Jovem de Tejuçuoca empreende e colabora com o desenvolvimento local

Desde 2018, Aury começou a investir na avicultura

Aury Magalhães, 23, mora na comunidade Riacho das Pedras, distante 12 km da sede do município de Tejuçuoca, no Ceará. Antes ele e a família moravam na comunidade Alegria no mesmo município. O lugar onde viveu na infância diz muito sobre o jovem que nos recebeu com um sorriso largo e confiante de que empreender foi um passo muito importante em sua vida.

Órfão de pai aos três anos de idade, aprendeu ainda criança, com o avô, a trabalhar na agricultura. Por ser o filho mais velho de três irmãos, também dividiu com a mãe muitas responsabilidades. “Ele cuidava dos irmãos, cozinhava, limpava a casa, tudo muito bem feito, por isso que um dia desses ele ganhou um prêmio em um evento de Tejuçuoca, como melhor cozinheiro. Meu filho sempre foi bastante dedicado em tudo”, relata com orgulho dona Fátima, mãe de Aury.

Aury concluiu o Ensino Médio em 2012 e no mesmo ano liderou um evento religioso da Pastoral da Juventude. O evento foi sua primeira ação com outros jovens de Riacho das Pedras e um marco em sua vida. Concluído o Ensino Médio e sem obter êxito no vestibular, logo viu a necessidade de trabalhar, recebendo diversos convites para ir morar na capital do Estado.

“Apesar de receber propostas para ir trabalhar fora, como alguns amigos também receberam e foram, eu preferi ficar. Meu desejo era continuar na comunidade e investir em algo. Me aproximei mais da pastoral e da comunidade. Surgiram tantas ideias, reabrir associações, fazer faculdade, abrir algum negócio, mas não tinha condições financeiras e nem conhecimento de como colocaria em prática”, conta o jovem.

Em 2014, Aury trabalhou em uma loja na sede do município e após um ano percebeu que precisava realizar outros projetos em sua vida. “Essa experiência serviu para fortalecer minha vontade de empreender e aplicar aspirações que até então estavam só na minha cabeça. Me afastei de vez do trabalho e comecei a buscar novas oportunidades para aprender e investir” afirma.

Na busca por conhecimento, Aury soube do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) da Adel, por meio da Secretaria de Agricultura de Tejuçuoca, e, logo se inscreveu. “Quando ouvi falar do Programa não o conhecia e nem a Adel, pesquisei sobre eles e fiquei bastante interessado em participar”. Aury conta que a formação empreendedora lhe proporcionou não só novos conhecimentos e ideias, mas lhe fez enxergar as oportunidades do território.

No PJER, ele elaborou um projeto de negócio voltado para a horticultura, mas devido ao período de estiagem, desde 2018 começou a investir na avicultura. Comprou algumas aves e passou a vendê-las vivas e abatidas. No mesmo ano, Aury construiu um novo galinheiro e agora planeja investir na produção de ovos caipira.

Aury ao lado de sua namorada, Hellen, e sua mãe, Fátima

Além de se dedicar ao seu empreendimento, principal renda familiar, ele atua na Pastoral da Juventude e planeja expandir seu negócio e continuar com os projetos sociais na comunidade. “Estou buscando novos financiamentos para investir no meu empreendimento, mas pretendo também ingressar na faculdade, atuar no Conselho Tutelar de Tejuçuoca e continuar os projetos com as crianças e jovens no Riacho. Quero ajudar todas as crianças locais”.

Aury espera que seu empreendimento esteja consolidado nos próximos anos e que ele possa seguir contribuindo com o desenvolvimento de sua comunidade. Sonha em cursar sua faculdade para adquirir novos conhecimentos e aprimorar suas atividades.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *