Adel visita jovens selecionados do Programa Jovem Empreendedor Rural

Entre os dias 08 e 10/03, os assessores de formação da Adel realizaram a primeira visita as famílias dos jovens selecionados para o Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER).

As visitas têm por objetivo conhecer a Unidade Familiar de cada jovem e estabelecer um diálogo com a família, informar como funciona o Programa e convidá-los para acompanhar os jovens na aula inaugural que acontecerá dia 14 de março, no Centro de Formação do Jovem Empreendedor Rural, na comunidade de Sororoca, em São Gonçalo do Amarante.

Marcosuel e Juvelina residem na comunidade de Jardim do Meio – Paracuru, pretendem respectivamente abrir um salão de beleza masculino e um padaria. 

O acompanhamento dos educadores as Unidades Familiares é um meio de garantir que os pais estejam cientes das atividades do Programa. “As visitas às famílias é um dos passos mais importante do PJER, além de poder conhecer os pais de cada jovem, conhecemos a localização de cada unidade familiar, estabelecemos um contato direto com a família tornando comum a responsabilidade do jovem estar inserido na formação do PJER”, enfatiza Aurigele Alves, Gerente do Programa.

Camila Neri reside na sede de Paracuru e pretende abrir uma lanchonete e Tales Rilton, assessor de formação da Adel.
Para Tales Rilton, assessor de formação da Adel, a aproximação da família amplia os resultados do Programa. “Os jovens se sentem mais encorajados a colocar em prática suas ideias empreendedoras”, afirma.
Os jovens selecionados este ano residem em seis municípios do território – Apuiarés, Pentecoste, Paracuru, Umirim, Caucaia e São Gonçalo do Amarante. Ambos vêem no PJER uma oportunidade para colocar suas ideias em prática, empreenderem e conquistar sua autonomia financeira.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio do Instituto Carrefour, Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro, Manos Unidas, Fundo Socioambiental Caixa e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Confira a lista completa dos jovens selecionados e classificáveis – https://drive.google.com

Aula inaugural marca nova fase na vida dos jovens do Programa Jovem Empreendedor Rural

Manhã chuvosa, estradas lameadas e com poças d’águas não desanimaram a nova turma do Programa Jovem Empreendedor Rural. Trinta jovens participaram ontem (14/03), às 9h, no Centro de Formação da Adel, em Sororoca, São Gonçalo do Amarante, da aula inaugural do Programa, que precede o Curso Empreendedorismo e Gestão de Negócios.

A aula inaugural é uma atividade do Programa que reúne a família dos jovens e os parceiros para desejar boas vindas aos novos jovens empreendedores rurais. “É um marco na vida deles, pois têm como desafios iniciais – conviver com pessoas diferentes, ficar distante da família durante as semanas presenciais e compartilhar suas vivências diariamente”, conta Aurigele Alves, diretora de programas da Adel.

Nos próximos quatro meses, essa turma de jovens vai desenvolver suas capacidades empreendedoras, de acordo com suas vocações e perspectivas. O Curso Empreendedorismo e Gestão de Negócios tem uma carga horária de 720 horas aulas e intercala os conhecimentos teóricos com a prática. Eles passam uma semana no Centro de Formação e ficam duas semanas trabalhando no meio vivencial com a família.

Participantes aula inaugural no Centro de Formação, Sororoca, São Gonçalo do Amarante

A metodologia trabalhada no Programa possibilita que o jovem ao longo do curso compartilhe e aprimore junto com a família sua ideia empreendedora para que ao final do curso apresente um plano de negócio viável do empreendimento. 

Apostando que o componente acesso ao conhecimento é essencial para o sucesso dos empreendimentos dos jovens o diretor executivo da Adel, Adriano Batista, destacou para os jovens, pais e parceiros no evento que o Curso Empreendedorismo e Gestão de Negócios possibilita o acesso aos conteúdos básicos para iniciar uma jornada empreendedora.

“É um prazer enorme presenciar esse momento tão especial e importante para os 30 jovens e suas famílias. Tenho convicção de que os jovens do programa estão dando uma nova cara ao sertão e gerando renda e sustentabilidade em suas comunidades. E acredito que esta nova turma terá muito êxito em seus projetos. Desde que foi criado, o programa beneficiou mais de 630 jovens e cerca de 187 empreendimentos de jovens rurais foram implementados no território”, afirmou Adriano.

O diretor executivo disse ainda que o programa amplia a visão empreendedora e abre portas para a juventude. “Ao ingressar no programa, cada jovem tem oportunidades reais de colocar o seu sonho em prática e o apoio de toda nossa equipe e dos nossos parceiros”. Ele ressaltou a trajetória da Adel e motivou os jovens através da sua história e dos demais jovens que empreenderam junto com ele em 2007 na criação da agência.

Sra. Maria dos Prazeres, representante dos pais; Adriano Batista, diretor executivo Adel, Álvaro Neto, Secretário SEPLATEC/São Gonçalo do Amarante; Tales Rilton, assessor de formação da Adel (da esquerda para direita)

Na cerimônia, Tales Rilton, assessor de formação da Adel, Álvaro Neto, da Secretaria de Planejamento, Ciência, Tecnologia e Inovação – SEPLATEC, São Gonçalo do Amarante, e a Sra. Maria dos Prazeres, representando os pais, enfatizaram os desejos que todos possam ter muito sucesso no programa e implementem seus projetos.

Este ano, a Adel conta com o apoio do Instituto Carrefour, Manos Unidas, Instituto Oi Futuro, Fundação Interamericana, Fundo Caixa Socioambiental e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante, com o patrocínio da Petrobras para realização do Programa.

Seleção dos jovens

Cerca de 150 jovens se inscreveram para o Programa Jovem Empreendedor Rural e participaram entre os dias 27/01 e 29/02. A seleção acontece a partir da inscrição dos jovens.

A equipe da Adel utiliza como parâmetro de avaliação a ficha de inscrição, entrevistas, ideia empreendedora apresentada pelos jovens e dinâmicas em equipe. Entre os dias 02/03 e 04/03, a Adel entrevistou os jovens em seis comunidades e na sede da Adel com o objetivo de apresentar o Programa e conhecer suas ideias empreendedoras.

Após a realização da entrevista foi divulgado a lista dos candidatos classificados e classificáveis. Os selecionados receberam após esta etapa a visita da equipe da Adel em suas residências. Confira os selecionados: https://drive.google.com

Apoio das famílias

Compreendendo que a família tem um papel importante na formação empreendedora dos jovens, a Adel realizou entre os dias 08 e 10/03, a primeira visita as famílias dos jovens. O objetivo desta visita foi conhecer a Unidade Familiar de cada jovem e estabelecer um diálogo com a família, informar como funciona o Programa e convidá-los para acompanhar os jovens na aula inaugural.

O acompanhamento da equipe da Adel às famílias é um meio de garantir que os pais estejam cientes das atividades do Programa. “As visitas às famílias é um dos passos mais importante do PJER. Além de poder conhecer os pais de cada jovem, conhecemos a localização de cada unidade familiar, estabelecemos um contato direto com a família tornando comum a responsabilidade do jovem estar inserido na formação do programa”, conta Aurigele Alves, diretora de programa.

As visitas também é uma maneira de motivar os jovens a vencer os desafios no momento de empreender. Segundo Tales Rilton, assessor de formação da Adel, “os jovens se sentem mais encorajados a colocar em prática suas ideias empreendedoras”.

Novos empreendedores

Os trinta jovens selecionados este ano no Programa residem em 18 comunidades de seis municípios do território – Apuiarés, Pentecoste, Paracuru, Umirim, Caucaia e São Gonçalo do Amarante.

As ideias de empreendimentos dos jovens são bastante diversas. Eles desejam criar em suas comunidades padarias, lanchonetes, gráficas, lojas de produtos eletrônicos, produção de aves e hortaliças orgânicas, entre outros.

Thais Maria, 17, da comunidade de Tabuleiro, Apuiarés, sonha em expandir o negócio da família. Ela conta que sempre ajudou a mãe nas atividades da pequena lanchonete. “Com os conhecimentos adquiridos no curso quero ajudar mais minha mãe e ampliar o empreendimento”, enfatiza.

Gabriella Brito, 21, de Icaraí, Caucaia, deseja criar um salão de beleza para mulheres negras. A proposta da jovem é oferecer além dos cuidados com cabelos, maquiagem e manicure. “Quero atender as clientes em suas residências e vê com elas como lidar com sua própria beleza. O problema da maioria dos salões hoje é que não sabem lidar com a beleza negra e querem sempre adaptar a um outro tipo de cabelo”, ressalta. 

Maria Flaviane, 17, comunidade de Genipapero, São Gonçalo do Amarante, desde pequena buscou sua autonomia. Através de uma amiga soube do Programa Jovem Empreendedor Rural e enxergou como uma grande oportunidade. “Quero empreender, abrir um negócio e se destacar na minha comunidade”, afirma. A ideia de Flaviane é abrir uma loja de roupas e sapatos, mas reconhece que é preciso analisar se é viável.

Jovens Letícia, Vanessa, Alessandra, Edvirgem, Brena, Thais e Flaviane fazem parte da nova turma do Programa e desejam torna-se empreendedoras (da esquerda para a direita)

Resultado final do Programa Jovem Empreendedor Rural está disponível

A Adel divulga o resultado da seleção para o Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER). Os 150 jovens que se inscreveram para o Programa podem conferir a lista dos candidatos aprovados e classificáveis na sede da Adel e na Internet, através do blog – http://blogdaadel.blogspot.com.br/

Os candidatos classificados vão receber esta semana a visita da equipe da Adel e devem comparecer ao Centro de Formação do Jovem Empreendedor Rural, em Sororoca, São Gonçalo do Amarante, no dia 14 de março, para participar da aula inaugural da turma e da primeira semana do Curso Empreendedorismo e Gestão de Negócios.

Os candidatos classificáveis podem ser convocados pela equipe da Adel nos próximos dias, caso exista alguma desistência de outro jovem.

O Curso Empreendedorismo e Gestão de Negócios, primeira etapa do Programa, tem uma carga horária de 720 horas aulas, cumpridas ao longo de 04 meses. Após esta etapa, os jovens implementam seus planos de negócios, podem acessar microcrédito e recebem assessoria técnica gerencial da Adel.

Os jovens selecionados este ano residem em seis municípios do território – Apuiarés, Pentecoste, Paracuru, Umirim, Caucaia e São Gonçalo do Amarante. Ambos vêem no PJER uma oportunidade para colocar suas ideias em prática, empreenderem e conquistar sua autonomia financeira. “Alguns já desenvolvem alguma atividade na comunidade, mas não tem acesso as ferramentas de gestão, e isso eles acreditam que o Programa pode proporcionar”, conta Evilene Abreu, Diretora de Comunicação da Adel.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio do Instituto Carrefour, Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro, Manos Unidas, Fundo Socioambiental Caixa e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.
Confira a lista completa dos jovens selecionados e classificáveis – 

Adel abre inscrições para o Programa Jovem Empreendedor Rural

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), destinado para jovens com idade entre 16 e 32 anos, que concluíram o Ensino Médio e desejam empreender.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é uma tecnologia social desenvolvida pela Adel desde 2009, que busca contribuir com a inclusão socioprodutiva e permanência no campo da juventude rural, para que eles sejam atores de transformações sociais e econômicas em suas comunidades.

A estratégia de atuação do PJER, consiste na aliança entre 04 (quatro) componentes: acesso ao conhecimento, crédito orientado, apoio no fortalecimento organizativo e acesso as tecnologias de informação e comunicação.

Ao ingressar no PJER, os jovens participam do Curso Empreendedorismo e Gestão de Negócios, que integra o primeiro eixo do programa, e recebem assessoria técnica e gerencial na elaboração de um plano de negócio do seu empreendimento.

Turma de jovens do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios – 2015.1

O Curso acontece no Centro de Formação do Jovem Rural, na comunidade de Sororoca, São Gonçalo do Amarante. A carga horária é de 720 horas, dividida entre o tempo formativo e vivencial dos jovens, com início no dia 14 de março.

O PJER conta com o patrocínio da Petrobras, e apoio do Instituto Carrefour, Fundação Interamericana, Instituto Oi Futuro, Manos Unidas, Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante e Fundo Socioambiental Caixa.

Inscrições

Seguem até o dia 26 de fevereiro e podem ser realizadas através do formulário eletrônico (http://migre.me/sTn41), na sede da Adel (Rua Francisco Nunes, 318, Pentecoste), nas secretarias de juventude e agricultura, e nos sindicatos dos trabalhadores rurais dos municípios de Apuiarés, Pentecoste, General Sampaio, Tejuçuoca, Umirim, São Gonçalo do Amarante, Caucaia, Paracuru ou São Luís do Curu.

Poderão se inscrever jovens com idade entre 16 e 32 anos, que concluíram o Ensino Médio e residem nos municípios de Apuiarés, Pentecoste, General Sampaio, Tejuçuoca, Umirim, São Gonçalo do Amarante, Caucaia, Paracuru ou São Luís do Curu.

Consultor da IAF visita Adel

Com o objetivo de acompanhar as atividades do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), o consultor da Fundação Interamericana, Everaldo Costa, foi recebido, na última quinta-feira (28/01), pela equipe da Adel, no Centro de Formação do Jovem Rural, em Sororoca, São Gonçalo do Amarante/CE.

As duas organizações mantêm sólida parceria desde 2014, quando a IAF estabeleceu apoio ao Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER). Desde então, 90 jovens foram beneficiados com o Programa, ampliando o número de empreendedores no território. Cerca de 40 negócios estão em fase de implantação gerando oportunidade e renda para juventude.

Durante a visita, Everaldo Costa, conversou com o Diretor Executivo, Adriano Batista, a Diretora de Programas, Aurigele Alves, técnicos do projeto e jovens beneficiários. A primeira conversa aconteceu com os jovens que estavam reunidos no Centro de Formação discutindo os desafios da formação empreendedora e a implementação de negócios rurais.
Equipe Adel, jovens beneficiários e Everaldo Costa
Em seguida, ele visitou os empreendimentos dos jovens Vitor Esteves, Benedito Alves e Ana Maria. Ambos, respectivamente, empreenderam na área de fruticultura, avicultura e comércio. Vitor viu no PJER a oportunidade de tornar a propriedade familiar um negócio rural, Benedito apostou que a criação de aves caipira poderia gerar renda e Ana Maria decidiu juntamente com seu esposo montar uma mercearia em um dos cômodos de sua casa.
Para Everaldo Costa, as ações desenvolvidas pela Adel através do Programa são imprescindíveis para a juventude rural. “Minha percepção na visita só confirma que tudo que a Adel estar fazendo é muito bacana e importante para o jovem rural dessa região”, afirma.
O jovem Benedito Alves e o consultor da IAF, Everaldo Costa, em visita ao empreendimento de aves caipira
Em 2016 novos jovens serão beneficiados. Atualmente, a equipe da Adel está analisando novos planos de negócios que poderão ser apoiados pela instituição e mobilizando jovens dos municípios de Apuiarés, Pentecoste, General Sampaio, Tejuçuoca, Umirim, Paracuru, São Gonçalo do Amarante, Caucaia e São Luis do Curu para participarem do Programa. 

Jovem inova e cria espaço de estética de unhas

Valéria Rodrigues, 19 anos, reside na comunidade Croatá, São Gonçalo do Amarante. Filha de Valmir Elias e Francisca Sandra, é a mais velha de dois irmãos. Muita dedicada, desde pequena buscou sua autonomia e independência financeira.

Seus pais sempre se empenharam na criação dos filhos. Ambos aprenderam o significado do trabalho muito cedo e de valorizar cada bem conquistado. Apesar da pouca escolaridade, o casal sempre incentivou os filhos a estudar e buscar conhecimento, afirmando que passaram muitas dificuldades por falta dele.

Apesar das dificuldades e da falta de oportunidades em sua comunidade, Valéria concluiu o Ensino Médio aos 17 anos. Ainda no mesmo ano, decidiu se casar e começou uma nova fase de sua vida. Mudou-se para Recife e depois de um ano, infelizmente, terminou o relacionamento e retornou para casa. Apesar de todo o desgaste emocional Valéria voltou mais forte e decidida a empreender em um negócio que aprendeu durante esta jornada, a ser designer de unhas. 

No período que esteve em Recife sentiu a necessidade de ajudar o marido e decidiu fazer uns cursos na área. A atividade era apenas um hobby, mas ela se especializou e começou a cobrar pelo serviço.

De volta à Croatá, Valéria passou a divulgar seu trabalho intitulado de “Vall Nails” e começou a conquistar clientes e fortalecer a vontade de investir no que almejava. Diante do número crescente de demandas observou que era preciso mais produtos e conhecimento em gerenciamento.

Após alguns meses, no primeiro semestre de 2015 soube do curso da Adel, enxergou imediatamente a oportunidade e se inscreveu. Ela foi selecionada e encarou todo o processo formativo. Após a formação, Valéria acessou a linha de crédito disponibilizada pela Adel e investiu em equipamentos e acessórios para desenvolver melhor seu trabalho.

Após dois meses do investimento, Valéria afirma que as clientes de “Vall Nails” estão mais satisfeitas. Antes ela não tinha conforto, nem disponibilizava produtos variados e de qualidade para as clientes. Valéria relata também que o número de clientes duplicou e que está muito feliz com o desenvolvimento do seu trabalho e a visibilidade que tem conquistado em sua comunidade.

“Agradeço muito a Adel pela formação, não só como empreendedora, mas como pessoa. Compreendi a importância de valores e principalmente, da família. Hoje tenho meu próprio negócio graças ao meu empenho e o conhecimento que adquiri no curso.” afirma Valéria.

Valéria Rodrigues é uma das jovens beneficiadas pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) desenvolvido pela Adel, patrocinado pela Petrobras, e apoiado pela Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

PJER finaliza atividades de formação

No dia 04 de dezembro, a Adel encerrou as atividades do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios, desenvolvido pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), em São Gonçalo do Amarante, Ceará.

A cerimônia de encerramento e entrega de certificados aconteceu no Centro de Formação do Jovem Rural, em São Gonçalo do Amarante. Estiveram presentes os 26 jovens que participaram da formação, os pais e parceiros do Programa.

Durante a cerimônia, Tales Rilton, assessor de formação da Adel, Álvaro Neto, Seplatec – SGA, Adriano Batista, diretor executivo da Adel e a Sra. Patrícia, representando os pais, enfatizaram os desejos que todos possam implementar os seus projetos.

Jovens e participantes do evento

O curso desenvolvido pela Adel teve duração de quatro meses e abordou os temas associativismo, cooperativismo, protagonismo, liderança, empreendedorismo, administração rural, gestão, técnicas produtivas, comercialização, negócios rurais, microfinanças, agregação de valor, cadeias produtivas, sustentabilidade ambiental, governança, participação em redes, arranjos produtivos locais (APLs) e plano de negócio.

Após a conclusão do curso, os jovens recebem apoio técnico e gerencial em campo para implementarem seus planos de negócios e iniciarem seus empreendimentos. Espera-se que todos os empreendimentos tenham êxito e, em breve, aumente a rede de empreendedores do território.

No evento de encerramento do curso, os jovens prestaram seus agradecimentos a Adel e as entidades parceiras através de apresentações, depoimentos e música. Uma das jovens, Thais Oliveira, não conseguiu conter as lágrimas.

Segundo Thais o PJER foi uma grande oportunidade para a sua vida, um espaço de aprendizagem e de muitas amizades. ” Melhor do que ganhar presentes de aniversário, é ser lembrado por pessoas. Melhor ainda, é ser surpreendida por pessoas que lembra da gente, sem exigir nada”, enfatizou.

Thais Oliveira e Hélica Sales, jovens formandas apresentando uma homenagem a turma.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Jovens participam de Workshop de Inovação e visitam o Banco Palmas

Na semana de formação do 5º módulo do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios do Programa Jovem Empreendedor Rural, no período de 16 a 20 de novembro, os jovens participaram do Workshop de Inovação Social e Inovação Sustentável e visitaram o Banco Palmas.

Ambas as atividades aconteceram no dia 19 de novembro, em Fortaleza. Durante a manhã os jovens acompanhados da equipe da Adel, visitaram a sede do Banco Palmas, o primeiro banco comunitário do país, criado em 1998, no Conjunto Palmeira, periferia de Fortaleza.

A visita foi uma oportunidade dos jovens conhecerem as estratégias do Banco Palmas e os empreendimentos criados no próprio bairro, a partir do apoio do Palmas.  Eles ouviram da equipe do Banco do Palmas como eles trabalham na prática com os temas que eles estudam no curso – inovação; gerenciamento de riscos; logística de comercialização e boas práticas de produção.

Jovens conhecendo a história do Banco Palmas

Após a visita no Banco Palmas, os jovens seguiram para o Seminário o Workshop de Inovação Social e Inovação Sustentável na Faculdade de Economia, da Universidade Federal do Ceará (UFC). Wagner Gomes, da Adel, foi um dos palestrantes do Workshop e apresentou o caso da Adel.

Além do caso da Adel, aconteceu duas palestras sobre Inovação Social e Inovação Sustentável, com os professores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Dra. Tania Nunes Silva e Dr. Eugenio Ávila Predrozo, respectivamente.

A experiência do Banco Palmas também foi compartilhada no Workshop, juntamente com o Instituto Tecnológico e Vocacional Avançado – Iteva e Selletiva, que atua na área de tecnologias. O Iteva é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP situado em Aquiraz/CE, que desenvolve programas e projetos de produção científica, difusão tecnológica e capacitação técnica.

Participantes do Workshop

O Workshop de Inovação Social e Inovação Sustentável foi organizado pelo InoS, grupo de pesquisa em inovação e sustentabilidade, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Administração e Controladoria (PPAC) da UFC e coordenado pelo Prof. José Carlos Lázaro.

Durante a apresentação do Caso da Adel, Neto Ribeiro, monitor educacional do PJER e um dos primeiros jovens beneficiados pela Adel compartilhou sua experiência. 
Neto Ribeiro, Adel e Wagner Gomes, Adel.

Para Neto, as atividades realizadas com jovens neste dia foram muito importante. “Experiências como essa, incentiva o desenvolvimento das capacidades empreendedoras dos jovens. Eles se empoderam de conhecimentos práticos através das palestras inspiradores assistidas no Workshop e aplicam em suas comunidades”, enfatizou.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Adel recebe visita da Fundação Interamericana (IAF)

Hoje 16/11, a Adel recebeu a visita de David Fleischer da Fundação Interamericana (IAF) para acompanhar as atividades do projeto apoiado pela organização no território cearense.

A Adel é uma das organizações apoiadas pela IAF no país para desenvolver ações voltadas para melhorar a qualidade de vida das pessoas e a fortalecer as práticas democráticas e sociais.

Empreendimento gráfica rápida do jovem Elielton Morais, beneficiado pelo projeto.
 A Fundação Interamericana (IAF), é um órgão independente do governo dos Estados Unidos. Tem como missão, em cooperação com organizações privadas regionais e internacionais, reforçar os vínculos de amizade e compreensão entre os povos, apoiando iniciativas de autoajuda destinadas a aumentar as oportunidades de desenvolvimento individual, incentivando a participação eficaz das pessoas no processo de desenvolvimento.

Wagner Gomes, Adel, Elielton Morais, beneficiado e David Fleischer, IAF.
Durante todo o dia David pode conhecer mais de perto as atividades desenvolvidas pela Adel, visitou empreendimentos implantados de jovens beneficiados pelo projeto e também o Centro de Formação do Jovem Empreendedor Rural na comunidade de Sororoca, em São Gonçalo do Amarante, no qual pode conversar com jovens da turma em formação e trocar experiências. 

Turma 2015.2, jovens beneficiados pelo projeto. 

A educação e a capacitação são os elementos principais da maioria dos projetos apoiados pela IAF.
O projeto desenvolvido pela Adel apoiado pela IAF, prioriza a formação de jovens empreendedores rurais e a implantação de negócios rurais em suas comunidades. 

Empreendimento de avicultura do jovem Vitor Esteves, jovem beneficiado pelo programa.
Neto Ribeiro, Adel, Vitor Esteves, beneficiado, Rhaissa Duarte, beneficiada e David Fleischer, IAF.
A Adel atua há 08 anos em prol do desenvolvimento econômico local, com foco na juventude, empreendedorismo e cooperativismo no semiárido cearense. A cada dia, a Adel, vem conquistando a credibilidade de colaboradores nacionais e internacionais comprovando o êxito do desenvolvimento local no campo.

Jovem cria mercearia e traz melhorias para sua comunidade

Ana Maria é a filha mais velha de nove irmãos, e desde muito cedo dividiu com os pais a responsabilidade de cuidar da família, da casa e da roça. Residente na comunidade de Livramento, localizada aproximadamente a 25 km de São Gonçalo do Amarante, os pais motivaram ela e os irmãos a estudarem mesmo com o pouco acesso à educação.

Entretanto, com apenas quatorze anos e cursando a sexta série Ana Maria mudou completamente seus projetos de vida. Logo que engravidou, parou os estudos e assumiu a responsabilidade de cuidar do filho e de sua casa. Ana conta que apesar das mudanças prematuras, ela e o esposo, Rubens, deram novos rumos as suas histórias.

Bruno (Primo de Ana), José Paulo (Irmão), Junior (Filho), Ana Maria e Rubens (Esposo). 

Com o nascimento dos dois filhos, ela passou a cuidar das crianças e das atividades do lar e Rubens trabalhava fora para adquirir o sustento da família. Após uma década, Ana viu a necessidade de retomar os estudos. Os filhos cresceram e traziam atividades para casa do colégio, mas ela não conseguia ajuda-los devido sua baixa escolaridade.

Assim, ela cursou durante cinco anos o Ensino Fundamental e Médio, e logo após, viu que além de ajudar seus filhos poderia fazer um curso profissionalizante e investir em alguma atividade produtiva. Daí surgiu a vontade de empreender, pois descobriu que agrupar prática, conhecimento e força de vontade poderia lhe trazer bons frutos.

Paralelo a busca de emprego, Ana soube através de uma amiga do curso do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) promovido pela Adel na região. Imediatamente, ela buscou informações, inscreveu-se e foi selecionada. No curso, Ana identificou várias oportunidades em sua comunidade, e optou por investir em um negócio que os moradores tinham mais necessidade. As famílias de Livramento enfrentavam muitas dificuldades para ter acesso aos estabelecimentos comerciais.

“Nasci e cresci nesta comunidade, desde pequena vi as dificuldades devido a acessibilidade, muitas vezes minha mãe se deslocava quatro a seis km a pé para comprar um quilo de açúcar e isso era muito desgastante. Apesar de tudo sempre tive coragem e otimismo por dias melhores, foi então que tive esta grande oportunidade de ajudar minha comunidade, abrir um negócio que além de trazer rentabilidade para minha família estaria facilitando a vida de pessoas que gosto”, enfatiza Ana.

Desse modo, Ana decidiu juntamente com seu esposo montar um mercearia em um dos cômodos de sua casa. Há mais de um mês a mercearia funciona e eles já tiveram mais de 80% de retorno de acordo com seus investimentos. Ana está muito feliz e pretende em breve comprar um frízer, mais prateleiras e ampliar o espaço. Ela afirma que otimizar o espaço e atender bem os clientes é uma estratégia de venda que aprendeu no curso e não esqueceu.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.