Projeto Curu Valley proporciona o acesso as tecnologias no Sertão

Jovens reunidos ao final do segundo encontro

O Projeto Curu Valley, uma iniciativa apoiada pela BrazilFoundation e amadrinhada pela Adel, tem reunido jovens com interesse em desenvolver projetos de Tecnologia da Informação (TI) no território.

O objetivo do projeto é colaborar para a construção de uma cultura de TI no Vale do Curu, por meio da democratização do conhecimento e do incentivo ao acesso à informação por parte dos jovens rurais. No total, cerca de vinte (20) jovens participam do projeto.

Idealizado pelo jovem Gabriel Levy, 22, o projeto conta hoje com o apoio de Rafael Marques, 27, apaixonado por tecnologia e empreendedor na World Of Hackers. Gabriel e Rafael participam do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) promovido pela Adel e compartilham juntos o sonho de levar informação e tecnologias para as comunidades rurais do sertão do nordeste brasileiro.

Eles começaram a “desbravar” o sertão pelos municípios de Apuiarés e Pentecoste. Mesmo morando em Pentecoste e participando do PJER, a experiência de irem visitar os Centros Integrados de Tecnologia (CITs) pela primeira vez para apresentar o projeto as lideranças dos CITs trouxe ainda mais motivação para a dupla.

Gabriel Levy explicando conceitos de TI

Segundo Gabriel, compartilhar os conteúdos, conhecimentos e acessos que ele tem com outros jovens é algo que lhe motiva e lhe faz acreditar que é possível aprender o que quiser, basta ter acesso a informação, conhecimento e ter as orientações adequadas de como seguir com o estudo.

“O autodidatismo é possível para todas as pessoas, bastar ter vontade e centrar força no ato de aprender. Essa comunidade de jovens que compartilha conhecimento na área de TI estar apenas começando, por que nossa ideia é contagiar muitos outros jovens a aprender a aprender e a possibilitar que outros jovens aprendam também”, enfatiza Gabriel.

Início das atividades

Nos dias 16 e 17 de junho eles visitaram três (3) comunidades rurais – Lagoa das Pedras, Vila Soares e Sítio do Meio, as duas primeiras em Apuiarés e a última em Pentecoste, para apresentar o projeto nos CITs e convidar jovens para a primeira oficina. Ainda nesta visita, eles realizaram um levantamento do estado dos equipamentos, no que tange ao funcionamento e uso. A partir desse mapeamento será apresentado um relatório a Adel para uma parceria que apresente estratégias de revitalização e sustentabilidade dos Centros.

Rafael Marques ministrando oficina sobre PC’s

Nos sábados seguintes, dias 24 de junho e 01 de julho, ocorreram dois encontros do projeto. O primeiro encontro foi formativo com os jovens rurais dos CITs implementados pela Adel. Rafael Marques ministrou uma oficina de Manutenção de PC’s, abordando os principais problemas e como solucioná-los, com a intenção de estimular os jovens rurais a exercer o seu protagonismo e preservar os equipamentos de seus espaços.

O segundo encontro foi de compartilhamento e troca de experiência em TI no Vale do Curu, e reuniu além dos jovens rurais dos CITs, jovens de Pentecoste que estudam ou já realizam algum trabalho na área de TI, a exemplo os jovens do coletivo WebNotícias.

“Hoje eu vejo que é mais fácil do que podemos imaginar aprender coisas novas e que pareciam tão impossíveis, difíceis e complicadas. Gabriel e Rafael nos apresentaram um universo de informações que podemos ter acesso com apenas um click. Estou muito feliz de fazer parte dessa comunidade e de poder difundir esse conhecimento com outros jovens do CIT de Vila Soares.” afirma a jovem Emanuele.

Os próximos passos do projeto é realizar mutirões de revitalização dos CITs, compartilhamento de uma biblioteca virtual com assuntos diversos que promovam o autodidatismo; e, reuniões da equipe do Projeto.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *