Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social divulga os vencedores hoje

Acontece hoje (19/11), a partir das 19h, em Brasília, a cerimônia de premiação do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social. O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), tecnologia social criada e desenvolvida pela Adel, é a única participante do Ceará, que está entre os seis finalistas, na categoria juventude.

Criado em 2001, o Prêmio certifica como “tecnologia social” metodologias bem-sucedidas, desenvolvidas na interação com a comunidade e que resultem em transformações efetivas na vida das pessoas. Os vencedores receberão prêmios que podem chegar a R$ 80 mil reais para investir nas ações da própria tecnologia.

A participação do PJER no prêmio deixou a equipe da Adel bastante entusiasmada. Apesar do Programa existir há quatro anos, é a primeira vez que o trabalho ganha um reconhecimento deste tipo. Para Aurigele Alves, Coordenadora do Programa, independente do resultado final, a Adel já é vencedora.

“O reconhecimento já aconteceu, acredito que todas as tecnologias finalistas são grandes vitoriosas pelo trabalho e comprometimento na realização de seus projetos que geram muitas transformações sociais”, enfatiza.

Neto Ribeiro, Jovem Empreendedor de Aves Caipira, e Rodrigo Darlan, técnico da Adel

Participam do evento de premiação Aurigele Alves e Wagner Gomes, Coordenadora do Programa e Diretor Executivo da Adel, respectivamente. Ambos, estão desde ontem (18/11), em Brasília, no Encontro de Tecnologias Sociais e Políticas Públicas, promovido pela Fundação Banco do Brasil.

Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social divulga os vencedores hoje

Acontece hoje (19/11), a partir das 19h, em Brasília, a cerimônia de premiação do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social. O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), tecnologia social criada e desenvolvida pela Adel, é a única participante do Ceará, que está entre os seis finalistas, na categoria juventude.

Criado em 2001, o Prêmio certifica como “tecnologia social” metodologias bem-sucedidas, desenvolvidas na interação com a comunidade e que resultem em transformações efetivas na vida das pessoas. Os vencedores receberão prêmios que podem chegar a R$ 80 mil reais para investir nas ações da própria tecnologia.

A participação do PJER no prêmio deixou a equipe da Adel bastante entusiasmada. Apesar do Programa existir há quatro anos, é a primeira vez que o trabalho ganha um reconhecimento deste tipo. Para Aurigele Alves, Coordenadora do Programa, independente do resultado final, a Adel já é vencedora.

“O reconhecimento já aconteceu, acredito que todas as tecnologias finalistas são grandes vitoriosas pelo trabalho e comprometimento na realização de seus projetos que geram muitas transformações sociais”, enfatiza.

Neto Ribeiro, Jovem Empreendedor de Aves Caipira, e Rodrigo Darlan, técnico da Adel

Participam do evento de premiação Aurigele Alves e Wagner Gomes, Coordenadora do Programa e Diretor Executivo da Adel, respectivamente. Ambos, estão desde ontem (18/11), em Brasília, no Encontro de Tecnologias Sociais e Políticas Públicas, promovido pela Fundação Banco do Brasil.

Fundo Veredas está na final regional do Desafio Brasil 2013

O Fundo Veredas, empreendimento desenvolvido pela Adel com foco no apoio a empreendimentos de jovens rurais, está entre as startup finalistas da regional Ceará/Piauí/Rio Grande do Norte da 8ª edição do Desafio Brasil.


Hoje (08/11), a partir das 14h, estará acontecendo no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), em Fortaleza, a apresentação dos finalistas da regional Ceará/Piauí/Rio Grande do Norte e uma palestra sobre o Programa Startup Brasil (startupbrasil.mcti.gov.br) de Vitor Andrade (Gestor de Operações do Startup Brasil).

Após a apresentação para uma mesa julgadora, o projeto empreendedor com solução mais inovadora terá uma vaga na Final Nacional do Desafio Brasil 2013. O Veredas está nessa competição por apoiar a abertura e o desenvolvimento de pequenos e médios negócios de jovens empreendedores de comunidades rurais no semiárido cearense.

Atualmente 34 jovens dos municípios do Médio Curu (Apuiarés, General Sampaio, Pentecoste e Tejuçuoca) foram beneficiados com esta iniciativa. Neto Ribeiro foi um dos primeiros jovens empreendedores rurais beneficiados com o Fundo Veredas, implantou seu empreendimento de aves caipira, e atualmente está em fase de ampliação do negócio.

Neto Ribeiro – Jovem beneficiado com o Veredas

“O Veredas possibilitou a realização do meu projeto após participar da formação do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER). Após decidir em que área queria atuar fiz várias tentativas para acessar o Pronaf Jovem, mas não tivesse êxito, o Veredas impulsionou o início do negócio, um capital inicial”, explica Neto.

Saiba mais sobre o Desafio Brasil: https://desafiobrasil.induct.no/public/

Fundo Veredas está na final regional do Desafio Brasil 2013

O Fundo Veredas, empreendimento desenvolvido pela Adel com foco no apoio a empreendimentos de jovens rurais, está entre as startup finalistas da regional Ceará/Piauí/Rio Grande do Norte da 8ª edição do Desafio Brasil.


Hoje (08/11), a partir das 14h, estará acontecendo no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), em Fortaleza, a apresentação dos finalistas da regional Ceará/Piauí/Rio Grande do Norte e uma palestra sobre o Programa Startup Brasil (startupbrasil.mcti.gov.br) de Vitor Andrade (Gestor de Operações do Startup Brasil).

Após a apresentação para uma mesa julgadora, o projeto empreendedor com solução mais inovadora terá uma vaga na Final Nacional do Desafio Brasil 2013. O Veredas está nessa competição por apoiar a abertura e o desenvolvimento de pequenos e médios negócios de jovens empreendedores de comunidades rurais no semiárido cearense.

Atualmente 34 jovens dos municípios do Médio Curu (Apuiarés, General Sampaio, Pentecoste e Tejuçuoca) foram beneficiados com esta iniciativa. Neto Ribeiro foi um dos primeiros jovens empreendedores rurais beneficiados com o Fundo Veredas, implantou seu empreendimento de aves caipira, e atualmente está em fase de ampliação do negócio.

Neto Ribeiro – Jovem beneficiado com o Veredas

“O Veredas possibilitou a realização do meu projeto após participar da formação do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER). Após decidir em que área queria atuar fiz várias tentativas para acessar o Pronaf Jovem, mas não tivesse êxito, o Veredas impulsionou o início do negócio, um capital inicial”, explica Neto.

Saiba mais sobre o Desafio Brasil: https://desafiobrasil.induct.no/public/