Adel auxilia e estimula o protagonismo e o empreendedorismo de jovens LGBT+

No mês em que é celebrado o Dia Internacional do Orgulho LGBT, a Adel (Agência de Desenvolvimento Econômico Local) iniciou as atividades presenciais do Projeto “Diversidade e Desenvolvimento Rural: Jovens LGBTQ+ Protagonistas no Semiárido do Ceará”. O Projeto faz parte do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), da Adel.

Trinta (30) jovens LGBTQ+ são auxiliados na criação de seus projetos de negócios e/ou de impacto social em suas comunidades, através do acesso a conhecimento, crédito, redes colaborativas e tecnologias. Os jovens moram em oito (8) municípios cearenses: Apuiarés, Caucaia, General Sampaio, Paracuru, Pentecoste, São Gonçalo do Amarante, São Luís do Curu e Tejuçuoca.

As atividades do projeto estão acontecendo de forma híbrida. Além de encontros virtuais, os jovens participam de um processo de imersão ao longo dos ciclos formativos, com no máximo 10 jovens em cada encontro, respeitando todos os protocolos de saúde e segurança para evitar a propagação da Covid-19.

A Coordenadora de Programas da Adel, Raquel Ferreira, conta que os jovens do projeto têm a oportunidade de aprender sobre diversos conceitos como: desenvolvimento local, protagonismo, empreendedorismo, gestão e comunicação. “No ciclo base, os jovens empreendedores aprendem sobre conceitos e ferramentas para planejamento, criação, gestão e desenvolvimento de empreendimentos rurais. Analisam os contextos em que desejam empreender, identificam as oportunidades e, então, iniciam a elaboração de seus projetos de negócios”.

Os jovens selecionados nesta edição do projeto foram divididos em dois grupos devido a pandemia. As atividades do primeiro grupo aconteceram esta semana na sede de Apuiarés. Na próxima semana, entre os dias 29 de junho à 2 de julho, a formação presencial será com o restante da turma na sede do município de São Luís do Curu.

Dhyana Lopes, 24, travesti, é uma das jovens LGBTQ+ beneficiadas pelo projeto. Cabeleireira no município de Apuiarés, abriu o seu salão recentemente. Além de empreendedora, deseja atuar no futuro como Assistente Social.

Dhyana Lopes, jovem beneficiada.

“Essa semana aprendi muita coisa. Além de entender mais sobre como gerir meu negócio, me senti mais estimulada a buscar novos conhecimentos. Após a formação, quero investir em uma faculdade de Serviço Social, ser uma das primeiras da minha família a ter o Ensino Superior. Nós, jovens LGBTQ+, precisamos de uma família que nos apoie e de projetos como esse da Adel para podermos acreditar ainda mais no nosso potencial”, destaca.

O PJER Diversidade busca promover a inclusão socioprodutiva de jovens LGBTQ+ a partir da ampliação de suas capacidades, potencialidades e vocações. Em 2019, a Adel beneficiou 25 jovens rurais por meio do programa. As duas edições do projeto são apoiadas pelo Itaú e a Mais Diversidade, através do Edital LGBT+ Orgulho, que busca dar visibilidade, segurança e respeito às pessoas LGBT+.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *