Adel celebra seu oitavo aniversário

Entre os dias 08 e 11 de dezembro, a Adel celebrou seu oitavo aniversário. Desta vez, a comemoração reuniu além dos sócios da instituição, parceiros e público beneficiado. “Uma semana intensa de atividades” definiu Wagner Gomes, gerente de relações institucionais da organização.

As atividades comemorativas iniciaram com uma roda de conversa na manhã de terça-feira (08/12) com os sócios, equipe e lideranças comunitárias na sede da instituição. Em seguida, aconteceu o lançamento da Rede Néctar do Sertão (quarta-feira – 09/12); um dia de campo com jovens empreendedores (quinta-feira – 10/12) e o Seminário Empreendedorismo e Desenvolvimento Local (sexta-feira – 11/12), ponto culminante da comemoração.

Everardo Alves, presidente da Associação Comunitária de Lagoa das Pedras, Apuiarés/CE; Sr. Gilberto Bezerra, presidente da Associação Comunitária de Canafístula, Apuiarés/CE; e. Sr. Francisco Julião, presidente da Associação Comunitária de Carrapato, Pentecoste/CE estiveram na roda de conversa contando a trajetória vivida no início da criação da Adel.

“Eu chamava vocês de meninos sabe. Existia os meninos da Vila (referência a Escola de Futebol do Santos), e a Adel na época que surgiu era composta por um grupo de meninos. Os meninos da Adel. Eu via a dedicação de vocês na articulação dos grupos produtivos e a força de vontade. Acreditava porque era um grupo. Tinham apenas 20 anos, 26, mas eu somando ia dar um grupo de 46 anos. Então, eu pensei que deveria acreditar, porque não tinham a minha idade, a minha experiência, mas somando vocês tinham” relembrou Sr. Gilberto.

Everardo Alves, Sr. Gilberto Bezerra e Sr. Francisco Julião

“Meninos da Adel” era assim chamados os jovens filhos de agricultores de Pentecoste e Apuiarés/CE que fundaram a Adel em 2007. A maioria recém-ingressos em seus cursos de graduação em Fortaleza/CE, com idade entre 19 e 28 anos, tinham o desejo de retornar para suas comunidades e colaborar com o desenvolvimento local.

Esse desejo impulsionou o grupo iniciar um trabalho com agricultores familiares. A iniciativa deu certo e multiplicou-se. Hoje, 620 jovens e 1200 agricultores familiares de 10 municípios do Ceará (Pentecoste, Apuiarés, Tejuçuoca, General Sampaio, São Gonçalo do Amarante, São Luis do Curu, Paracuru, Caucaia, Umirim, Itarema) são beneficiados pelos projetos desenvolvidos pela Adel.

Através do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), tecnologia social desenvolvida pela instituição e reconhecida pela Fundação Banco do Brasil e pela 5ª edição do Prêmio ODM Brasil, 165 empreendimentos de jovens rurais foram implementados no território.

Integrantes da Rede Néctar do Sertão e participantes da palestra sobre meliponicultura

Na semana do aniversário os jovens que integram o PJER estiveram compartilhando suas histórias e os empreendimentos implementados com o apoio da Adel. A Rede Néctar do Sertão foi uma das iniciativas apresentadas na manhã de quarta-feira (09/12) durante palestra sobre meliponicultura com o Prof. Jorge Alberto Fernandes do IFCE Umirim.

A palestra reuniu produtores de mel que integram a Rede Néctar do Sertão, estudantes do curso de zootecnia da Universidade Federal do Ceará (UFC) e grupos interessados em conhecer o trabalho da Rede e desta prática de produção de mel.

Dia de campo com jovens empreendedores de avicultura
Na manhã de quinta-feira (10/12), a Adel reuniu jovens empreendedores na propriedade do jovem Vitor Esteves, na comunidade de Boca da Picada em São Gonçalo do Amarante/CE, para um dia de campo sobre avicultura.

Ícaro Jacob, técnico em agropecuária, apresentou aos jovens sua experiência com avicultura caipira, priorizando a nutrição das aves. Os jovens aprenderam uma técnica de produção de milho hidropônico para alimentação de aves, que além de reduzir os custos com ração, melhora a qualidade da carne e ocupa pouco espaço na propriedade.

Na sexta-feira (11/12), aconteceu o Seminário Empreendedorismo e Desenvolvimento Local – a atuação da Adel no semiárido cearense, em Pentecoste. O Seminário reuniu cerca de 80 participantes com o objetivo de compartilhar as experiências de jovens empreendedores do território e discutir quais as perspectivas e o papel da juventude no desenvolvimento local.

Estiveram contando suas histórias os jovens: Neto Ribeiro, Ana Maria, Luís Siqueira, Raquel Soares e Vitor Esteves. Ambos participaram em diferentes períodos da formação empreendedora do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) e buscam fazer do sertão uma terra de oportunidades. 

Jovens – Vitor Esteves, Raquel Soares, Luís Siqueira, Neto Ribeiro e Ana Maria (Da esquerda para direita)

Cada um desses jovens não medem esforços para criar soluções criativas para suas vidas e de suas comunidades. Eles implementaram seus negócios e hoje mobilizam outros jovens na criação de uma cooperativa de jovens empreendedores para comercializar seus produtos a um preço justo. 

Neto Ribeiro, um dos primeiros jovens beneficiados pelo PJER e articulador da cooperativa, ressaltou o impacto que o trabalho da Adel tem gerado no território. “A Adel faz aniversário mais quem ganha o presente somos nós, os jovens empreendedores”, disse. 
Ana Maria, jovem apoiada pela Adel recentemente, quando o PJER foi expandido para o município de São Gonçalo do Amarante/CE, contou sua experiência em forma de carta. Através de um relato escrito ela mostrou sua força de vontade para vencer os desafios e enfatizou que a “família é fundamental na construção dos sonhos, mas para realizá-los precisa crer, ter fé e principalmente, um incentivo como a Adel dá” mencionou.

Além dos jovens, a gerente executiva do Banco do Nordeste, Jeania Gomes, compôs uma mesa no seminário e foi homenageada pela equipe da Adel. Jeania atua na Célula de Desenvolvimento Territorial e realiza um trabalho promissor na região. Em sua fala abordou a importância de articular a juventude e valorizar as potencialidades locais.

Jeania tem um papel importante na consolidação do trabalho da Adel no território. Através da parceira com o Banco do Nordeste, foi possível apoiar os agricultores familiares e alcançar novos mercados. Emocionada, Jeania relatou todos os anos de parceria com a instituição e o trabalho significativo da organização no território, desejando que novos projetos sejam construídos.
Wagner Gomes, Gerente de Relações Institucionais Adel; Adriano Batista, Diretor Executivo Adel; Jeania Gomes, Gerente Executiva Banco do Nordeste; e, Helano Luz, Diretor Financeiro Adel

O Seminário contou com  a mediação de Aurigele Alves, gerente de programas da Adel, que elencou as ações da Adel nos últimos 08 anos. Aurigele apresentou que muitas histórias de jovens serão compartilhadas ao longo dos próximos anos, visto que a quantidade de jovens que tem implementando seus negócios e alcançado suas metas é bastante positivo.

A diversidade de histórias dos palestrantes do seminário e dos depoimentos compartilhados em cada atividade e nas redes sociais fizeram do oitavo aniversário da Adel um evento inspirador. Os resultados alcançados pela instituição e o percurso feito por todos que fazem a história da Adel demonstram que através da juventude, da cooperação e do empreendedorismo é possível dar uma Nova Cara ao Sertão.

Ao fim do Seminário, a Adel comemorou seus 08 anos oferecendo um coquetel aos participantes e palestrantes. A comemoração aconteceu no hall do auditório da EEEP Alan Pinho Tabosa, em Pentecoste. Além do coquetel, a Adel homenageou nesta semana as lideranças que apoiaram o trabalho da organização em 2007 – Everardo Alves, Sr. Gilberto Bezerra e. Sr. Francisco Julião.

Adel celebra seu oitavo aniversário

Entre os dias 08 e 11 de dezembro, a Adel celebrou seu oitavo aniversário. Desta vez, a comemoração reuniu além dos sócios da instituição, parceiros e público beneficiado. “Uma semana intensa de atividades” definiu Wagner Gomes, gerente de relações institucionais da organização.

As atividades comemorativas iniciaram com uma roda de conversa na manhã de terça-feira (08/12) com os sócios, equipe e lideranças comunitárias na sede da instituição. Em seguida, aconteceu o lançamento da Rede Néctar do Sertão (quarta-feira – 09/12); um dia de campo com jovens empreendedores (quinta-feira – 10/12) e o Seminário Empreendedorismo e Desenvolvimento Local (sexta-feira – 11/12), ponto culminante da comemoração.

Everardo Alves, presidente da Associação Comunitária de Lagoa das Pedras, Apuiarés/CE; Sr. Gilberto Bezerra, presidente da Associação Comunitária de Canafístula, Apuiarés/CE; e. Sr. Francisco Julião, presidente da Associação Comunitária de Carrapato, Pentecoste/CE estiveram na roda de conversa contando a trajetória vivida no início da criação da Adel.

“Eu chamava vocês de meninos sabe. Existia os meninos da Vila (referência a Escola de Futebol do Santos), e a Adel na época que surgiu era composta por um grupo de meninos. Os meninos da Adel. Eu via a dedicação de vocês na articulação dos grupos produtivos e a força de vontade. Acreditava porque era um grupo. Tinham apenas 20 anos, 26, mas eu somando ia dar um grupo de 46 anos. Então, eu pensei que deveria acreditar, porque não tinham a minha idade, a minha experiência, mas somando vocês tinham” relembrou Sr. Gilberto.

Everardo Alves, Sr. Gilberto Bezerra e Sr. Francisco Julião

“Meninos da Adel” era assim chamados os jovens filhos de agricultores de Pentecoste e Apuiarés/CE que fundaram a Adel em 2007. A maioria recém-ingressos em seus cursos de graduação em Fortaleza/CE, com idade entre 19 e 28 anos, tinham o desejo de retornar para suas comunidades e colaborar com o desenvolvimento local.

Esse desejo impulsionou o grupo iniciar um trabalho com agricultores familiares. A iniciativa deu certo e multiplicou-se. Hoje, 620 jovens e 1200 agricultores familiares de 10 municípios do Ceará (Pentecoste, Apuiarés, Tejuçuoca, General Sampaio, São Gonçalo do Amarante, São Luis do Curu, Paracuru, Caucaia, Umirim, Itarema) são beneficiados pelos projetos desenvolvidos pela Adel.

Através do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), tecnologia social desenvolvida pela instituição e reconhecida pela Fundação Banco do Brasil e pela 5ª edição do Prêmio ODM Brasil, 165 empreendimentos de jovens rurais foram implementados no território.

Integrantes da Rede Néctar do Sertão e participantes da palestra sobre meliponicultura

Na semana do aniversário os jovens que integram o PJER estiveram compartilhando suas histórias e os empreendimentos implementados com o apoio da Adel. A Rede Néctar do Sertão foi uma das iniciativas apresentadas na manhã de quarta-feira (09/12) durante palestra sobre meliponicultura com o Prof. Jorge Alberto Fernandes do IFCE Umirim.

A palestra reuniu produtores de mel que integram a Rede Néctar do Sertão, estudantes do curso de zootecnia da Universidade Federal do Ceará (UFC) e grupos interessados em conhecer o trabalho da Rede e desta prática de produção de mel.

Dia de campo com jovens empreendedores de avicultura
Na manhã de quinta-feira (10/12), a Adel reuniu jovens empreendedores na propriedade do jovem Vitor Esteves, na comunidade de Boca da Picada em São Gonçalo do Amarante/CE, para um dia de campo sobre avicultura.

Ícaro Jacob, técnico em agropecuária, apresentou aos jovens sua experiência com avicultura caipira, priorizando a nutrição das aves. Os jovens aprenderam uma técnica de produção de milho hidropônico para alimentação de aves, que além de reduzir os custos com ração, melhora a qualidade da carne e ocupa pouco espaço na propriedade.

Na sexta-feira (11/12), aconteceu o Seminário Empreendedorismo e Desenvolvimento Local – a atuação da Adel no semiárido cearense, em Pentecoste. O Seminário reuniu cerca de 80 participantes com o objetivo de compartilhar as experiências de jovens empreendedores do território e discutir quais as perspectivas e o papel da juventude no desenvolvimento local.

Estiveram contando suas histórias os jovens: Neto Ribeiro, Ana Maria, Luís Siqueira, Raquel Soares e Vitor Esteves. Ambos participaram em diferentes períodos da formação empreendedora do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) e buscam fazer do sertão uma terra de oportunidades. 

Jovens – Vitor Esteves, Raquel Soares, Luís Siqueira, Neto Ribeiro e Ana Maria (Da esquerda para direita)

Cada um desses jovens não medem esforços para criar soluções criativas para suas vidas e de suas comunidades. Eles implementaram seus negócios e hoje mobilizam outros jovens na criação de uma cooperativa de jovens empreendedores para comercializar seus produtos a um preço justo. 

Neto Ribeiro, um dos primeiros jovens beneficiados pelo PJER e articulador da cooperativa, ressaltou o impacto que o trabalho da Adel tem gerado no território. “A Adel faz aniversário mais quem ganha o presente somos nós, os jovens empreendedores”, disse. 
Ana Maria, jovem apoiada pela Adel recentemente, quando o PJER foi expandido para o município de São Gonçalo do Amarante/CE, contou sua experiência em forma de carta. Através de um relato escrito ela mostrou sua força de vontade para vencer os desafios e enfatizou que a “família é fundamental na construção dos sonhos, mas para realizá-los precisa crer, ter fé e principalmente, um incentivo como a Adel dá” mencionou.

Além dos jovens, a gerente executiva do Banco do Nordeste, Jeania Gomes, compôs uma mesa no seminário e foi homenageada pela equipe da Adel. Jeania atua na Célula de Desenvolvimento Territorial e realiza um trabalho promissor na região. Em sua fala abordou a importância de articular a juventude e valorizar as potencialidades locais.

Jeania tem um papel importante na consolidação do trabalho da Adel no território. Através da parceira com o Banco do Nordeste, foi possível apoiar os agricultores familiares e alcançar novos mercados. Emocionada, Jeania relatou todos os anos de parceria com a instituição e o trabalho significativo da organização no território, desejando que novos projetos sejam construídos.
Wagner Gomes, Gerente de Relações Institucionais Adel; Adriano Batista, Diretor Executivo Adel; Jeania Gomes, Gerente Executiva Banco do Nordeste; e, Helano Luz, Diretor Financeiro Adel

O Seminário contou com  a mediação de Aurigele Alves, gerente de programas da Adel, que elencou as ações da Adel nos últimos 08 anos. Aurigele apresentou que muitas histórias de jovens serão compartilhadas ao longo dos próximos anos, visto que a quantidade de jovens que tem implementando seus negócios e alcançado suas metas é bastante positivo.

A diversidade de histórias dos palestrantes do seminário e dos depoimentos compartilhados em cada atividade e nas redes sociais fizeram do oitavo aniversário da Adel um evento inspirador. Os resultados alcançados pela instituição e o percurso feito por todos que fazem a história da Adel demonstram que através da juventude, da cooperação e do empreendedorismo é possível dar uma Nova Cara ao Sertão.

Ao fim do Seminário, a Adel comemorou seus 08 anos oferecendo um coquetel aos participantes e palestrantes. A comemoração aconteceu no hall do auditório da EEEP Alan Pinho Tabosa, em Pentecoste. Além do coquetel, a Adel homenageou nesta semana as lideranças que apoiaram o trabalho da organização em 2007 – Everardo Alves, Sr. Gilberto Bezerra e. Sr. Francisco Julião.

Lançamento Rede Néctar do Sertão


Na última quarta-feira (09/12) a Adel em parceria com as lideranças comunitárias de Sítio do Meio (Pentecoste), Vila Soares e Lagoa das Pedras (Apuiarés) lançaram a Rede Néctar do Sertão. Uma iniciativa que busca fortalecer a cadeia produtiva do mel de forma agroecológica no Vale do Curu.

A atividade reuniu apicultores e meliponicultores dos municípios de Pentecoste e Apuiarés e fez parte da programação em comemoração ao oitavo aniversário da Adel. Na ocasião, aconteceu uma palestra com o Prof. Jorge Alberto Fernandes do IFCE Umirim.

Prof. Jorge Alberto Fernandes do IFCE Umirim palestrando para os produtores
Na palestra o  Prof. Jorge Alberto Fernandes apresentou os desafios para produção e discutiu as perspectivas de mercado. Raimundo Abreu, técnico da Adel, disse que a palestra sobre meliponicultura foi importante para fortalecer o grupo.

“Aprendemos muitas informações relacionadas as atividades que desenvolvemos como: domesticação, anatomia, principais espécies, manejo, produção, tipos de caixas, multiplicação de enxames, pastagem, controle de inimigos e tipos de meliponários”, concluiu.

Produto gerado pelos apicultores da Rede Néctar do Sertão.

Everardo Alves, meliponicultor e articulador da Rede, esteve no evento juntamente com Sr. Erasmo Alves (pai) e Vanleide Alves (irmã) apresentando a experiência desenvolvida pelo grupo na comunidade de Lagoa das Pedras.

Lagoa das Pedras é um dos núcleos que compõe a Rede e desde a década de 70 trabalha com a produção de mel. Entretanto, foi a partir de 2009, quando Everardo e outros jovens fundaram uma associação de jovens produtores que a atividade se consolidou na comunidade.

Sr. Erasmo Alves, Everardo Alves e Vanleide Alves, produtores de mel de Lagoa das Pedras – Apuiarés.

No encontro foram distribuídas as embalagens do mel da Rede Néctar com rótulos para os três grupos de meliponicultores das respectivas comunidades: Lagoa das Pedras e Vila Soares – Apuiarés e Sítio do Meio – Pentecoste.

Com atuação em várias comunidades do território do Vale do Curu, a Rede Néctar do Sertão é um espaço de articulação entre grupos comunitários formais e informais que atuam na apicultura e meliponicultura.

Meliponicultores e Apicultores da Rede Néctar do Sertão.

A Rede Néctar do Sertão conta com o apoio da BrazilFoundation, Bovespa Social e do Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN) por meio do Programa de Pequenos Projetos Ecossociais (PPP-ECOS).

Conheça a Rede Néctar do Sertão: http://nectardosertao.pe.hu/

Lançamento Rede Néctar do Sertão

Na última quarta-feira (09/12) a Adel em parceria com as lideranças comunitárias de Sítio do Meio (Pentecoste), Vila Soares e Lagoa das Pedras (Apuiarés) lançaram a Rede Néctar do Sertão. Uma iniciativa que busca fortalecer a cadeia produtiva do mel de forma agroecológica no Vale do Curu.

A atividade reuniu apicultores e meliponicultores dos municípios de Pentecoste e Apuiarés e fez parte da programação em comemoração ao oitavo aniversário da Adel. Na ocasião, aconteceu uma palestra com o Prof. Jorge Alberto Fernandes do IFCE Umirim.

Prof. Jorge Alberto Fernandes do IFCE Umirim palestrando para os produtores
Na palestra o  Prof. Jorge Alberto Fernandes apresentou os desafios para produção e discutiu as perspectivas de mercado. Raimundo Abreu, técnico da Adel, disse que a palestra sobre meliponicultura foi importante para fortalecer o grupo.

“Aprendemos muitas informações relacionadas as atividades que desenvolvemos como: domesticação, anatomia, principais espécies, manejo, produção, tipos de caixas, multiplicação de enxames, pastagem, controle de inimigos e tipos de meliponários”, concluiu.

Produto gerado pelos apicultores da Rede Néctar do Sertão.

Everardo Alves, meliponicultor e articulador da Rede, esteve no evento juntamente com Sr. Erasmo Alves (pai) e Vanleide Alves (irmã) apresentando a experiência desenvolvida pelo grupo na comunidade de Lagoa das Pedras.

Lagoa das Pedras é um dos núcleos que compõe a Rede e desde a década de 70 trabalha com a produção de mel. Entretanto, foi a partir de 2009, quando Everardo e outros jovens fundaram uma associação de jovens produtores que a atividade se consolidou na comunidade.

Sr. Erasmo Alves, Everardo Alves e Vanleide Alves, produtores de mel de Lagoa das Pedras – Apuiarés.

No encontro foram distribuídas as embalagens do mel da Rede Néctar com rótulos para os três grupos de meliponicultores das respectivas comunidades: Lagoa das Pedras e Vila Soares – Apuiarés e Sítio do Meio – Pentecoste.

Com atuação em várias comunidades do território do Vale do Curu, a Rede Néctar do Sertão é um espaço de articulação entre grupos comunitários formais e informais que atuam na apicultura e meliponicultura.

Meliponicultores e Apicultores da Rede Néctar do Sertão.

A Rede Néctar do Sertão conta com o apoio da BrazilFoundation, Bovespa Social e do Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN) por meio do Programa de Pequenos Projetos Ecossociais (PPP-ECOS).

Conheça a Rede Néctar do Sertão: http://nectardosertao.pe.hu/

Jovem inova e cria espaço de estética de unhas

Valéria Rodrigues, 19 anos, reside na comunidade Croatá, São Gonçalo do Amarante. Filha de Valmir Elias e Francisca Sandra, é a mais velha de dois irmãos. Muita dedicada, desde pequena buscou sua autonomia e independência financeira.

Seus pais sempre se empenharam na criação dos filhos. Ambos aprenderam o significado do trabalho muito cedo e de valorizar cada bem conquistado. Apesar da pouca escolaridade, o casal sempre incentivou os filhos a estudar e buscar conhecimento, afirmando que passaram muitas dificuldades por falta dele.

Apesar das dificuldades e da falta de oportunidades em sua comunidade, Valéria concluiu o Ensino Médio aos 17 anos. Ainda no mesmo ano, decidiu se casar e começou uma nova fase de sua vida. Mudou-se para Recife e depois de um ano, infelizmente, terminou o relacionamento e retornou para casa. Apesar de todo o desgaste emocional Valéria voltou mais forte e decidida a empreender em um negócio que aprendeu durante esta jornada, a ser designer de unhas. 

No período que esteve em Recife sentiu a necessidade de ajudar o marido e decidiu fazer uns cursos na área. A atividade era apenas um hobby, mas ela se especializou e começou a cobrar pelo serviço.

De volta à Croatá, Valéria passou a divulgar seu trabalho intitulado de “Vall Nails” e começou a conquistar clientes e fortalecer a vontade de investir no que almejava. Diante do número crescente de demandas observou que era preciso mais produtos e conhecimento em gerenciamento.

Após alguns meses, no primeiro semestre de 2015 soube do curso da Adel, enxergou imediatamente a oportunidade e se inscreveu. Ela foi selecionada e encarou todo o processo formativo. Após a formação, Valéria acessou a linha de crédito disponibilizada pela Adel e investiu em equipamentos e acessórios para desenvolver melhor seu trabalho.

Após dois meses do investimento, Valéria afirma que as clientes de “Vall Nails” estão mais satisfeitas. Antes ela não tinha conforto, nem disponibilizava produtos variados e de qualidade para as clientes. Valéria relata também que o número de clientes duplicou e que está muito feliz com o desenvolvimento do seu trabalho e a visibilidade que tem conquistado em sua comunidade.

“Agradeço muito a Adel pela formação, não só como empreendedora, mas como pessoa. Compreendi a importância de valores e principalmente, da família. Hoje tenho meu próprio negócio graças ao meu empenho e o conhecimento que adquiri no curso.” afirma Valéria.

Valéria Rodrigues é uma das jovens beneficiadas pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) desenvolvido pela Adel, patrocinado pela Petrobras, e apoiado pela Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Jovem inova e cria espaço de estética de unhas

Valéria Rodrigues, 19 anos, reside na comunidade Croatá, São Gonçalo do Amarante. Filha de Valmir Elias e Francisca Sandra, é a mais velha de dois irmãos. Muita dedicada, desde pequena buscou sua autonomia e independência financeira.

Seus pais sempre se empenharam na criação dos filhos. Ambos aprenderam o significado do trabalho muito cedo e de valorizar cada bem conquistado. Apesar da pouca escolaridade, o casal sempre incentivou os filhos a estudar e buscar conhecimento, afirmando que passaram muitas dificuldades por falta dele.

Apesar das dificuldades e da falta de oportunidades em sua comunidade, Valéria concluiu o Ensino Médio aos 17 anos. Ainda no mesmo ano, decidiu se casar e começou uma nova fase de sua vida. Mudou-se para Recife e depois de um ano, infelizmente, terminou o relacionamento e retornou para casa. Apesar de todo o desgaste emocional Valéria voltou mais forte e decidida a empreender em um negócio que aprendeu durante esta jornada, a ser designer de unhas. 

No período que esteve em Recife sentiu a necessidade de ajudar o marido e decidiu fazer uns cursos na área. A atividade era apenas um hobby, mas ela se especializou e começou a cobrar pelo serviço.

De volta à Croatá, Valéria passou a divulgar seu trabalho intitulado de “Vall Nails” e começou a conquistar clientes e fortalecer a vontade de investir no que almejava. Diante do número crescente de demandas observou que era preciso mais produtos e conhecimento em gerenciamento.

Após alguns meses, no primeiro semestre de 2015 soube do curso da Adel, enxergou imediatamente a oportunidade e se inscreveu. Ela foi selecionada e encarou todo o processo formativo. Após a formação, Valéria acessou a linha de crédito disponibilizada pela Adel e investiu em equipamentos e acessórios para desenvolver melhor seu trabalho.

Após dois meses do investimento, Valéria afirma que as clientes de “Vall Nails” estão mais satisfeitas. Antes ela não tinha conforto, nem disponibilizava produtos variados e de qualidade para as clientes. Valéria relata também que o número de clientes duplicou e que está muito feliz com o desenvolvimento do seu trabalho e a visibilidade que tem conquistado em sua comunidade.

“Agradeço muito a Adel pela formação, não só como empreendedora, mas como pessoa. Compreendi a importância de valores e principalmente, da família. Hoje tenho meu próprio negócio graças ao meu empenho e o conhecimento que adquiri no curso.” afirma Valéria.

Valéria Rodrigues é uma das jovens beneficiadas pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) desenvolvido pela Adel, patrocinado pela Petrobras, e apoiado pela Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

PJER finaliza atividades de formação

No dia 04 de dezembro, a Adel encerrou as atividades do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios, desenvolvido pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), em São Gonçalo do Amarante, Ceará.

A cerimônia de encerramento e entrega de certificados aconteceu no Centro de Formação do Jovem Rural, em São Gonçalo do Amarante. Estiveram presentes os 26 jovens que participaram da formação, os pais e parceiros do Programa.

Durante a cerimônia, Tales Rilton, assessor de formação da Adel, Álvaro Neto, Seplatec – SGA, Adriano Batista, diretor executivo da Adel e a Sra. Patrícia, representando os pais, enfatizaram os desejos que todos possam implementar os seus projetos.

Jovens e participantes do evento

O curso desenvolvido pela Adel teve duração de quatro meses e abordou os temas associativismo, cooperativismo, protagonismo, liderança, empreendedorismo, administração rural, gestão, técnicas produtivas, comercialização, negócios rurais, microfinanças, agregação de valor, cadeias produtivas, sustentabilidade ambiental, governança, participação em redes, arranjos produtivos locais (APLs) e plano de negócio.

Após a conclusão do curso, os jovens recebem apoio técnico e gerencial em campo para implementarem seus planos de negócios e iniciarem seus empreendimentos. Espera-se que todos os empreendimentos tenham êxito e, em breve, aumente a rede de empreendedores do território.

No evento de encerramento do curso, os jovens prestaram seus agradecimentos a Adel e as entidades parceiras através de apresentações, depoimentos e música. Uma das jovens, Thais Oliveira, não conseguiu conter as lágrimas.

Segundo Thais o PJER foi uma grande oportunidade para a sua vida, um espaço de aprendizagem e de muitas amizades. ” Melhor do que ganhar presentes de aniversário, é ser lembrado por pessoas. Melhor ainda, é ser surpreendida por pessoas que lembra da gente, sem exigir nada”, enfatizou.

Thais Oliveira e Hélica Sales, jovens formandas apresentando uma homenagem a turma.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

PJER finaliza atividades de formação

No dia 04 de dezembro, a Adel encerrou as atividades do Curso de Empreendedorismo e Gestão de Negócios, desenvolvido pelo Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), em São Gonçalo do Amarante, Ceará.

A cerimônia de encerramento e entrega de certificados aconteceu no Centro de Formação do Jovem Rural, em São Gonçalo do Amarante. Estiveram presentes os 26 jovens que participaram da formação, os pais e parceiros do Programa.

Durante a cerimônia, Tales Rilton, assessor de formação da Adel, Álvaro Neto, Seplatec – SGA, Adriano Batista, diretor executivo da Adel e a Sra. Patrícia, representando os pais, enfatizaram os desejos que todos possam implementar os seus projetos.

Jovens e participantes do evento

O curso desenvolvido pela Adel teve duração de quatro meses e abordou os temas associativismo, cooperativismo, protagonismo, liderança, empreendedorismo, administração rural, gestão, técnicas produtivas, comercialização, negócios rurais, microfinanças, agregação de valor, cadeias produtivas, sustentabilidade ambiental, governança, participação em redes, arranjos produtivos locais (APLs) e plano de negócio.

Após a conclusão do curso, os jovens recebem apoio técnico e gerencial em campo para implementarem seus planos de negócios e iniciarem seus empreendimentos. Espera-se que todos os empreendimentos tenham êxito e, em breve, aumente a rede de empreendedores do território.

No evento de encerramento do curso, os jovens prestaram seus agradecimentos a Adel e as entidades parceiras através de apresentações, depoimentos e música. Uma das jovens, Thais Oliveira, não conseguiu conter as lágrimas.

Segundo Thais o PJER foi uma grande oportunidade para a sua vida, um espaço de aprendizagem e de muitas amizades. ” Melhor do que ganhar presentes de aniversário, é ser lembrado por pessoas. Melhor ainda, é ser surpreendida por pessoas que lembra da gente, sem exigir nada”, enfatizou.

Thais Oliveira e Hélica Sales, jovens formandas apresentando uma homenagem a turma.

O Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER) é desenvolvido pela Adel com o patrocínio da Petrobras, apoio da Fundação Interamericana (IAF), Oi Futuro e da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Adel elege nova diretoria e conselho fiscal para o próximo triênio

Durante assembleia geral ordinária, realizada na sede da Adel, em Pentecoste, os associados da Adel elegeram os membros da nova diretoria e conselho fiscal da instituição. No próximo triênio, a Adel será presidida por Adriano Batista, diretor executivo, e, Helano Luz Lopes, diretor financeiro.

A assembleia foi conduzida pelo ex-diretor executivo Wagner Gomes, que ressaltou a importância da renovação da diretoria e os próximos passos que a instituição almeja dar. “Deixo a diretoria executiva com a alegria de um dever cumprido e tenho certeza que esta nova gestão fará com que a Adel cresça ainda mais. O meu papel agora é apoiar a nova diretoria na ampliação de sua atuação junto as comunidades e na articulação de parceiros”, afirmou.

A frente da diretoria desde 2010, Wagner Gomes finalizou seus trabalhos na diretoria executiva em 2015 e continuará atuando em uma nova função na próxima gestão. Ele, juntamente com Aurigele Alves, a convite da nova diretoria, atuarão como gerentes de relações institucionais e de programas, respectivamente.

Adriano Batista (Diretor Executivo) e Helano Luz Lopes (Diretor Financeiro)

A nova diretoria eleita reúne dois sócios fundadores da Adel. Adriano Batista e Helano Luz Lopes foram os primeiros diretores da instituição no período de 2007-2009. Em seguida, Adriano Batista foi diretor de programas, e no período de 2012-2015, ausentou-se das atividades operacionais da Adel. Helano Luz Lopes, dirigiu nos últimos anos o Fundo Veredas, iniciativa de crédito da Adel para apoiar jovens empreendedores rurais, e desde 2013, assumiu o cargo de diretor financeiro.

O diretor executivo eleito, Adriano Batista, quer fortalecer as ações de empreendedorismo no território, ampliando o acesso da juventude a formação. “ A Adel tem um bom currículo e bastante serviço prestado a sociedade até o momento. Nessa gestão buscaremos criar um novo ciclo de crescimento para a instituição, ampliando os serviços outrora prestados e abrindo novas possibilidades de projetos em outras áreas para além do empreendedorismo rural, envolvendo educação, juventude e empreendedorismo”, ressaltou Adriano.

O Conselho Fiscal eleito para o próximo triênio é composto por Anderson Viera, Hélio Pires e Cristiano Severino. Os novos diretores e conselheiros assumiram o novo posto no dia 14 de novembro de 2015, durante assembleia geral dos associados da organização.

Adel elege nova diretoria e conselho fiscal para o próximo triênio

Durante assembleia geral ordinária, realizada na sede da Adel, em Pentecoste, os associados da Adel elegeram os membros da nova diretoria e conselho fiscal da instituição. No próximo triênio, a Adel será presidida por Adriano Batista, diretor executivo, e, Helano Luz Lopes, diretor financeiro.

A assembleia foi conduzida pelo ex-diretor executivo Wagner Gomes, que ressaltou a importância da renovação da diretoria e os próximos passos que a instituição almeja dar. “Deixo a diretoria executiva com a alegria de um dever cumprido e tenho certeza que esta nova gestão fará com que a Adel cresça ainda mais. O meu papel agora é apoiar a nova diretoria na ampliação de sua atuação junto as comunidades e na articulação de parceiros”, afirmou.

A frente da diretoria desde 2010, Wagner Gomes finalizou seus trabalhos na diretoria executiva em 2015 e continuará atuando em uma nova função na próxima gestão. Ele, juntamente com Aurigele Alves, a convite da nova diretoria, atuarão como gerentes de relações institucionais e de programas, respectivamente.

Adriano Batista (Diretor Executivo) e Helano Luz Lopes (Diretor Financeiro)

A nova diretoria eleita reúne dois sócios fundadores da Adel. Adriano Batista e Helano Luz Lopes foram os primeiros diretores da instituição no período de 2007-2009. Em seguida, Adriano Batista foi diretor de programas, e no período de 2012-2015, ausentou-se das atividades operacionais da Adel. Helano Luz Lopes, dirigiu nos últimos anos o Fundo Veredas, iniciativa de crédito da Adel para apoiar jovens empreendedores rurais, e desde 2013, assumiu o cargo de diretor financeiro.

O diretor executivo eleito, Adriano Batista, quer fortalecer as ações de empreendedorismo no território, ampliando o acesso da juventude a formação. “ A Adel tem um bom currículo e bastante serviço prestado a sociedade até o momento. Nessa gestão buscaremos criar um novo ciclo de crescimento para a instituição, ampliando os serviços outrora prestados e abrindo novas possibilidades de projetos em outras áreas para além do empreendedorismo rural, envolvendo educação, juventude e empreendedorismo”, ressaltou Adriano.

O Conselho Fiscal eleito para o próximo triênio é composto por Anderson Viera, Hélio Pires e Cristiano Severino. Os novos diretores e conselheiros assumiram o novo posto no dia 14 de novembro de 2015, durante assembleia geral dos associados da organização.