Jovens empreendedores rurais acessam o Fundo Veredas

Raquel Ferreira, Coordenadora do Fundo Veredas deseja boas vindas aos jovens

Ontem (09/05), mais doze jovens do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) acessaram crédito do Fundo Veredas, estratégia criada pela Adel desde 2012, que investe especificamente em empreendimentos de jovens rurais.

A reunião com os jovens para concessão dos créditos ocorreu no anexo da Adel, em Pentecoste. Durante a manhã, a equipe do Fundo Veredas apresentou aos jovens como funciona a nova fase do Fundo Veredas, assim como a logística de solicitação de assessoria técnica e o uso do centro de formação em Pentecoste.

Aurigele Alves, Diretora de Programas, destacou com entusiasmo o apoio aos jovens empreendedores rurais e a importância dos jovens solicitar a instituição a assessoria técnica e gerencial aos projetos. “A maioria dos jovens vivenciam sua primeira experiência empreendedora e nesse momento é imprescindível contar com nossa assessoria para vencer os desafios e alcançar os resultados esperados”, relata.

Victória, Liliane e Taís (da direita para esquerda) jovens que acessaram o Fundo Veredas neste ciclo

A maioria dos jovens que acessam os recursos financeiros do Fundo Veredas investem na ampliação e/ou implementação dos projetos de negócios planejados por eles ao longo do Curso Empreendedorismo e Gestão de Negócios. Os jovens beneficiados neste ciclo residem nos municípios de Apuiarés, Caucaia, Pentecoste, São Luís do Curu e São Gonçalo do Amarante.

Os empreendimentos dos jovens abrangem diversas áreas, tais como: loja de cosméticos, estúdio de fotografia, panificadoras, manicure, vendas de roupas/jeans, avicultura, venda de frutas, corte e vinco, produção e venda de trufas e sorvetes, além da produção e venda de artesanato.

O jovem Misael Sales, 25, por exemplo, possui um estúdio de fotografia e audiovisual, em São Luís do Curu/CE e acessou o Fundo Veredas para investir na infraestrutura do empreendimento. Para ele, acessar os recursos do Fundo Veredas só tem sentido graças ao que aprendeu através da formação do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), que o ensinou a gerir, a pensar e a praticar o bem na comunidade onde vive a partir do seu trabalho.

No caso do jovem Gleison Sousa, 30, o crédito servirá como pontapé inicial para suas vendas de jeans no município de Pentecoste/CE. Graduando em Administração, Gleison afirma que antes de participar da formação do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) já possuía conhecimento prévio sobre empreendedorismo e que a participação no PJER aprimorou seus saberes e sua capacidade de gestão. Para o jovem, o Fundo Veredas traz uma oportunidade que muitas vezes o mercado de crédito não possibilita.

Jovens assinam Termo de compromisso do Fundo Veredas

A Coordenadora do Fundo Veredas, Raquel Ferreira, que acompanha todas as etapas do processo de participação dos jovens, desde a solicitação do crédito à liberação conta que este momento é muito importante para os jovens. “É o momento que o jovem enxerga que o sonho verdadeiramente pode se tornar realidade, que o seu plano não ficará apenas escrito e sim será colocado em ação”, destaca.

Resultados do Fundo Veredas

No total, 140 empreendimentos foram apoiados pelo Fundo Veredas, incluindo negócios individuais e coletivos. Ainda este ano, no mês de abril, dois jovens repetiram o acesso ao crédito – Gilberlane Oliveira e Elielton Morais.

O jovem empreendedor rural Gilberlane Oliveira que trabalha com a produção de jalecos acessou o Fundo Veredas pela quarta vez com o intuito de ampliar o negócio através da compra de mais matéria-prima para a produção de seu produto.

Gilberlane produzindo jalecos

Já Elielton Morais acessou o Fundo Veredas pela segunda vez e celebra as conquistas do empreendimento dele. Elielton criou uma gráfica rápida no Centro de Pentecoste que além de prestar serviços para a população gera emprego e renda para ele e mais quatro jovens do município.

Além destes jovens, a Adel já beneficiou através do Fundo Veredas, cerca de 200 jovens com idade entre 18 e 32 anos e com residência no território. No total, foram concedidos até abril de 2017, R$ 543.522,99 em créditos aos jovens.

A perspectiva é que cada vez mais os jovens empreendedores rurais possam acessar o crédito e contribuir com o desenvolvimento econômico local de suas comunidades.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *