Sítio do Meio e Vila Soares recebem Arca das Letras

Nos dias 11 e 13/12, aconteceu na comunidade de Sítio do Meio, em Pentecoste, e Vila Soares, em Apuiarés, respectivamente, a entrega da Arca das Letras, programa do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) que implanta bibliotecas nas comunidades rurais.

O objetivo do programa é facilitar o acesso ao livro e à informação no meio rural. Com isso, busca parceria nas próprias comunidades para o acompanhamento e motivação da leitura. Em Sítio do Meio e Vila Soares, a parceria é com os jovens do Centro Integrado de Tecnologias (Cit), implantado pela Adel com o apoio do Instituto Oi Futuro.

Entrega da Arca das Letras em Sítio do Meio, Pentecoste.

Nos Cit’s, as crianças, jovens e adultos tem acesso à internet, mas também são estimulados a utilizar as tecnologias em prol do desenvolvimento local. A vinda das bibliotecas traz para estas comunidades o acesso à leitura e motivou a realização de outros projetos. Em Vila Soares o grupo iniciou o projeto Leitura Poética “Declamar” com as crianças.

Entrega da Arca das Letras em Vila Soares, Apuiarés. (Foto: Nud)

Além destas comunidades, outras duas serão beneficiadas ainda este ano, com a Arca das Letras, Cipó e Providência, ambas em Pentecoste. O Programa Arca das Letras foi articulado para estas comunidades pela Rede de Jovens Empreendedores Rurais junto a Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA).

Segundo Marcos Rocha, um dos articuladores da Rede de Jovens Empreendedores Rurais e facilitador do projeto Casa Digital desenvolvido pela SDA, o acesso à inclusão digital e a leitura contribui para aumentar as oportunidades de permanência dos jovens nos seus lugares de origens.

Saiba mais sobre o Arca das Letras: http://portal.mda.gov.br/portal/sra/programas/arcadasletras

Adel realiza oficina sobre Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação

No último sábado (27/04), aconteceu no Centro Integrado de Tecnologias (CIT) de Sítio do Meio a oficina “Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s) em prol do desenvolvimento local”.

Na oficina foi apresentada a evolução das tecnologias de informação e comunicação e sua importância para o desenvolvimento da sociedade. Nela, foi especificada a necessidade de adaptação das tecnologias a realidade local para que seja útil ao desenvolvimento das comunidades rurais.

Um dos temas trabalhados na oficina foi o modelo da plataforma Conectando Jovens Rurais, que será lançada em breve pela Adel para dá visibilidade aos empreendimentos dos jovens empreendedores rurais. O outro tema da oficina foi à formação de uma equipe local para tratar especificamente do plano de comunicação da comunidade.

Após a apresentação dos temas, os jovens da comunidade de Sítio do Meio, distante 14 km da sede de Pentecoste, elencaram algumas ações de comunicação que julgam necessárias serem realizadas inicialmente. Em seguida, eles discutiram o quanto tem sido importante o uso das ferramentas de informação e comunicação existentes no CIT para as suas vidas e a comunidade em geral.

Com o acesso a telefonia e internet na comunidade, fruto da parceria com a Adel, os jovens enfatizaram que hoje, muitas das atividades que precisavam ir fazer na sede do município podem resolver na comunidade.

Para o jovem Valdenir, o CIT tem sido importante não somente para a juventude local, mas para a comunidade em geral. “Hoje nós fazemos pesquisas aqui mesmo, os estudantes fazem seus trabalhos e alguns serviços como o cadastro na carteira popular para as pessoas da comunidade fazemos aqui”, enfatiza ele.

A oficina faz parte das atividades do projeto Rede de Jovens Empreendedores Rurais, desenvolvido pela Adel em parceria com o Instituto Oi Futuro, que tem o objetivo de possibilitar aos jovens empreendedores rurais o acesso às Tecnologias de Informações e Comunicação (TIC’s).