Estudantes de Escolas Públicas do Ceará participam de Intercâmbio Educativo

 

O Projeto Jovens Empreendedores e Protagonistas Rurais nas Escolas, realizado pela Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) em quatro instituições públicas de ensino do Estado do Ceará, chega a sua penúltima etapa. Após participarem de oficinas que abordaram temas como convivência sustentável com o semiárido, desenvolvimento local, empreendedorismo rural, protagonismo social, direitos humanos, gestão dos recursos hídricos e convivência com o clima da região, os estudantes participam de um momento que apresenta de forma contextualizada, interativa e prática os conteúdos estudados ao longo do ano: o Intercâmbio Educativo.

No total, são quatro intercâmbios, um para cada escola atendida, realizados com os estudantes que participaram da última oficina sobre Inovação e Tecnologias Socioambientais. Os quatros dias seguem o mesmo roteiro, uma visita ao Parque Estadual Botânico do Ceará, localizado no município de Caucaia (CE), seguida por um momento de lazer e integração dos estudantes, professores e equipe da Adel no SESC de Iparana.

O Parque, distante cerca de 15 km de Fortaleza, foi inaugurado em 1998 e representa um dos principais símbolos da preservação ambiental no Estado, com uma área de 190 hectares. A unidade de conservação é o habitat para diversas espécies nativas da flora e da fauna da Região Nordeste. Possui 6 km de Trilha Ecológica, onde é possível visitar orquidário, viveiro de mudas, horto com plantas medicinais, banco de sementes e meliponário. Ao todo, possui cerca de 185 espécies de flora e 110 espécies de animais silvestres, entre pássaros, mamíferos e répteis. O banco de mudas da unidade de conservação tem capacidade para produzir 3.000 mudas por mês de espécies nativas.

 

Para o estudante Luiz Frederico, da Escola Edite Alcântara Mota, a experiência foi bastante positiva, uma oportunidade para aprofundar seus conhecimentos sobre a fauna e flora da região. “O que eu mais gostei de conhecer foram os viveiros de mudas e horto que tem plantas medicinais, e isso são apenas algumas das atrações do Parque Botânico que superou minhas expectativas”, ressalta.

Segundo a Professora de História, Terla Santos, docente da Escola Etelvina Gomes Bezerra, a experiência do Projeto é bastante positiva pois implica no aproveitamento e desenvolvimento das habilidades dos estudantes. “Essa oportunidade de promover intercâmbio é muito importante para a formação humana e cultural desses meninos e meninas que, em sua maioria, não teriam como ter acesso, se não fosse oportunizado por projetos como esse. Como professora, fico muito feliz por cada um”, destaca.

Para o Professor de Matemática da Escola Edite Alcântara, Idelmar Gomes, o sentimento é de gratidão pela extrema contribuição que o Projeto tem proporcionado aos alunos. “O nosso alunado é carente de iniciativas como esta, que sem dúvida foi impactante na formação coletiva e individual de cada um deles. Levo aqui o agradecimento em nome de cada um que faz a Escola Edite Alcântara Mota, a Adel pela oportunidade que deu aos nossos estudantes”, enfatiza.

 

Segundo a Coordenadora de Projetos da Adel, Raquel Ferreira, organizar o intercâmbio foi uma atividade bastante enriquecedora. “Além do aprendizado, foi um momento de interação e lazer para os estudantes, afinal todos eles merecem, por terem se destacado e abraçado o projeto desde o início. Os jovens saem felizes e animados. Ansiosos e cheios de expectativas para as próximas atividades”, comenta.

Já foram realizados intercâmbios com as Escolas: Edite Alcântara Mota de General Sampaio, Waldemar Alcântara de São Gonçalo do Amarante e Etelvina Gomes Bezerra de Pentecoste. O próximo e último será nesta quarta-feira, 14/11, com os alunos da Escola São Sebastião de Apuiarés. Mais de cem estudantes já participaram da atividade, que contou também com a participação de nove profissionais das instituições de ensino, entre professores e gestores.

O Projeto faz parte do portfólio de ações do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), resultado de parcerias firmadas com a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e Rede Globo através do Criança Esperança, e, com o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ceará (CEDCA/CE). Conta com o apoio da Secretaria da Educação do Estado do Ceará (SEDUC-CE).

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *