Jovem cria mercearia e traz melhorias para sua comunidade

Ana Maria é a filha mais velha de nove irmãos, e desde muito cedo dividiu com os pais a responsabilidade de cuidar da família, da casa e da roça. Residente na comunidade de Livramento, localizada aproximadamente a 25 km de São Gonçalo do Amarante, os pais motivaram ela e os irmãos a estudarem mesmo com o pouco acesso à educação.

Entretanto, com apenas quatorze anos e cursando a sexta série Ana Maria mudou completamente seus projetos de vida. Logo que engravidou, parou os estudos e assumiu a responsabilidade de cuidar do filho e de sua casa. Ana conta que apesar das mudanças prematuras, ela e o esposo, Rubens, deram novos rumos as suas histórias.

Bruno (Primo de Ana), José Paulo (Irmão), Junior (Filho), Ana Maria e Rubens (Esposo). 

Com o nascimento dos dois filhos, ela passou a cuidar das crianças e das atividades do lar e Rubens trabalhava fora para adquirir o sustento da família. Após uma década, Ana viu a necessidade de retomar os estudos. Os filhos cresceram e traziam atividades para casa do colégio, mas ela não conseguia ajuda-los devido sua baixa escolaridade.

Assim, ela cursou durante cinco anos o Ensino Fundamental e Médio, e logo após, viu que além de ajudar seus filhos poderia fazer um curso profissionalizante e investir em alguma atividade produtiva. Daí surgiu a vontade de empreender, pois descobriu que agrupar prática, conhecimento e força de vontade poderia lhe trazer bons frutos.

Paralelo a busca de emprego, Ana soube através de uma amiga do curso do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) promovido pela Adel na região. Imediatamente, ela buscou informações, inscreveu-se e foi selecionada. No curso, Ana identificou várias oportunidades em sua comunidade, e optou por investir em um negócio que os moradores tinham mais necessidade. As famílias de Livramento enfrentavam muitas dificuldades para ter acesso aos estabelecimentos comerciais.

“Nasci e cresci nesta comunidade, desde pequena vi as dificuldades devido a acessibilidade, muitas vezes minha mãe se deslocava quatro a seis km a pé para comprar um quilo de açúcar e isso era muito desgastante. Apesar de tudo sempre tive coragem e otimismo por dias melhores, foi então que tive esta grande oportunidade de ajudar minha comunidade, abrir um negócio que além de trazer rentabilidade para minha família estaria facilitando a vida de pessoas que gosto”, enfatiza Ana.

Desse modo, Ana decidiu juntamente com seu esposo montar um mercearia em um dos cômodos de sua casa. Há mais de um mês a mercearia funciona e eles já tiveram mais de 80% de retorno de acordo com seus investimentos. Ana está muito feliz e pretende em breve comprar um frízer, mais prateleiras e ampliar o espaço. Ela afirma que otimizar o espaço e atender bem os clientes é uma estratégia de venda que aprendeu no curso e não esqueceu.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *