Cooperativa de Jovens fortalece a Agricultura Familiar

Há dois anos, mais de vinte agricultorxs, todos jovens beneficiados pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) da Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel), deram início a Cooperativa Caroá, primeira cooperativa de jovens na região do Vale do Curu. Esses jovens filhos de agricultores e agricultoras, pescadores e pequenos comerciantes, uniram as forças e os desafios e começaram a pensar meios para comercializarem seus produtos orgânicos, provenientes da agricultura familiar.

Um dos objetivos da Cooperativa Caroá é dar ao jovem do campo a oportunidade de fazer uma escolha, a de permanecer. Com o trabalho que têm realizado, a Caroá mostra aos jovens do semiárido nordestino que é possível viver em suas comunidades com qualidade de vida através do trabalho agrícola. Além disso, as ações da Cooperativa têm um forte impacto na sucessão rural e na sustentabilidade da agricultura familiar.

Gerida por três jovens – Rayssa Duarte, Vitor Esteves e José Wirton, a Cooperativa Caroá atua seguindo princípios agroecológicos e éticos na produção, incentivando a alimentação saudável, a sustentabilidade, o comércio justo, a economia solidária e o protagonismo de mulheres e jovens rurais que acreditam no potencial local. Atualmente, um dos principais canais de comercialização da Cooperativa são as Feiras livres geridas e organizadas pelo grupo. A estratégia gera renda e possibilita ao consumidor o acesso a um alimento agroecológico e com um preço justo.

Rayssa Duarte e Vitor Esteves, casal de jovens empreendedores que gerencia a Cooperativa Caroá

Vitor Esteves, Diretor Executivo, acredita que a Cooperativa surgiu para somar esforços.  “Passamos dois anos planejando a Cooperativa Caroá, a ideia dessa união surgiu ainda no Programa Jovem Empreendedor Rural, visando o beneficiamento mútuo de nossos membros por meio dessa união de esforços para venda de produtos, compra de insumos e capacitação. Além de tudo isso, tem a troca de experiência entre os associados e a criação de uma rede de negócios interna que só fortalece ainda mais a nossa missão”, enfatiza.

Além das Feiras, outro canal de comercialização da Cooperativa são os programas governamentais para aquisição da agricultura familiar para a alimentação escolar. Atualmente, a Caroá fornece produtos para a Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). O grupo também trabalha para acessar o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), tanto municipal quanto estadual. A venda da produção diretamente para as Prefeituras permite o consumo de alimentos saudáveis e o vínculo regional com os municípios.

Colheita de acerola no Sítio Sossego, na comunidade Boca da Picada, em São Gonçalo do Amarante/CE

Em São Gonçalo do Amarante/CE, a Cooperativa Caroá também fornece produtos orgânicos para a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). Uma parte do hortifruti consumido na empresa é fornecido pela Cooperativa. O relacionamento com este cliente iniciou em 2017 com o apoio da Adel. O Projeto da Cooperativa Caroá foi selecionado em um edital do Programa Ideia da Gente promovido pela CSP. Em seguida, os jovens da Caroá abraçaram a oportunidade de comercializar os produtos para uma das maiores Companhias Siderúrgicas do país.

Feira Caroá

A principal Feira organizada pelo grupo leva o mesmo nome da Cooperativa e acontece aos sábados no período da manhã, na Praça das Flores, em Fortaleza, Ceará. Mas, para evitar a proliferação do coronavírus as atividades da Feira foram paralisadas desde o dia 14 de março. No momento, os jovens estão focando na produção e com a esperança de que logo essa pandemia vai passar.

“A Caroá paralisou a Feira. Pensamos em fazer as entregas, mas depois desistimos. Dia 14 foi nossa última feira. Os outros produtores continuam cuidando da plantação e fazendo as entregas para os outros clientes como a CSP (Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). Aqui no sítio estamos aproveitando para adiantar o serviço”, disse Rayssa hoje a nossa equipe, por telefone.

Na Feira Caroá são comercializados frutas, legumes e hortaliças orgânicas produzidos pelos jovens. Além de hortifruti, diversos empreendedores locais vendem alimentos, cosméticos e produtos de higiene pessoal sustentáveis.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *