Oportunidade para Jovens Empreendedores Rurais

 

Este ano, a partir de maio, a Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) realizará com jovens empreendedores rurais já beneficiados pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) diversas atividades de formação, assessoria e mentoria para auxiliar no desenvolvimento de seus projetos.

É uma etapa avançada do PJER que busca contribuir com a sustentabilidade dos negócios e a atuação dos jovens no território. O objetivo é colaborar para que jovens empreendedores sejam protagonistas e lideranças em suas comunidades. A maioria destes jovens expressam interesse e verificam oportunidades em suas linhas de atuação, mas ainda precisam de apoio para conectar seus projetos de negócios com estratégias de desenvolvimento local – com oportunidades e vocações existentes no contexto.

Podem participar dessa etapa do PJER, jovens beneficiados pelo Programa que estão com um empreendimento ativo com viés econômico ou social no território e residindo em um dos nove municípios de atuação do PJER – Apuiarés, Caucaia, General Sampaio, Paracuru, Pentecoste, São Gonçalo do Amarante, São Luís do Curu, Tejuçuoca e Umirim. As inscrições estão abertas até 30 de abril e podem ser realizadas por meio do preenchimento do formulário on-line, disponível no no seguinte link: https://forms.gle/BReQLwfzuYL2KwHr7

A seleção será por meio da análise do formulário de inscrição e de entrevistas presenciais com a equipe da Adel. No total, 60 jovens empreendedores rurais serão beneficiados. Os projetos devem ser nas seguintes categorias: produção, serviço, comércio e na área social.

Etapa avançada do PJER

Essa etapa avançada do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) busca ampliar as capacidades técnicas, de gestão e de atuação de jovens empreendedores rurais beneficiados pelo Programa. Os jovens participarão ao longo do ano de duas formações e terão acesso a um conjunto de ferramentas, informações e conhecimentos considerados essenciais para o desenvolvimento de um negócio ou de um projeto de impacto social em meio rural.

A formação básica é composta por quatro oficinas e uma visita in loco para diagnóstico do projeto. Na formação avançada, os jovens vão estudar sobre estratégias, finanças, marketing, gestão, dentre outros temas. Além do processo formativo, os empreendedores terão assessoria da Adel e participarão de seminários e feiras com foco na linha de atuação de cada projeto.

Os jovens também receberão apoio no desenvolvimento de Arranjos Produtivos Locais (APLs). Uma vez esboçados, a Adel auxiliará nos estágios de planejamento, estruturação e organização administrativa, jurídica e contábil destas inciativas a fim de contribuir com o desenvolvimento do território.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *