprendizagem e de muitas amizades. ” Melhor do que ganhar presentes de aniversário, é ser lembrado por pessoas. Melhor ainda, é ser surpreendida por pessoas que lembra da gente, sem exigir nada”, enfatizou.

Thais Oliveira e Hélica Sales, jovens formandas apresentando uma homenagem a turma.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Jovem cria mercearia e traz melhorias para sua comunidade

Ana Maria é a filha mais velha de nove irmãos, e desde muito cedo dividiu com os pais a responsabilidade de cuidar da família, da casa e da roça. Residente na comunidade de Livramento, localizada aproximadamente a 25 km de São Gonçalo do Amarante, os pais motivaram ela e os irmãos a estudarem mesmo com o pouco acesso à educação.

Entretanto, com apenas quatorze anos e cursando a sexta série Ana Maria mudou completamente seus projetos de vida. Logo que engravidou, parou os estudos e assumiu a responsabilidade de cuidar do filho e de sua casa. Ana conta que apesar das mudanças prematuras, ela e o esposo, Rubens, deram novos rumos as suas histórias.

Bruno (Primo de Ana), José Paulo (Irmão), Junior (Filho), Ana Maria e Rubens (Esposo). 

Com o nascimento dos dois filhos, ela passou a cuidar das crianças e das atividades do lar e Rubens trabalhava fora para adquirir o sustento da família. Após uma década, Ana viu a necessidade de retomar os estudos. Os filhos cresceram e traziam atividades para casa do colégio, mas ela não conseguia ajuda-los devido sua baixa escolaridade.

Assim, ela cursou durante cinco anos o Ensino Fundamental e Médio, e logo após, viu que além de ajudar seus filhos poderia fazer um curso profissionalizante e investir em alguma atividade produtiva. Daí surgiu a vontade de empreender, pois descobriu que agrupar prática, conhecimento e força de vontade poderia lhe trazer bons frutos.

Paralelo a busca de emprego, Ana soube através de uma amiga do curso do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) promovido pela Adel na região. Imediatamente, ela buscou informações, inscreveu-se e foi selecionada. No curso, Ana identificou várias oportunidades em sua comunidade, e optou por investir em um negócio que os moradores tinham mais necessidade. As famílias de Livramento enfrentavam muitas dificuldades para ter acesso aos estabelecimentos comerciais.

“Nasci e cresci nesta comunidade, desde pequena vi as dificuldades devido a acessibilidade, muitas vezes minha mãe se deslocava quatro a seis km a pé para comprar um quilo de açúcar e isso era muito desgastante. Apesar de tudo sempre tive coragem e otimismo por dias melhores, foi então que tive esta grande oportunidade de ajudar minha comunidade, abrir um negócio que além de trazer rentabilidade para minha família estaria facilitando a vida de pessoas que gosto”, enfatiza Ana.

Desse modo, Ana decidiu juntamente com seu esposo montar um mercearia em um dos cômodos de sua casa. Há mais de um mês a mercearia funciona e eles já tiveram mais de 80% de retorno de acordo com seus investimentos. Ana está muito feliz e pretende em breve comprar um frízer, mais prateleiras e ampliar o espaço. Ela afirma que otimizar o espaço e atender bem os clientes é uma estratégia de venda que aprendeu no curso e não esqueceu.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios inicia atividades

Trinta jovens de 16 a 32 anos fazem parte da 3ª turma do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios desenvolvido pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), no município de São Gonçalo do Amarante, Ceará.

O Curso iniciou no dia 24 de agosto, no Centro de Formação do Jovem Rural na comunidade de Sororoca, em São Gonçalo do Amarante. Na ocasião, a equipe da Adel, os pais e parceiros desejaram boas vindas aos jovens.

Sandra Macedo, gestora do projeto na Petrobras; Flávia Vianna, do Instituto Oi Futuro, e a Sra. Patrícia, representando os pais dos jovens selecionados, juntamente com Helano Luz Lopes, diretor financeiro da Adel, participaram da mesa de abertura do curso.

Aurigele Alves, gerente programa da Adel; Sandra Macedo, gestora do projeto na Petrobras; Sra. Patrícia, representando os pais dos jovens selecionados; Flávia Vianna, Instituto Oi Futuro e Helano Luz, diretor financeiro da Adel. (Da esquerda para a direita).

O Curso tem duração de quatro meses e inclui oficinas de associativismo, cooperativismo, protagonismo, liderança, empreendedorismo, administração rural, gestão, técnicas produtivas, comercialização, negócios rurais, microfinanças, agregação de valor, cadeias produtivas, sustentabilidade ambiental, governança, participação em redes, arranjos produtivos locais (APLs) e plano de negócio.

Para o diretor financeiro da Adel, Helano Luz Lopes, a finalidade do curso é apresentar aos jovens conhecimentos e ferramentas para que eles possam empreender. “Nós acreditamos no potencial que os jovens têm de empreender e nos comprometemos com os jovens, pais e parceiros a contribuir com a formação de novos empreendedores no território. Além do acesso ao conhecimento, os jovens terão apoio financeiro para implantar os seus negócios e assessoria técnica e gerencial da Adel”, ressaltou.

Helano Luz Lopes, Diretor Financeiro da Adel, cumprimentando os jovens, pais e parceiros

As atividades do curso intercalam entre semanas presenciais no Centro de Formação e o período vivencial dos jovens em suas Unidades Familiares. A metodologia do programa insere o jovem no centro da aprendizagem, possibilitando que os mesmos construam a partir da sua realidade soluções criativas para desenvolver o seu território.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Visita as Unidades Familiares dos jovens do PJER

Entre os dias 13 e 17 de julho, a equipe de formação da Adel visitou as Unidades Familiares dos jovens beneficiados pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), nos municípios de São Gonçalo do Amarante e Caucaia.

A visita aos 24 jovens que estão concluindo o Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios da Adel – primeira etapa do PJER – tem como objetivo conhecer os locais onde serão implantados os empreendimentos e avaliar a viabilidade dos negócios de acordo com os estudos orientados durante a formação.

Após esta visita e conclusão do Curso, os jovens iniciam um segundo ciclo no PJER, no qual eles têm a oportunidade de acessarem crédito orientado para implantarem seus negócios. O acesso ao crédito é uma etapa bastante importante para os jovens, pois é quando eles conseguem efetivamente utilizar os conhecimentos adquiridos na formação e empreender.

Júnior Marinho, jovem do PJER, e seu pai, Sr. Marinho (à esquerda), no seu empreendimento.

Nesta etapa, além do apoio financeiro, os jovens empreendedores contam com assessoria técnica e gerencial da Adel. Os assessores técnicos intensificam o acompanhamento dos jovens em suas Unidades Familiares com o propósito de ajudá-los na fase de implementação dos negócios.

Para a jovem Keilly dos Santos, integrante do Programa, as visitas demonstram o quanto é importante o apoio da Adel no desenvolvimento do seu empreendimento. “A cada visita eu compreendo mais a importância de ser orientada e guiada para a viabilidade do meu negócio. Meu empreendimento ainda é na sala da minha casa, um salão de beleza improvisado, que apesar da simplicidade, tem gerado bastante renda depois que comecei gerenciar direitinho”, afirma.

Keilly Santos, jovem atendida pelo programa, Francisca Barbosa, mãe da jovem e Tales Rilton, assessor de formação da Adel. (Da direita para a esquerda.)

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Adel participa do VII Fórum de Responsabilidade Social da Petrobras

Adel participa do VII Fórum de Responsabilidade Social e das Áreas de Comunicação do Sistema Petrobras Ceará. O evento aconteceu no Auditório da Lubnor em Fortaleza e contou com a participação de várias instituições parceiras.

Estiveram presentes no VII Fórum de Responsabilidade Social diversas instituições com projetos nos quais a Petrobras apoia. A intenção era aproximar essas instituições, pensar em suas ações de forma conjunta. O fórum teve duas palestras que abordava as temáticas família, responsabilidade social, cooperação e comunidade.

  

Segundo Tales Rilton, assessor de formação da Adel, o momento foi muito importante para Adel e de muita troca de experiências. “Foi muito importante para a Adel a participação no evento, porque permitiu a aproximação com outras instituições e assim conhecer as atividades que as mesmas desenvolvem. Também foi um momento de troca de experiências, de fechar parcerias e conhecer outros projetos apoiados pela Petrobras. Todas as instituições puderam enxergar mais de perto a responsabilidade social da Petrobras em apoiar estas organizações. Dentre elas a EDISCA – Escola de Dança e Integração Social para Criança e Adolescente, que trabalha com jovens de comunidades carentes de Fortaleza e nos inspira pela sua seriedade. Por fim fiquei lisonjeado em representar a Adel neste evento e poder ter aprendido e compreendido tanto desta área social que o evento abordava”, afirma.

A Petrobras investe e acredita nas atividades desenvolvidas por instituições como a Adel no semiárido cearense. Estas atividades segundo a organização devem gerar não só desenvolvimento econômico, mas também ampliar a qualidade de vida de toda a sociedade.


Adel inicia atividades do Programa Jovem Empreendedor Rural 2015

A Adel iniciou em abril, as atividades do Programa Jovem Empreendedor Rural do ano de 2015. Uma continuidade das ações com jovens empreendedores da região do Complexo Industrial do Pécem, iniciada em 2014.

Trinta jovens do município de São Gonçalo do Amarante, Ceará, começaram o Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios. O Curso conta conta com uma carga horária de 720 horas distribuídas ao longo de 04 meses. No primeiro módulo do curso são abordados os eixos: empreendedorismo; liderança; habilidades interpessoais; cooperativismo; associativismo; sustentabilidade ambiental e negócios rurais sustentáveis, temáticas indispensáveis na formação dos empreendedores.

Utilizando a metodologia do Aprender Fazendo, que insere o jovem no centro da aprendizagem, a Adel possibilita que os jovens construam a partir da sua realidade soluções criativas para desenvolver o seu território. Na formação, os jovens motivados pelos educadores, aprimoram suas capacidades empreendedoras, de acordo com suas vocações e perspectivas. Durante todo o período formativo, a turma intercala os conhecimentos teóricos com a prática, trabalhando no meio vivencial com a família, os amigos e a comunidade onde reside, suas ideias. 

Na aula inaugural da turma estiveram presentes além dos jovens, familiares, parte da equipe da Adel e parceiros do Programa Jovem Empreendedor Rural. A mesa de abertura foi composta por Sandra Macedo, gestora do projeto na Petrobras; Wagner Gomes, diretor executivo da Adel e Álvaro Neto, secretário executivo de planejamento, tecnologia e inovação de São Gonçalo do Amarante.

Para Rita de Cássia, jovem atendida pela Adel, a experiência está sendo única e engrandecedora. “Minhas expectativas já foram superadas, já aprendi vários assuntos, e não se resumem só as aulas, as novas amizades também tem muito a nos ensinar. Tive muitos problemas a um tempo atrás, meu filho e meu esposo acompanhou todo um percurso doloroso que passei, e ambos enxergam a oportunidade que estou tendo para se recuperar diante do que passamos. Sonho grande, e acredito no meu sucesso, quero montar uma lanchonete e dar a volta por cima, quero juntar conhecimento e experiência de vida e vencer”, relata.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido, desde 2009, pela Adel no semiárido cearense. Desde 2014 conta com o patrocínio da Petrobras por meio do Projeto Jovem Empreendedor Rural, e apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Jovens recebem crédito para empreender

No dia 07 de abril de 2015, a Adel reuniu os jovens que concluíram a primeira etapa do Programa Jovem Empreendedor Rural, para a liberação de crédito do Fundo Veredas.

O Veredas é uma estratégia da Adel para apoiar o desenvolvimento de empreendimentos de jovens no semiárido cearense. O crédito é um dos eixos de atuação do Programa, que consiste em: formação, crédito, acompanhamento técnico e acesso as tecnologias de informação e comunicação.

Na primeira etapa do Programa, os jovens participam do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios, e elaboram ao longo da formação um plano de negócios. Nessa etapa formativa, os jovens são orientados pela Adel na elaboração, estudam a viabilidade econômica e social do empreendimento, e submetem os planos de negócios ao fundo de crédito a fim de implantarem seus negócios em suas comunidades.

Rayssa Duarte, jovem que recebeu apoio financeiro para empreender, enfatiza que o crédito é mais uma oportunidade que a Adel disponibiliza aos jovens para investir em seus sonhos. “O acesso ao crédito do Fundo Veredas irá realizar o que tanto almejo, abrir meu próprio negócio, conquistar minha independência financeira e ajudar minha família. Já realizamos a primeira meta, o conhecimento, agora é tempo de buscar novos projetos e concretizar o que tanto sonhei”, afirma.

O Programa Jovem Empreendedor Rural é desenvolvido pela Adel e patrocinado pela Petrobras, por meio do Projeto Jovem Empreendedor Rural, com o apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.