Adel é vencedora da 5ª edição do Prêmio ODM Brasil

A Adel está entre os 30 vencedores da 5ª edição do Prêmio ODM Brasil com o Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), tecnologia social que oportuniza o desenvolvimento de negócios de jovens empreendedores rurais.

O Prêmio ODM Brasil tem como finalidade incentivar, valorizar e dar maior visibilidade a práticas que contribuam para os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Reuniu nesta 5ª edição 1.090 inscrições, sendo 804 de organizações e 286 de prefeituras. Do total dos inscritos, 65 práticas foram pré-selecionadas e visitadas por um Comitê Técnico do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da Enap.

Após as visitas técnicas e avaliação dos jurados que foi baseada nos seguintes critérios: contribuição para o alcance dos ODM; caráter inovador; possibilidade de tornar-se referência para outras ações similares; perspectiva de continuidade ou replicabilidade; integração com outras políticas; participação da comunidade; existência de parcerias; e manutenção da qualidade nos serviços prestados, foi divulgado ontem (03/04) a lista dos vencedores.

Além da Adel, outras organizações do Ceará foram selecionadas e participarão da Cerimônia de Premiação, durante o evento Arena Social, que acontecerá no período de 21 a 23 de maio, em Brasília.

Veja a lista das organizações selecionadas: http://migre.me/iE4RP

Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social divulga os vencedores hoje

Acontece hoje (19/11), a partir das 19h, em Brasília, a cerimônia de premiação do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social. O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), tecnologia social criada e desenvolvida pela Adel, é a única participante do Ceará, que está entre os seis finalistas, na categoria juventude.

Criado em 2001, o Prêmio certifica como “tecnologia social” metodologias bem-sucedidas, desenvolvidas na interação com a comunidade e que resultem em transformações efetivas na vida das pessoas. Os vencedores receberão prêmios que podem chegar a R$ 80 mil reais para investir nas ações da própria tecnologia.

A participação do PJER no prêmio deixou a equipe da Adel bastante entusiasmada. Apesar do Programa existir há quatro anos, é a primeira vez que o trabalho ganha um reconhecimento deste tipo. Para Aurigele Alves, Coordenadora do Programa, independente do resultado final, a Adel já é vencedora.

“O reconhecimento já aconteceu, acredito que todas as tecnologias finalistas são grandes vitoriosas pelo trabalho e comprometimento na realização de seus projetos que geram muitas transformações sociais”, enfatiza.

Neto Ribeiro, Jovem Empreendedor de Aves Caipira, e Rodrigo Darlan, técnico da Adel

Participam do evento de premiação Aurigele Alves e Wagner Gomes, Coordenadora do Programa e Diretor Executivo da Adel, respectivamente. Ambos, estão desde ontem (18/11), em Brasília, no Encontro de Tecnologias Sociais e Políticas Públicas, promovido pela Fundação Banco do Brasil.

PJER é finalista do Prêmio ODM Brasil

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), tecnologia social criada e desenvolvida pela Adel, que oportuniza o desenvolvimento de negócios rurais de jovens empreendedores rurais, é uma das iniciativas finalistas da 5ª Edição do Prêmio Objetivos do Milênio (ODM).

O Prêmio ODM Brasil tem como finalidade incentivar, valorizar e dar maior visibilidade a práticas que contribuam para os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

Nos próximos meses, técnicos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), da Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) e dos Ministérios irão visitar a Adel e conhecer mais de perto a experiência do programa.

Após as visitas técnicas e avaliação dos jurados serão selecionadas 30 iniciativas, cujo resultado será publicado em fevereiro de 2014.

Mais informações: http://www.odmbrasil.gov.br/

PJER é finalista do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), tecnologia social criada e desenvolvida pela Adel, é um dos 30 finalistas do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social, na categoria juventude.

Concorrendo com 1.011 iniciativas sociais inscritas de todas as regiões do país, o PJER é a única tecnologia social finalista do Ceará. Em quatro anos de atuação, o PJER beneficiou mais de 280 jovens de 45 comunidades no território do Médio Curu (Pentecoste, Apuiarés, General Sampaio e Tejuçuoca).

O PJER oportuniza o desenvolvimento de negócios rurais protagonizados por jovens empreendedores rurais. Oferece serviços de formação técnica e gerencial, assistência técnica, crédito orientado para implantação dos planos negócios, articulação de arranjos produtivos locais e acesso às tecnologias de informação e comunicação.

Confira a lista completa dos finalistas do prêmio aqui.

Sobre o Prêmio

O Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social recebeu, nesta 7ª edição, 1.011 inscrições de iniciativas sociais vindas de todas as regiões do país. Os vencedores deste edição receberão o valor de R$ 80 mil cada um. Nesta edição, os segundos e terceiros colocados de cada categoria também serão premiados com investimentos de R$ 50 mil e R$ 30 mil, respectivamente. No total, serão destinados R$ 800 mil, divididos entre os 15 melhores colocados, para aperfeiçoamento ou reaplicação da tecnologia social. Os finalistas também receberão um ultrabook, além de troféu.

Mais informações: http://www.fbb.org.br/tecnologiasocial/