CPFL Renováveis e BNDES visitam Projeto de Segurança Hídrica no Rio Grande do Norte

Sistema de Abastecimento de Água no Assentamento Umburanas, São Miguel do Gostoso/RN

Na última quinta-feira, 24 de maio, a equipe de sustentabilidade da CPFL Renováveis e técnicos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) visitaram o Projeto Segurança Hídrica executado pela Adel com o investimento social da CPFL Renováveis e BNDES no Rio Grande do Norte. O objetivo da visita foi conhecer o Sistema de Abastecimento de Água com dessalinizador e microusina solar no Assentamento Umburanas, no município de São Miguel do Gostoso.

Na ocasião, o Coordenador de Projetos da Adel, Ilys Santos, explicou a comitiva os processos de implantação e funcionamento dos Sistemas e sua importância com o objetivo de garantir o acesso e uso sustentável dos recursos hídricos em áreas rurais do estado do Rio Grande do Norte.

Reunião com beneficiários do Projeto no Assentamento Umburanas, São Miguel do Gostoso/RN

A comitiva também participou de uma reunião com os moradores e beneficiários do Projeto no Assentamento de Umburanas. A Presidente da Associação Comunitária, Maria Nazaré do Nascimento, expressou a alegria e felicidade em ter recebido um projeto tão grandioso. Para ela, a chegada do Projeto “é um sonho, por ter água na torneira todos os dias. Antes, a gente sofria muito. Eram vários dias sem água. É um sonho que estamos realizando”.

Em Umburanas o Sistema implantado é composto por uma rede de abastecimento com 2 km de extensão, recuperação de um poço profundo, um reservatório de 30m³, uma microusina solar com capacidade geradora de 3,24kWp e um dessalinizador que filtrará 250 litros de água por hora. Além das infraestruturas implantadas, a Adel vem atuando no desenvolvimento de capacidades das famílias para a gestão eficiente e sustentável dos recursos hídricos. Os sistemas estão em funcionamento desde fevereiro deste ano.

O Projeto Segurança Hídrica faz parte do Programa Raízes da CPFL Renováveis e visa garantir o acesso e uso sustentável dos recursos hídricos, promovendo a convivência com o semiárido a partir da sustentabilidade ambiental e social de 4.045 agricultores de nove comunidades rurais no Rio Grande do Norte.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *