Jovens LGBT+ apresentam seus Projetos de Negócios

 

Hoje (4), os integrantes do Projeto Diversidade e Empreendedorismo de Jovens Rurais apresentaram seus projetos de negócios no Espaço de Formação de Empreendedores, em Pentecoste (CE). O processo de formação empreendedora culmina com a elaboração e apresentação desse projeto para desenvolver e esboçar modelos de negócios novos ou já existentes.

O projeto de negócio é uma condição para ter acesso aos recursos financeiros do Fundo Veredas, fundo de microcrédito produtivo destinado exclusivamente para jovens rurais integrantes do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER). O Fundo é uma estratégia que busca viabilizar a criação e/ou o desenvolvimento de empreendimentos rurais no semiárido cearense, promovendo a inclusão socioprodutiva desses jovens com vocação empreendedora e, consequentemente, contribuindo para o desenvolvimento social e econômico de suas comunidades e municípios. O crédito possibilita que as ideias de empreendimentos saiam do papel e que comecem a atuar de forma concreta.

 

As apresentações foram avaliadas por uma banca composta por Aurigele Alves, Diretora de Programas Adel, Raquel Ferreira, Coordenadora de Programas Adel e Rafael Marques, jovem empreendedor rural que atua na área de tecnologia de informação no município de Pentecoste. Segundo Aurigele, os jovens se debruçaram sobre ideias que preencham os nichos de mercado que estão em aberto, atrelando suas habilidades e sonhos. “Acreditamos no potencial e na ação empreendedora deles e já estamos ansiosos para ver os projetos em ação”, destaca a Diretora. Dentre as ideias apresentadas estão: hamburgueria, cafeteria, estamparia, produtos artesanais, vestuário, salão de beleza e confeitaria.

Lino, jovem empreendedor de Apuirés

Lino, 21, reside em Apuiarés e conta que, ao iniciar o curso de Empreendedorismo e Protagonismo Social, tinha algumas ideias, mas que no decorrer das formações começou a enxergar o que mais se encaixava à sua realidade. “Tive muita insegurança sobre o que fazer, mas com ajuda da equipe da Adel e minha nova parceira, Ana Livia (também integrante do Projeto), tivemos a ideia de montar uma loja e estamparia, que se chama Livre Estampa: Estampando Sorrisos”. Lino acredita ser um ótimo nicho de mercado para explorar no município. Ele e Ana Livia sonham em fazer do empreendimento uma oportunidade para gerar emprego e renda para outros jovens LGBTs da região.

O processo formativo do Projeto Diversidade e Empreendedorismo de Jovens Rurais contou com a realização de seminários, sessões de tutoria e mentoria e oficinas que abordaram temas imprescindíveis ao fomento do empreendedorismo, seja de negócios ou de cunho socioambiental. Tendo em vista o contexto hostil e de resiliência em que jovens rurais LGBT+ estão inseridos, a aliança entre empreendedorismo e protagonismo social cria alternativas reais de trajetórias para mobilidade social positiva e garantia de liberdades fundamentais.

A etapa formativa do Projeto encerra oficialmente amanhã (5), com o Seminário Resiliência e Desenvolvimento Local – Um debate sobre o protagonismo e a cooperação de jovens rurais LGBT+, realizado na Escola Alan Pinho Tabosa, localizada na R. Maria Menezes Furtado, 105 – Vila Nova, Pentecoste (CE). O evento é aberto ao público e conta com inscrições disponíveis no seguinte link: https://forms.gle/ohgm57EnURj3hhQL6.

Sobre o Projeto

O Projeto Diversidade e Empreendedorismo de Jovens Rurais integra as atividades do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) da Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel). Trata-se de estratégia que integra quatro componentes, proporcionando o acesso dos jovens beneficiados a conhecimento, crédito, redes colaborativas e tecnologias. O Projeto é realizado com apoio institucional do Itaú e da consultoria Mais Diversidade.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *