PJER no Amazonas inicia etapa formativa

Na última segunda (2), a Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) e a Casa do Rio deram início à etapa de formação da primeira turma do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) no Amazonas. O curso de Empreendedorismo e Protagonismo Social está sendo realizado no Centro de Formação Saberes da Floresta (Sítio Amaras, estrada do Manaquiri) e reúne 25 jovens do município Careiro Castanho e entorno da BR-319.

O Curso reúne informações e ferramentas que auxiliarão os jovens na elaboração de projetos de negócio para criação ou desenvolvimento de seus empreendimentos, sejam eles com fins econômicos ou de impacto social. O Projeto de Negócio é imprescindível para acessar os demais componentes do Programa, que permitirão a implementação das ideias desenvolvidas durante a formação.

O processo de mobilização e seleção para a turma do PJER, na região Norte, contou com a ação dos jovens amazonenses Alexandra Guimarães, 20, e Tiago Lima, 20, ambos do município Careiro Castanho (AM), que participaram de um intercâmbio na Adel, conhecendo de perto a metodologia do Programa e a atuação de jovens empreendedores rurais do Ceará.

Todo o processo de replicação do PJER no Amazonas está sendo acompanhado pela Adel, que compartilha sua expertise, adquirida durante os dez anos em que tem implementado e desenvolvido a tecnologia social com jovens. Nesta semana inicial, Aurigele Alves, Evilene Abreu e Fábia Oliveira, Diretora de Programas, Diretora de Comunicação e Assistente de Projetos da Adel, respectivamente, se encontram no Amazonas para contribuírem com a aplicação do Ciclo Base que segue até sexta-feira (6).

Para Thiago Cavalli, Diretor Executivo da Casa do Rio, o PJER é uma grande oportunidade para os jovens amazonenses, que vivem numa terra tão vasta, mas com tão poucas perspectivas. “Empreender é um caminho possível, como nos mostra esse Programa da Adel. Empreender com sustentabilidade, mantendo a floresta e sua cultura vivas – o comprometimento da Casa do Rio – é o desafio do PJER no Amazonas. Vamos juntos, construindo essas pontes para a juventude”, reforça Thiago.

Segundo Gláucio Gomes, Diretor de Desenvolvimento da Adel, trata-se de um novo estágio no desenvolvimento da organização, que entende o PJER como uma tecnologia social que pode ser aplicada nos diversos contextos regionais e locais no Brasil, em que jovens em situação de vulnerabilidade socioeconômica precisam lidar com muitos desafios, desenvolver resiliência como capacidade humana, para que possam se tornar protagonistas em suas próprias vidas e em transformações positivas em suas comunidades. “Jovens da Amazônia, assim como jovens do semiárido do Nordeste brasileiro, são fortemente pressionados a migrar para cidades maiores em busca de empregos imediatos. Jovens que seriam atores importantes para o desenvolvimento local, ao usarem seus talentos e suas habilidades em empreendimentos e projetos em seus próprios territórios”, enfatiza Gláucio.

Sobre o PJER
O PJER é uma tecnologia social criada em 2009 pela Adel que cria oportunidades para jovens empreenderem em suas próprias comunidades. O Programa já beneficiou no Ceará mais de 3.000 jovens e consolida seu processo de expansão este ano. Além do Amazonas, neste segundo semestre a Adel realiza a formação empreendedora do PJER no Ceará e no Rio Grande do Norte.

O Programa é composto por quatro (4) componentes: acesso a conhecimento, crédito orientado, a redes de apoio e proteção e a tecnologias. Sua reaplicação no Amazonas resulta da parceria firmada entre Adel e Casa do Rio ao final de 2018.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *