Fortalecimento da Agricultura Familiar no Nordeste

Há cerca de três anos, estamos lado a lado com a Neoenergia, executando ações do Programa SER – Saúde, Educação e Renda, em dois estados do Nordeste brasileiro: Paraíba e Rio Grande do Norte. No estado potiguar, os projetos de impacto social são realizados nos municípios Bodó e Lagoa Nova e têm como propósito o desenvolvimento de capacidades de 509 famílias (2.036 pessoas), em sete comunidades rurais, a partir das vocações e potencialidades locais.

As comunidades atendidas em Bodó são Jatuarana, Paraíso e Bom Jardim. Já em Lagoa Nova, são Massangana, Baixa Verde, Canta Galo e Santa Rita. No eixo Renda, por exemplo, estamos trabalhando na implementação de tecnologias sociais para o desenvolvimento da agricultura familiar e no fortalecimento de arranjos produtivos locais.

Em Jatuarana, já estão sendo implementadas duas tecnologias sociais: os canteiros econômicos e um viveiro de mudas. Inicialmente, realizamos um encontro de formação com o grupo de mulheres do assentamento local para dialogarmos sobre desenvolvimento sustentável e diversidade em seus quintais produtivos e contamos com a participação de nove mulheres – todas serão beneficiadas com canteiros econômicos. No total, serão construídos 12 canteiros na comunidade.

O momento aconteceu de forma prática em um quintal onde não havia nenhum tipo de produção. Dialogamos sobre desenvolvimento econômico e sustentável nas comunidades rurais, a partir de uma convivência harmoniosa com o clima semiárido, por meio das tecnologias sociais, alternativas de baixo custo e fácil implementação, que agregam informação e conhecimento para mudar a realidade local.

Durante o encontro, as mulheres participaram da construção do primeiro canteiro econômico de Jatuarana, a fim de inseri-las no processo de decisão e construção dessa tecnologia. Enfatizamos ainda a importância da produção de hortaliças para a segurança alimentar e nutricional das famílias, disponibilizando acesso permanente de alimentos para consumo, como também a possibilidade de venda do excedente na própria comunidade, gerando saúde e renda.

“Tô amando meu canteiro, na foto a gente pensa uma coisa, mas vendo ser construído é outra realidade, não sabia que era grande assim, vou plantar de tudo um pouco e ainda vou plantar ervas medicinais para fazer chá, que eu adoro”, comemora Francielly de Lira, agricultora que também trabalha como diarista e primeira beneficiada a receber o canteiro econômico.

A principal diferença desse tipo de canteiro está na irrigação; enquanto os modelos tradicionais utilizam em média 20 litros de água, o econômico utiliza cinco litros. Essa tecnologia social reduz significativamente o consumo de água na produção de hortaliças. Assim, configura-se como uma estratégia importante de convivência com o semiárido.

Além dos canteiros, também foi construído e entregue um viveiro permanente para a produção de mudas frutíferas, capaz de atender às demandas da comunidade. Equipado com carrinhos de mão, ferramentas de jardinagem, sacos de mudas e sementeiras, o viveiro possui 25 m² e tem capacidade produtiva de aproximadamente quatro mil mudas. O foco produtivo são mudas de cajueiro e maracujá, uma vez que a fruticultura é uma das principais atividades agrícolas da região e a aquisição de mudas sempre foi uma das grandes dificuldades enfrentadas pelos produtores locais.

O viveiro propõe fortalecer a fruticultura local, promover a valorização e o protagonismo da agricultura familiar de base comunitária, a partir da organização coletiva da comunidade, além de gerar renda e trabalho. 24 famílias serão beneficiadas diretamente pelo viveiro e serão responsáveis pela produção das mudas e manutenção do espaço.

Sobre o Programa SER

O Programa SER – Saúde, Educação e Renda é uma estratégia da Neoenergia, desenvolvida com o apoio do Instituto Neoenergia, para contribuir com a melhoria da qualidade de vida nas comunidades de influência da empresa, próximas aos empreendimentos eólicos e de transmissão, gerando impactos sociais, econômicos, ambientais e educacionais positivos, destacando resultados e impactos em três eixos estratégicos: Saúde, Educação e Renda.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *