Perfuração de poços contribui com o fortalecimento da agricultura em Pernambuco

Seguindo todas as medidas preventivas indicadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) iniciou na última semana, a perfuração de sete (7) poços profundos em comunidades rurais localizadas nos municípios de Caétes e Capoeiras, no sertão pernambucano. Mais de quatrocentas (400) famílias serão beneficiadas. As ações fazem parte do Projeto Segurança Hídrica do Programa Echosocial Ventos que transformam, da Echoenergia.

As atividades do Programa, executadas pela Adel, incluem duas áreas: segurança hídrica e educacional, definidas após a realização de um Diagnóstico que contou com a intensa participação de moradores das próprias comunidades. O Diagnóstico apresentou o acesso à água como desafio central para o fortalecimento da agricultura familiar nos municípios Caetés e Capoeiras. A agricultura é a principal fonte de renda, atividade econômica e elemento agregador cultural e social das famílias locais nas comunidades.

Com a realização do Diagnóstico, percebeu-se que as famílias sofriam com escassez de água para consumo humano durante a maior parte do ano, o que levou ao trabalho de soluções hídricas de longo prazo e adequadas à realidade local. Segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), nos últimos anos, as chuvas na região não ultrapassaram 500 milímetros, um valor considerado baixíssimo para o desenvolvimento econômico e humano. Com o período de estiagem, houve uma queda considerável nos níveis dos reservatórios e barragens comunitárias.

Em Caetés, 363 famílias serão beneficiadas. Já em Capoeiras, são 50 famílias da comunidade Piado. Os locais para perfuração dos poços foram definidos a partir de um estudo de prospecção geofísica que identifica as áreas com maior potencial hídrico. Para iniciar as atividades, a Adel realizou o licenciamento de todos os poços junto aos órgãos responsáveis.

Segundo Ilys Santos, Coordenador Socioambiental da Adel, a autorização ambiental é fundamental para que o acesso ao recurso hídrico ocorra de forma sustentável. “Nessa etapa são estabelecidos parâmetros importantes para o poço, tais como profundidade, vazão necessária para a comunidade e a capacidade de captação diária. Dessa forma as comunidades podem utilizar o insumo sem sobrecarregar o aquífero”, destaca.

Após a perfuração dos poços profundos, o próximo passo será a implantação de sistemas de abastecimento de água para garantir o acesso aos recursos hídricos para consumo humano, produção de alimentos e inclusão social e produtiva das famílias. A equipe da Adel continuará desenvolvendo ações com as famílias e implementando tecnologias apropriadas para superação de dificuldades locais e para a construção de uma convivência com o Semiárido de forma cada vez mais sustentável.

Mais sobre o Programa

O foco do Programa Echosocial Ventos que Transformam é contribuir para o desenvolvimento local dos territórios do entorno dos complexos eólicos da empresa Echoenergia, gerando impactos sociais, econômicos, ambientais e educacionais positivos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *