Projeto em parceria com a Fundação Banco do Brasil em Sobral realiza mais uma Assembleia com moradores

2ª Assembleia realizada na Quadra I do Orgulho Tropical I

No dia 27 de julho ocorreu em Sobral a 2ª Assembleia do Projeto Moradia Urbana com Tecnologia Social com o objetivo de legitimar as novas Tecnologias Sociais (TS) escolhida pelos moradores para serem implantadas nos empreendimentos Orgulho Tropical I e II. A Assembleia Geral contou com mais de 600 moradores e foi realizada pela Adel em parceria com a Cáritas Diocesana de Crateús, instituição local responsável pelo empreendimento Orgulho Tropical I.

Durante os dias que antecederam a Assembleia, as equipes do Projeto estiveram no local mobilizando os moradores para o evento e distribuindo informativos produzidos pela Adel com os dados do autorrecenseamento realizado no Orgulho Tropical II. Durante as visitas os responsáveis também consultaram os moradores a respeito de qual tecnologia eles queriam que fosse implementada e se gostariam de ajudar na execução.

As TS escolhidas foram Joias Sustentáveis no Orgulho Tropical I e Biblioteca Comunitária no Orgulho Tropical II. A programação da Assembleia contou com a apresentação dos resultados do autorrecenseamento, divulgação e apresentação de vídeos das duas TS escolhidas e apresentação de um vídeo sobre educação financeira.

Ao final do evento ocorreu um sorteio de brindes e os moradores saíram bastante satisfeitos. Uma das moradoras do Orgulho Tropical II afirmou que torceu pela Biblioteca Comunitária e ficou muito feliz com o resultado, pois acredita que o projeto será de grande importância para as crianças e jovens do Residencial, incentivando a leitura e o conhecimento.

 

As TS escolhidas pelos moradores

A TS Biblioteca Comunitária será acompanhada pela Adel juntamente com a instituição Vagalume. Já a TS Joias Sustentáveis será acompanhada pela Caritas de Crateús com a Redecriar. São colares, chaveiros, marcadores de páginas, porta-guardanapos, criados a partir da separação e reaproveitamento de lixo seco, contando com o envolvimento da comunidade para geração de trabalho e renda.

A TS Biblioteca Comunitária, a ser implantada pela Adel, busca promover o acesso ao livro e à leitura na comunidade, ampliando as possibilidades das crianças se desenvolverem a partir das relações construídas no espaço em que vive. Através da leitura, escrita e oralidade, acredita-se que a criança pode transcender sua realidade e crie novos olhares.

A implantação da TS Biblioteca Comunitária envolve três ações interligadas: a doação da estrutura das bibliotecas (livros, estantes e esteiras); a formação de mediadores de leitura (voluntários capacitados para promover o livro e a leitura); e o incentivo à gestão comunitária da biblioteca (definição coletiva das regras de manutenção e funcionamento, por exemplo, onde ficará localizada, horário de atendimento ao público, como será o empréstimo dos livros, entre outras).

Para Wagner Gomes, Diretor de Negócios da Adel, a nova etapa do Projeto agrega à ocupação do espaço urbano a consciência do estar e pertencer ao local. “É um estímulo ao uso do espaço público e ao fortalecimento das relações entre as famílias do Nova Caiçara (Orgulho Tropical II), instigando os princípios de associativismo, participação comunitária e empoderamento da comunidade”.

Equipe responsável pelo Projeto

Sobre o Projeto

O Projeto Moradia Urbana com Tecnologia Social é uma iniciativa da Fundação Banco do Brasil que busca promover o desenvolvimento social nos empreendimentos habitacionais no âmbito do Programa Nacional de Habitação Urbana – PNHU, promovido pelo Banco do Brasil. Em Sobral, a Adel é parceira na execução do Projeto, juntamente com a Rede Interação, Cáritas de Crateús e Prefeitura Municipal de Sobral.

As ações da Adel no local iniciaram em fevereiro de 2017. Nos meses de março a maio foi realizado um autorrecenseamento com os moradores do empreendimento Orgulho Tropical II. Trata-se de um censo realizado com a colaboração dos próprios moradores e tem como objetivo levantar dados e informações sobre o perfil da comunidade e percepções dos moradores sobre o local onde vivem.

O autorrecenseamento do Orgulho Tropical II contou com a setorização do empreendimento para atingir as 832 famílias beneficiadas. Dezesseis (16) moradores voluntários realizaram visitas de aplicação do formulário. A pesquisa foi aplicada em 92,19% das moradias. Foram feitas 601 entrevistas, cerca de 72% dos apartamentos. O empreendimento Orgulho Tropical II é composto, em sua maioria, por crianças (34,09%), o que justifica a alegria de algumas mães na escolha da TS Biblioteca Comunitária.

Para acessar mais dados do autorrecenseamento, leia o Informativo Orgulho Tropical II: https://issuu.com/adelceara/docs/informativo_-_digital

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *