Adel visita jovens do Programa Jovem Empreendedor Rural

Nos últimos três dias (29 a 31/10), a equipe da Adel visitou as Unidades Familiares dos jovens selecionados para participar da nova turma do Programa Jovem Empreendedor Rural, desenvolvido este ano, pela Adel em parceria com a Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante e a Fundação Interamericana (IAF).

As visitas têm por objetivo conhecer a Unidade Familiar de cada jovem e estabelecer um diálogo com a família, informar como funciona o Programa e convidá-los para acompanhar os jovens na aula inaugural que acontecerá dia 10 de novembro, na Fazenda Experimental do Vale do Curu, Pentecoste (CE).

Esta atividade faz parte da metodologia do programa que ressalta a importância da participação dos familiares no acompanhamento da formação dos jovens. As visitas ocorrerão em outros momentos da formação, com o intuito de garantir a participação e o apoio dos pais aos jovens.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido, desde 2009, pela Adel no semiárido cearense, e busca contribuir com o desenvolvimento da produção familiar no campo, através do acesso ao conhecimento, crédito orientado, assessoria técnica e participação em redes cooperativas.

Novos jovens selecionados para o Programa Jovem Empreendedor Rural

Nos dias 22 e 23/10, a Adel realizou a seleção dos jovens que vão participar da nova turma do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), desenvolvido este ano, pela Adel, com o patrocínio da Petrobras, e apoio da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante e da Fundação Interamericana (IAF).

Os jovens selecionados vão participar, inicialmente, do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios, que possibilita o desenvolvimento das capacidades empreendedoras dos jovens rurais, de acordo com suas vocações, a partir da formação presencial e da assessoria técnica continuada.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido, desde 2009, pela Adel no semiárido cearense, e busca contribuir com o desenvolvimento da produção familiar no campo, através do acesso ao conhecimento, crédito orientado, assessoria técnica e participação em redes cooperativas.

Confira a lista completa dos jovens selecionados: http://migre.me/mvwRf

PJER encerra as atividades do ano com o IV Intercâmbio do Jovem Empreendedor Rural

As atividades do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) se encerram este ano com o IV Intercâmbio do Jovem Empreendedor Rural, que teve início ontem (17/12) e segue até sexta-feira (20/12).

O Intercâmbio é uma oportunidade para os jovens trocarem experiências, conhecerem outras realidades, outras técnicas agrícolas e tecnologias alternativas, que podem ser aplicadas em seus empreendimentos produtivos.

Durante quatro dias, os 30 jovens dos municípios de Apuiarés, Pentecoste, General Sampaio e Tejuçuoca, conhecem de perto empreendimentos com práticas inovadoras desenvolvidas por empreendedores no território do Vale do Curu e Aracatiaçu.

Desde ontem (17/12), os jovens estão acampados no Assentamento Macéio, em Itapipoca, onde conheceram a história de luta dos assentados, o projeto Algas Marinhas coordenado por jovens e a Escola do Campo.

Amanhã (19/12), o grupo vai conhecer a Fábrica de beneficiamento de peixe em São Gonçalo do Amarante, e por último, o Complexo Portuário do Pecém que viabiliza a operação de atividades portuárias e industriais integradas no Estado.

Para Aurigele Alves, coordenadora do Programa, a atividade amplia bastante a visão da turma. “Eles ficam muito estimulados para iniciar seus empreendimentos, pois ao conhecer as experiências veem que apesar das dificuldades é possível alcançar os objetivos desejados. No Intercâmbio eles aumentam a interação entre eles e com outros atores do Território, isso é muito importante”, relata.

O IV Intercâmbio do Jovem Empreendedor Rural é realizado pela Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel), com o apoio do Criança Esperança, Instituto Oi Futuro, Novos Rurais e o Fundo Itaú Excelência Social.

Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social divulga os vencedores hoje

Acontece hoje (19/11), a partir das 19h, em Brasília, a cerimônia de premiação do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social. O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), tecnologia social criada e desenvolvida pela Adel, é a única participante do Ceará, que está entre os seis finalistas, na categoria juventude.

Criado em 2001, o Prêmio certifica como “tecnologia social” metodologias bem-sucedidas, desenvolvidas na interação com a comunidade e que resultem em transformações efetivas na vida das pessoas. Os vencedores receberão prêmios que podem chegar a R$ 80 mil reais para investir nas ações da própria tecnologia.

A participação do PJER no prêmio deixou a equipe da Adel bastante entusiasmada. Apesar do Programa existir há quatro anos, é a primeira vez que o trabalho ganha um reconhecimento deste tipo. Para Aurigele Alves, Coordenadora do Programa, independente do resultado final, a Adel já é vencedora.

“O reconhecimento já aconteceu, acredito que todas as tecnologias finalistas são grandes vitoriosas pelo trabalho e comprometimento na realização de seus projetos que geram muitas transformações sociais”, enfatiza.

Neto Ribeiro, Jovem Empreendedor de Aves Caipira, e Rodrigo Darlan, técnico da Adel

Participam do evento de premiação Aurigele Alves e Wagner Gomes, Coordenadora do Programa e Diretor Executivo da Adel, respectivamente. Ambos, estão desde ontem (18/11), em Brasília, no Encontro de Tecnologias Sociais e Políticas Públicas, promovido pela Fundação Banco do Brasil.

Adel realiza 4ª Semana de Formação do PJER

Entre os dias 14 a 17 de outubro, aconteceu no Centro de Formação, na comunidade rural de Cipó, Pentecoste/CE, as atividades da 4ª Sequência de Formação do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) .

Na 4ª Sequência da Formação Empreendedora foram discutidos os temas: Novas profissões rurais; Diagnóstico local das oportunidades de negócios; Aspectos legais dos negócios rurais; Redes, Cooperação e Arranjos Produtivos Locais (APLs).

Durante a semana, foram realizadas várias oficinas e rodas de conversas. Adriano Batista, coordenador de Protagonismo Estudantil da Secretaria de Educação do Estado (SEDUC) foi um dos colaboradores da turma, que trabalhou os temas: Redes, Cooperação e APLs.

Além das atividades internas no Centro de Formação, os jovens conheceram empreendimentos não agrícolas implantados no município de General Sampaio. Na ocasião, o Secretário do Meio Ambiente de General Sampaio, Cesar Almeida, e o Técnico agrícola, Gerardo Menezes, acompanharam os jovens na visita e trouxeram muitas colaborações para os projetos da turma.

Secretário do Meio Ambiente de General Sampaio, Cesar Almeida, contribuindo com a turma

“Aprendi esta semana várias coisas, tanto com os conteúdos trabalhados quanto nas visitas. Já estou quase apta a fazer o plano de negócio do meu empreendimento. Não vejo a hora”, afirma entusiasmada Gabriela Pinto dos Santos, uma das jovens da turma.

A Formação Empreendedora do PJER é realizada pela Adel em parceria com o Criança Esperança, o Programa Novos Rurais e o Fundo Itaú Excelência Social e conta com o apoio das Prefeituras Municipais de General Sampaio e Tejuçuoca, através das Secretarias de Agricultura.

Equipe de responsabilidade social da Oi visita a Adel

Na última terça-feira (15/10), Filomena Brandão e Eugênia Cabral, da equipe de responsabilidade social da Oi visitaram a Adel. O objetivo da visita foi conhecer as ações do Projeto Rede de Jovens Empreendedores Rurais desenvolvido pela Adel e apoiado pelo Programa Oi Novos Brasis do Instituto Oi Futuro.

Durante a visita, a equipe conheceu o primeiro Centro Integrado de Tecnologias (Cit), implantado pelo projeto, na comunidade de Sítio do Meio; a sede da Adel; e os jovens que estavam participando da Formação Empreendedora do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), no Centro de Formação, em Cipó, ambos no município de Pentecoste.

Reunião na sede da Adel (Wagner Gomes e Helano Luz Lopes – Adel; Eugênia Cabral e Filomena Brandão – Oi)

Participaram de uma reunião com a equipe da Adel, que apresentou as ações da instituição, em especial as atividades realizadas pelo Projeto Rede de Jovens Empreendedores Rurais, e conheceram histórias de jovens empreendedores que participam do PJER.

Na ocasião, as jornalistas Filomena Brandão e Eugênia Cabral conversaram com os jovens da Formação Empreendedora do PJER, que expressaram os empreendimentos que desejam implantar na região e entrevistaram o jovem empreendedor rural Neto Ribeiro.

Visita aos jovens em formação – PJER

Neto é um dos coordenadores do Cit de Sítio do Meio e um dos primeiros jovens do PJER que está ampliando seu empreendimento de aves caipira. Na entrevista, Neto falou dos seus sonhos pessoais e para a comunidade. “Eu quero ampliar meu empreendimento e colaborar para que outros jovens da comunidade tenham mais oportunidades”, enfatiza.

Entrevista com Neto Ribeiro – Cit Sítio do Meio, Pentecoste

O Projeto Rede de Jovens Empreendedores Rurais é uma ação do PJER, apoiado pelo Programa Oi Novos Brasis que tem como objetivo possibilitar aos jovens empreendedores rurais o acesso às Tecnologias de Informações e Comunicação (TIC’s).

PJER é finalista do Prêmio ODM Brasil

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), tecnologia social criada e desenvolvida pela Adel, que oportuniza o desenvolvimento de negócios rurais de jovens empreendedores rurais, é uma das iniciativas finalistas da 5ª Edição do Prêmio Objetivos do Milênio (ODM).

O Prêmio ODM Brasil tem como finalidade incentivar, valorizar e dar maior visibilidade a práticas que contribuam para os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

Nos próximos meses, técnicos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), da Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) e dos Ministérios irão visitar a Adel e conhecer mais de perto a experiência do programa.

Após as visitas técnicas e avaliação dos jurados serão selecionadas 30 iniciativas, cujo resultado será publicado em fevereiro de 2014.

Mais informações: http://www.odmbrasil.gov.br/

Adel realiza 3ª Semana de Formação do PJER

Durante esta semana (23 a 27/09), acontece no Centro de Formação, na comunidade rural de Cipó, Pentecoste/CE, a 3ª semana de formação do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER).

Trinta jovens dos municípios do Médio Curu (Apuiarés, General Sampaio, Pentecoste e Tejuçuoca) estudam sobre o tema Sustentabilidade ambiental e técnicas de convivência com o semiárido.

O uso de cisternas com sistema de boia para lavagem do telhado e com uma bomba d’água, denominada “trampolim”, foi uma das tecnologias de convivência com o semiárido discutida pela turma. Esta tecnologia desenvolvida pelo Centro de Educação Popular e Formação Social (CEPFS), organização da Paraíba, está sendo implantada na região pela Adel em parceria com a Embaixada da Suiça no Brasil e o Banco do Nordeste.

Jovens durante as atividades da formação

Além de participarem de oficinas e palestras os jovens realizam durante a semana atividades práticas e viagens de estudo, oportunidade em que eles conhecem experiências de outros jovens da região. Hoje (26/09) a turma visitou a experiência em meliponicultura e técnicas de convivência com o semiárido do jovem empreendedor rural Everardo Alves, na comunidade de Lagoa das Pedras (Apuiarés/CE).

A Formação Empreendedora faz parte do eixo conhecimento do Programa. É realizada pela Adel este ano em parceria com o Criança Esperança, o Programa Novos Rurais e o Fundo Itaú Excelência Social. Conta com o apoio das Prefeituras Municipais de General Sampaio e Tejuçuoca, através das Secretarias de Agricultura.

I Encontro da Rede de Jovens Empreendedores Rurais

A Adel realizou no último sábado (14/09), em Pentecoste, o “I Encontro da Rede de Jovens Empreendedores Rurais”. O evento reuniu cerca de 80 jovens dos municípios de Apuiarés, Pentecoste, General Sampaio e Tejuçuoca, e discutiu a estruturação da Rede e a plataforma virtual.

A Rede de Jovens Empreendedores Rurais tem como propósito mobilizar e engajar jovens de comunidades rurais em uma experiência de compartilhamento, cooperação e aprendizagem sobre os desafios, soluções e boas ideias de empreendimentos e projetos que contribuem para transformar suas realidades.

Atualmente, os jovens que participam da Rede são dos municípios do Médio Curu e do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), mas a ideia é agregar jovens empreendedores rurais de diversos territórios.”Esperamos que não só os jovens que participam ou participaram dos projetos da Adel estejam neste espaço, mas todos os jovens que empreendam na região e deseja interagir entre jovens, empreendedores e possíveis parceiros-investidores dos seus projetos”, esclarece Wagner Gomes, Diretor Executivo da Adel.

Durante o evento os jovens discutiram a importância da Rede e apresentaram dúvidas e sugestões sobre as ferramentas que podem fazer parte do ambiente virtual. Eles enfatizaram o quanto é importante fazer parte da Rede e cooperar entre si.

Para o jovem Marcos Rocha, que reside no Assentamento Chaparral em Tejuçuoca, a Rede é um espaço de muitas aprendizagens. “Este momento de interação entre nós é muito show, e irá trazer muitas aprendizagens e visibilidades para os nossos projetos. Não tenho dúvida de que este espaço construído junto com a Adel vai proporcionar muito sucesso”, enfatiza.

A Rede de Jovens Empreendedores Rurais é uma iniciativa da Adel em parceria com o Instituto Oi Futuro e o Changemakers da Ashoka.

Participe da Rede de Jovens Empreendedores Rurais: http://www.changemakers.com/pt-br/comunidade/juventuderural

PJER é finalista do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), tecnologia social criada e desenvolvida pela Adel, é um dos 30 finalistas do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social, na categoria juventude.

Concorrendo com 1.011 iniciativas sociais inscritas de todas as regiões do país, o PJER é a única tecnologia social finalista do Ceará. Em quatro anos de atuação, o PJER beneficiou mais de 280 jovens de 45 comunidades no território do Médio Curu (Pentecoste, Apuiarés, General Sampaio e Tejuçuoca).

O PJER oportuniza o desenvolvimento de negócios rurais protagonizados por jovens empreendedores rurais. Oferece serviços de formação técnica e gerencial, assistência técnica, crédito orientado para implantação dos planos negócios, articulação de arranjos produtivos locais e acesso às tecnologias de informação e comunicação.

Confira a lista completa dos finalistas do prêmio aqui.

Sobre o Prêmio

O Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social recebeu, nesta 7ª edição, 1.011 inscrições de iniciativas sociais vindas de todas as regiões do país. Os vencedores deste edição receberão o valor de R$ 80 mil cada um. Nesta edição, os segundos e terceiros colocados de cada categoria também serão premiados com investimentos de R$ 50 mil e R$ 30 mil, respectivamente. No total, serão destinados R$ 800 mil, divididos entre os 15 melhores colocados, para aperfeiçoamento ou reaplicação da tecnologia social. Os finalistas também receberão um ultrabook, além de troféu.

Mais informações: http://www.fbb.org.br/tecnologiasocial/