ADEL aprova projeto de Pesquisa e Difusão de Tecnologias de Convivência com o Semiárido

O projeto intitulado “Difusão de Tecnologias Inovadoras de Segurança Hídrica no Vale do Rio Canindé” foi aprovado no último edital do Banco do Nordeste de Pesquisa e Difusão de Tecnologias de Convivência com o Semiárido.

O projeto apresenta uma tecnologia social inovadora no campo de segurança (acesso) e manejo (eficiência) de recursos hídricos que objetiva contribuir para: 1) Redução da incidência de doenças causadas pelo acesso a água não-tratada pela população local; 2) Elevação da viabilidade econômica e da produtividade das pequenas propriedades, e acesso à água para a irrigação de quintais produtivos; e 3) Redução do êxodo rural.

A ação é fruto de uma parceria da ADEL com o Centro de Educação Popular e Formação Social (CEPFS), uma organização que atua há mais de 20 anos desenvolvendo ações que fomentam o desenvolvimento rural sustentável no médio sertão paraibano. Com foco em programas participativos suas ações capacitam agricultores(as) para o desenvolvimento de tecnologias sociais, sustentáveis, capazes de tornar a convivência com o semiárido, possível potencializando um novo paradigma de desenvolvimento com equidade de gênero e geração, solidariedade e cidadania.

Foto: Arquivo do CEPFS

Projetos da ADEL recebem visita da comitiva da Rivers of the World


Do dia 25 a 27 de setembro, recebemos a visita da comitiva da *Rivers of the World que apóia a ADEL desde setembro de 2008. O objetivo da visita foi verificar os impactos causados pelos projetos de ovinos e caprinos desenvolvidos pela ADEL com o apoio da organização.
No dia 25 a comitiva participou do Dia de Campo sobre alimentação e manejo de ovinos e caprinos realizado na UFC, na ocasião os técnicos da ADEL apresentaram quatro projetos que foram apoiados. No dias 26 e 27 a comitiva visitou in loco uma experiência sobre terminação de cordeiro em sistema de cooperação na comunidade de Canafístula e outra sobre produção de mel nas comunidades de Riacho do Paulo e Lagoa das Pedras, todas no município de Apuiarés.
“Apesar do pequeno apoio e de apenas um ano de trabalho, estamos todos impressionados com os avanços conseguidos pelos grupos de produtores apoiados e pela forma como as lideranças da ADEL conduzem os projetos e se articulam com diversos setores da sociedade para melhorar o padrão de vidas das comunidades”, relata Yara Rogers líder da comitiva composta de 06 pessoas.
“A visita da comitiva ao projeto anima os produtores e passa a ideia de um trabalho sério e que visa resultados positivos”, ressalta Gilberto Bezerra líder do projeto de Canafístula. Para a ADEL, fica o reconhecimento do apoio, a importância singular dos novos parceiros e a certeza que muito ainda precisa ser feito para o desenvolvimento das comunidades rurais.