Adel participa da 3ª Rota de Aprendizagem do Programa Semear

Entre os dias 23 e 31 de agosto, Marciano Moreira, educador do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) da Adel, participou da 3ª edição da Rota Estratégica de Aprendizagem do Programa Semear, que reuniu representantes de diversas organizações.

Ao longo de oito dias, os participantes debateram conceitos e técnicas relacionadas ao tema “Metodologias de Construção e Disseminação de Conhecimentos” e visitaram iniciativas de agricultores familiares e jovens, nos territórios do Sertão do Pajeú e Sertão do Araripe, em Pernambuco e da Borborema, na Paraíba.

Construção de estratégias em prol do desenvolvimento sustentável  – Foto: Programa Semear

A Rota de Aprendizagem possibilitou a troca de conhecimentos entre os participantes e a disseminação das tecnologias trabalhadas na região em prol do desenvolvimento sustentável do semiárido nordestino. A Adel participou pela primeira vez desta ação, e está articulando em parceria com o Instituto Souza Cruz a inserção do Território do Médio Curu em uma Rota de Aprendizagem.

Para Marciano Moreira, a Rota de Aprendizagem foi uma experiência bastante importante. “Conhecemos diversas experiências exitosas desenvolvidas no semiárido brasileiro desenvolvidas por jovens e grupos de agricultores familiares nos estados da Paraíba e Pernambuco. A partir das experiências pude perceber as diversas potencialidades existentes no semiárido nordestino, mesmo diante das dificuldades proporcionadas pela estiagem”.

Sobre o Programa Semear

O Programa Semear – Gestão do Conhecimento em Zonas Semiáridas do Nordeste brasileiro, é implementado pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura – IICA e o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola – FIDA, com o apoio da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento – AECID.

Médio Curu será foco de rotas de aprendizagem

O diretor executivo Wagner Gomes e a coordenadora do Programa Jovem Empreendedor Rural Aurigele Alves da Adel, estiveram na última segunda-feira (29/04), às 16h, reunidos com o gerente do Instituto Souza Cruz, Luiz André, para discutir a proposta de implantação e execução do projeto Rota de Aprendizagem no Território do Médio Curu, Sertão do Ceará, a fim de integrar ações da Adel com as do Programa Semear – Gestão do Conhecimento em zonas semiáridas do Nordeste brasileiro.

Durante a reunião foi apresentada a metodologia “Rotas de Aprendizagem” desenvolvida pela organização Procasur, parceira técnica do Programa Semear. E construída uma agenda em comum de gestão do conhecimento para identificação de potencialidades nos municípios de Apuiarés, General Sampaio, Pentecoste e Tejuçuoca.

A Adel e o Instituto Souza Cruz firmaram o compromisso de elaborar e enviar, até meados de maio, o mapeamento das experiências relevantes para a construção de Rotas de Aprendizagem do Médio Curu para a aprovação do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). A proposta é que a Rota de Aprendizagem aconteça em outubro deste ano, e contará com apoio do Instituo Souza Cruz.

Segundo Wagner, o propósito da metodologia é oportunizar um processo de fortalecimento das capacidades locais do território. “A nossa participação no programa Rotas de Aprendizagem é muito importante porque insere a Adel e o território do Médio Curu em uma rede de organizações internacionais que são referência no apoio a jovens rurais”, comenta.

SOBRE O PROGRAMA SEMEAR:

O Programa “Semear Conhecimento em zonas semiáridas do Nordeste do Brasil” atua em seis estados nordestinos (Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Sergipe), envolve instituições públicas e privadas, associações de pequenos agricultores, organizações não governamentais, núcleos acadêmicos e de pesquisa.

É executado pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), em parceria com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e apoio da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID).