Adel e Qair estimulam a produção apícola no Rio Grande do Norte

Antônio Félix, 70, sócio da Associação Apícola de Canafístula, Alto do Rodrigues (RN)

Produtores de mel de Canafístula, comunidade localizada no município Alto do Rodrigues, no Rio Grande do Norte, que integra a área de influência direta do Complexo Eólico Afonso Bezerra da Qair, recebem apoio para fortalecimento e ampliação da atividade apícola.

Os produtores estão organizados na Associação Comunitária de Canafístula, entidade criada com o objetivo de mobilizar a organização comunitária e auxiliar os produtores e moradores no acesso a novas tecnologias e ações sociais em diversas áreas.

Por meio das ações da Diretoria de Novos Negócios da Adel, em parceria com a Qair, os associados da Associação Apícola de Canafístula têm acesso a conhecimentos e a equipamentos essenciais para desenvolver a atividade apícola.

Este ano, a Associação Apícola de Canafístula recebeu da Qair 10 kits que somam 80 colmeias apícolas completas; dez conjuntos de equipamentos de proteção individual (EPIs), compostos por macacões apícolas, botas de borracha branca e luvas de borracha branca; dois fumigadores; dois formões; e, sessenta quilos de cera de abelha alveolada.

Segundo o sócio da Associação, Antônio Félix, 70, os equipamentos vão permitir que os apicultores aumentem seus rendimentos por meio da produção e comercialização de mel e outros subprodutos apícolas. “Estamos satisfeitos. Receber os equipamentos é um grande incentivo para nós apicultores, pois irá auxiliar na nossa produção. Nosso objetivo é fortalecer a atividade e principalmente, incentivar os jovens a continuarem”, enfatiza.

Localizada em uma região com forte potencial em relação ao pasto apícola, a Associação possui 10 beneficiários inseridos no plano de investimentos da Qair na comunidade, cujo objetivo é desenvolver a atividade apícola observando aspectos ambientais e de sustentabilidade econômica e social.

De acordo com Silvia Oliveira, Coordenadora Socioambiental da Qair, promover a geração de renda e o desenvolvimento das comunidades, é viabilizar a inserção de jovens, adultos e mulheres em arranjos produtivos locais. “Esse é um dos valores da Qair que fazem a diferença em todos os projetos que desenvolvemos”, afirma.

No Rio Grande do Norte a produção de mel de abelha é uma das atividades mais representativas da agricultura familiar, o que coloca o estado como sexto maior produtor do Nordeste, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Destaca-se que a atividade além de ser economicamente viável, colabora para a preservação ambiental e sensibilizar a comunidade para o trabalho coletivo. Os produtos oriundos da atividade também garantem às famílias rurais melhoria da segurança alimentar por meio de produtos de alto valor nutricional.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *