Adel realiza ações de comunicação social e fortalece a conservação das aves limícolas no país

Maçaricos-rasteirinhos. Foto: João Damasceno

Há aproximadamente um ano, iniciamos nossas ações de comunicação social com a SAVE Brasil (Sociedade para a Conservação das Aves do Brasil) através do Projeto Flyways Brasil, apoiado pelo Instituto Neoenergia nos municípios de Macau, Guamaré e Galinhos, no Rio Grande do Norte.

O Projeto Flyways Brasil busca contribuir com a conservação das aves limícolas (aves que se alimentam de invertebrados escondidos na lama) migratórias e de áreas consideradas importantes para as espécies ao longo da Bacia Potiguar, especialmente praias, lagunas costeiras e estuários com manguezais.

Nós elaboramos junto com a equipe da SAVE Brasil um Plano Estratégico de Comunicação do projeto e realizamos assessorias e consultorias especializadas em gestão e comunicação para a equipe que atua no projeto. Também ministramos oficinas de Comunicação Digital e produzimos conteúdos sobre o projeto para aproximar e informar a população local sobre a existência das aves limícolas migratórias na região e a importância de colaborar com a conservação das espécies, sobretudo, as que se encontram ameaçadas de extinção.

De acordo com os dados levantados no monitoramento realizado pelo Projeto nos últimos seis anos, a Bacia Potiguar é um importante local para que as aves limícolas migratórias mantenham seu ciclo de vida. Todos os anos centenas de aves migram longas distâncias até chegarem à região em busca de repouso, descanso e alimentação para que consigam seguir sua jornada. O monitoramento revelou que entre os meses de novembro a dezembro de 2020, foram observadas cerca de 3 mil aves, número considerado expressivo se comparado a outras regiões do país que também fazem parte das rotas migratórias dessas aves.

Bando de maçaricos-de-costas-brancas. Foto: João Damasceno

No entanto, pesquisadores chamam atenção para o declínio populacional que as aves vêm sofrendo ao longo dos últimos anos em todo o mundo. As principais causas são as mudanças climáticas somadas a degradação ambiental dos habitats utilizados por elas. Das vinte espécies que ocorrem na Bacia Potiguar, quatro se encontram na Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente (MMA). A situação acendeu o alerta para a necessidade de ações que ensinem as comunidades locais sobre o papel que as aves desempenham para o equilíbrio ecológico das áreas onde vivem.

Para Evilene Abreu, nossa Diretora de Comunicação, um dos pontos mais interessantes das ações de comunicação social com a SAVE Brasil foi trabalhar a comunicação aliada a um processo de educação. “As atividades do projeto Flyways Brasil em prol da conservação das aves limícolas na Bacia Potiguar são muito importantes. Mas os resultados só serão totalmente alcançáveis se contarmos com o envolvimento da comunidade local na proteção dessas espécies e do ecossistema”.

Novos projetos

Além das ações no Rio Grande do Norte, a Adel realizará em 2022 em parceria com a SAVE Brasil ações de comunicação social para o Parque Nacional Lagoa do Peixe, localizado nos municípios gaúchos de Mostarda e Tavares. A área possui grande relevância nacional e internacional para a conservação das aves limícolas e desde os anos 90 integra a Rede Hemisférica de Reservas para Aves Limícolas (WHSRN sigla em inglês). 

Além da estratégia de Comunicação Social para o Parque Nacional Lagoa do Peixe, será desenvolvida uma estratégia a nível nacional com foco nas ações do Plano de Ação Nacional (PAN) para a Conservação das Aves Limícolas Migratórias. O PAN Aves Limícolas tem o objetivo de ampliar e assegurar a conservação das aves limícolas e seus habitats no Brasil, promovendo a cooperação entre a sociedade civil, poder público e setor produtivo. 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *