Projeto da Adel é selecionado em edital do BNB

Foto: Diário do Nordeste
Com o projeto “Difusão de tecnologias de combate a desertificação e convivência com o semiárido”, a Adel é umas das entidades selecionadas no Edital do Programa de Apoio à Difusão e à Pesquisa de Tecnologias de Prevenção e Controle da Desertificação do Banco do Nordeste (BNB).
O projeto será desenvolvido junto a 50 (cinqüenta) agricultores familiares dos municípios de Pentecoste, Apuiarés e Tejuçuoca. As principais ações são: capacitação dos agricultores em agroecologia, associativismo, organização comunitária, economia solidária, manejo responsável e sustentável da água e solo, degradação das terras nas zonas áridas, semiáridas e subúmidas secas, uso indiscriminado de agrotóxicos nos sistemas produtivos de alimentos e incentivo ao uso de defensivos naturais no controle de pragas e doenças.
Durante o projeto também serão implantadas 15 (quinze) Unidades de Produção Familiar usando tecnologias agroecológicas e 01 (um) viveiro com capacidade de produção de 5.000 mudas (frutíferas, florestais e exóticas) para serem distribuídas e plantadas em áreas sujeitas à desertificação nos municípios do Médio Curu Cearense.
Como grande parte dos municípios do semiárido cearense, Pentecoste, Apuiarés e Tejuçuoca apresentam alguns dos principais indicadores de desertificação (altos índices de desmatamentos e queimadas; ocorrência de processos erosivos e salinização dos solos; escassez e diminuição progressiva de fontes e mananciais hídricos) afirma Wagner Gomes, diretor executivo da Adel. 

“Com o projeto pretendemos promover a organização dos agricultores familiares para tomada de consciência sobre a importância da relação do homem e o meio ambiente” complementa Wagner.

Para saber mais informações sobre o Edital de Apoio à Difusão e à Pesquisa de Tecnologias de Prevenção e Controle da Desertificação do Banco do Nordeste (BNB), acesse: http://www.bnb.gov.br/content/aplicacao/sobre_nordeste/fundeci/docs/resultado13_2010.pdf
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *