Fundo Solidário de Desenvolvimento Local fortalece comunidades no sertão cearense

Construir uma pequena organização de finanças solidária estruturado para conceder crédito a empreendimentos produtivos, tendo sempre como princípio a articulação entre solidariedade, cooperação e a ética é o objetivo do Projeto do Fundo Solidário de Desenvolvimento Local na Microrregião do Médio Curu do estado do Ceará.

Inicialmente, este crédito solidário tem destinado recursos para as práticas de apicultura e para a criação de cabras leiteiras em unidades familiares rurais. O projeto teve início em outubro de 2008, com a participação de onze famílias das comunidades de Riacho do Paulo, Alto dos Caetanos e Lagoa das Pedras, todas localizadas no município de Apuiarés.

A Agência de Desenvolvimento Econômico Local (ADEL) em parceria com o Instituto Coração de Estudante, entidades proponentes e executoras, apoiada pela Ashoka Empreendimentos Sociais através do seu programa Geração Mudamundo quer incentivar o uso sustentável da terra, melhorando a alimentação e a geração de renda das famílias envolvidas. A idéia é atender agricultores e agricultoras de baixa renda, com afinidade para a atividade proposta, que trabalhem com base na agroecologia e que sejam comprometidas com o fundo rotativo solidário.

Em dezembro de 2008, as famílias de Lagoa das Pedras e Riacho do Paulo participaram de um ciclo de cultura sobre a apicultura, uma das primeiras atividades prevista para o projeto. Na ocasião foram convidados apicultores mais experientes destas comunidades para compartilhar as suas expertises com o grupo. Também foi realizada uma visita do grupo em um dos apiários da Associação dos Apicultores de Riacho do Paulo. Além das famílias, também participam os técnicos da ADEL que irão atuar nestas comunidades durante o ano de 2009.

De acordo com José Everardo, apicultor da comunidade de Lagoa das Pedras, “a criação de abelhas não ocupa muito tempo e o agricultor pode desenvolver outras atividades, diversificando a produção da sua propriedade e aumentando a produção de suas lavouras com a polinização”.

O Projeto Fundo Solidário de Desenvolvimento Local irá montar 02 apiários, cada um com 09 colméias, e fornecer equipamentos, ferramentas e roupas de proteção necessárias para o bom andamento dos trabalhos e para a segurança das famílias. A compra e a distribuição do material serão realizadas em janeiro deste ano e, na entrega, cada família assinará um termo de compromisso e de manuseio dos equipamentos.

Para assessorar os grupos produtivos a ADEL disponibilizará uma equipe técnica multidisciplinar formada por estudantes de Agronomia, Economia Doméstica, Economia e técnicos agrícolas. “Estamos realizando visitas técnicas, quinzenalmente, onde esclarecemos as dúvidas dos agricultores e agricultoras. Com o início do inverno e com o aparecimento das primeiras floradas, as famílias estão bastante motivadas e, brevemente, estarão produzindo”, afirma Wagner Gomes, idealizador do projeto.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *